[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4731: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4733: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4734: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4735: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
Grimmauld Place • Exibir tópico - [CASTELO] Campo de Quadribol

[CASTELO] Campo de Quadribol

RPs antigas? Histórias que quer rever? Subfórum destinado ao arquivamento dos tópicos de jogo do RPG. Você veio ao lugar certo!

Moderador: RPG

Mensagempor ~Fled~ » 05/01/08, 00:15

    Andando impaciente de um lado para outro, pouco percebia do que se passava ali. Suas idéias, pensamentos, planos, tudo parecia estar centrado naquele problema e nada parecia capaz de interromper seu desejo de encerrar tudo e tornar a ver a paz em Hogwarts.

    Porém, por vezes sua mente lhe fazia viajar para o passado, lembrando-se das professoras que sumiram... Mas definitivamente aquela não era a hora de focar sentimentos, era sim o momento tomar as decisões corretas.

    Ao ouvir a voz do homem (a única aparentemente desconhecida dali), Fled logo voltou a deter os pensamentos na ocasião e, aos poucos voltava para junto do grupo, o suficiente para ouvir as palavras do homem, diante das indagações de Raven. Abismado com a revelação do ancião: o fato de ele já ter trabalhado em Hogwarts era totalmente surpreendente, no entanto, um pouco dedutível, enfim.

    - Ora, ora, francamente... vê que não está nas melhores condições pra barganhar pela própria vida e ainda exige algum direito? Faça-nos o favor... Mas vá, ande, diga logo o que tem para dizer.


    - Hum. Eu trabalhei nesta escola por algum tempo, parecia mais um elfo escravo servindo à um bando de criancinhas sujas e remelentas. Mas, nunca tive o devido reconhecimento. Tanto que ninguém nunca chegou a notar a minha ausência; principalmente quando fiquei meses sumido, pesquisando sobre as relíquias que roubei agora.

    - Isso significa dizer que você colocou a vida de centenas de crianças em risco, simplesmente porque se sentiu injustiçado por erros de outras pessoas? Ora homem... você nunca ouviu falar de inocência ou compaixão?!

    O professor falava com um tom de forte indignação. Ora parecia capaz de acabar com tudo aquilo simplesmente encerrando os malfeitos daquele velho ali, diante dele; ora aparentava estar à beira de uma revolta, que o faria jogar tudo pro alto e simplesmente entregar o homem para as pessoas certas.

    - Sim, exatamente assim. Os senhores acham que é fácil virar motivo de chacota para um bando de pestinhas fedorentos e malcriados? Acredito que se estivessem no meu lugar, assim como eu, teriam preferido a morte. É, a morte! Sim, pois eu já cogitei o meu próprio fim, mas mudei de idéia quando descobri que podia acabar com o mal em si, ao invés de acabar comigo.

    - Pensou errado. Porque o único mal que tem aqui, e que deve ter um fim, é você!

    - Ta, ta, ta, que seja... mais eu não me sentia bem, por isso quis por um fim nisso tudo e o único meio que encontrei, ou seria: o melhor meio que encontrei de fazer isso foi acabando com vocês de vez!

    Tornando a andar de um lado a outro, Fled parecia cada vez mais impaciente, ainda mais com as gracinhas que Reagan fazia.

    - Chega... acho que já basta pra eu confirmar que você roubou as Hallows... – voltou-se para os outros enquanto comentava - ... o que precisamos saber agora é aonde você as escondeu?! Isso se você estiver sozinho no caso e, no mínimo, souber onde elas estão.

    - É óbvio que tenho todas. Mas também é óbvio que eu as escondi muito bem. Não acham que andaria por ai com: escudo, elmo e aquela parte que protege o torso, cujo nome eu não farei esforço pra lembrar. Acham que eu sairia com isso abertamente mesmo?

    - Estúpido do jeito que tem se mostrado ser, não duvidaria tanto. Mas então, veio aqui esta noite só para roubar a última Hallow não é? Veio roubar a quarta e mais importante: a espada. Aliás... o que é isso?

    Agachando-se ao lado de Reagan, retirou um tipo de pano sobre o qual ele estava. Bastou uma simples olhada para o professor deduzir que era uma capa da invisibilidade e, a julgar por uma marca no canto da capa, poderia até dizer que aquela pertencia ao seu estoque de objetos mágicos. Enfiando-a no bolso de qualquer maneira, logo voltou para o ser estranho.

    - Certo, mas se você já tem o escudo, o elmo e o torso o que pretendia fazer com a espada? Por mais importante que ela seja, deve saber que sem as outras ela não suporta.

    - Sim eu sei, mas queria para guardar apenas, afinal não deixa de ser uma relíquia valiosa que, com o fim da escola, teria um valor muito bom.

    Com um suspiro de incredulidade, Fled afastou-se novamente, mas agora sabia que os objetos estavam com Reagan e que, de uma forma ou de outra, eles teriam de descobrir onde estavam.
Avatar do usuário
~Fled~
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 700
Registrado em: 26/02/06, 23:02
Cash on hand: 0.00
Localização: Far far away :3
Casa: Grifinória


Mensagempor Meig@ » 05/01/08, 03:05

Ação
Fala
Pensamento
Outro personagem

    Laine parecia ter se recomposto , apenas parecia...Raven tinhase aproximado não foi o pigarro que a fez notar sua proximidade, evitou olhar para a professorae nem ao menos se deu ao trablho de v responde-la. mas não tinha em seu rostou um expressão fria, e tão pouco agressiva.O cotrario matia a aparecia que transmitia tranquilidade. Caminhou mas proximo de onde selocalizava o velho, odiava tais tipode interrogatorio, so que a ameaça~ que ele trouxera a deixava irritada.

    Laine passou mal novamente se apoiando em seus ombros, eao prestar socorro a amiga encontrou com o lhar de Raven que fazia quase que uma suplica, não precisou ler a mente pois o que seu olhos pediam eram notavel, ficou supresa não pelo fato de ser um suplica sincera, mas pelo fato de quem estava fazendo o pedido. Lembro- se que a essas alturas seu pai ja tinha com certeza respodido sua carta. Apenas supirou, mas não retirou Leine dali, ela sabia que a amiga precisava presenciar tud
    o.

    -to com fome... - ouviu a amiga falar.


    Aqui.. -ofereceu um sapo de chocolates - coma um pouco disso, não matara a fome mas enganará seu estomago...logo vai ficar tudo bem...


    Renan Raven e Fled começaram o interrogatorio, o velho não parecia colaborar, e estava o mais ironico possivel, isso começava a tirar Meig@ um pouco do serio.

    Mas nada fez em relação ao velho, sorriu para laine que após comer o chocolate aparentava estar melhor, caminhou e ficou um pouco atras do marido que estava muito impaciente, indignado e travava uma discusão com o ladrãozinho.

    Fled se afastou ficando mais proximo de Meig@, esta apenas tocou lhe o ombro e dando um olhar de apoio a suas palavras.Agora teriam que de fato localizar as reliquias o mais rapido possivel pois o tempo parecia estar acabando.
Editado pela última vez por Meig@ em 13/01/08, 22:18, em um total de 1 vez.
Imagem
Avatar do usuário
Meig@
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
 
Mensagens: 697
Registrado em: 19/09/05, 14:32
Cash on hand: 6.00
Localização: Em algum lugar .. mas sempre de olho em você...
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Grifinória

Mensagempor Renan » 06/01/08, 21:19

Ainda pressionando a varinha contra a garganta do velho, Renan estava atento a cada palavra trocada entre Fled e Reagan. O bandido, mesmo com o olhar vidrado, esboçava um estranho sorriso nos lábios; algo bastante... sinistro. Isso trouxe a sua mentea figura de Beatriz Watson, assim desencadeando uma rápida sequência de pensamentos que formavam uma espécie de filme: a priori, imaginou-se enviando uma coruja para a família Watson e, mais tarde, recebendo-os - temerosos - nos portões da escola... a terra do sepulcro recebendo um corpo sem vida...

De súbito, foi trazido de volta a realidade com a última sentença de Reagan até ali. O Curandeiro mirou diretamente os olhos do velho desejando que ele explodisse naquele instante.

- Muito bem, Reagan. Agora que já demonstrou como é... inteligente, diga-me: Onde estão as outras Hallows?

- Ah, senhor, tenho que repetir que foram muito bem escondidas, muito mesmo. Um dos esconderijos pode ser extremamente semelhante ao lugar onde a menina que matei vai repousar até que os vermes a devorem... hehe.

- Você a escondeu... num cemitério? - disse Renan, incrédulo, enquanto ligeira e involuntariamente diminuia a força com que pressionava a varinha contra Reagan.

- Brilhante dedução, amigo. Mais precisamente, numa cova. C.S.I. C14 – F9 - D sugere alguma coisa?

*Coordenadas...?*

Virando-se para o lado, viu Fled segurar o queixo por alguns instantes e, depois, assentindo com a cabeça em sinal de que tinha conhecimento da informação dada por Reagan.

- Cemitério Saint Ian, Cova 14, Fileira 9, Direita. Esse foi o mais brilhante esconderijo que eu pude pensar! Há também o elmo, que está numa velha casa abandonada cujo motorista do KnightBus pode indicar. Agora, os outro lugar é simplesmente onde lavaria suas mãos do sangue da menina: um banheiro da estação londrina do metrô inglês. Satisfeitos?

*Horrendo! Bom, basta rastrear os encantamentos de proteção dos objetos...*

No instante em que o bandido terminou de falar, Renan lançou um olhar carregado de desprezo para ele. Interrompeu o contato de sua varinha contra a pele ressecada do outro e, em seguida, virou as costas para ele sem dizer palavra e ignorando seu riso insano. Dirigindo-se para os outros professores, retomou a vontade de falar.

- Bem, precisamos de alguém que procure os artefatos. Creio que não o farei... tenho que cuidar dos detalhes sobre o assassinato de Beatriz Watson. Alguém se candidata?

A esse ponto, não sabia se estava aliviado ou temeroso pelo que estava por vir...
RPG // Renan Shellden Skuli

Mande MP clicando aqui!
Avatar do usuário
Renan
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 881
Registrado em: 20/07/05, 21:36
Cash on hand: 193.00
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Mensagempor laine fernandes » 06/01/08, 22:06

Laine odiava esta naquela situação, embora não pudesse fazer nada. Cada centímetro do seu corpo não parecia mais ser seu, ele estava diferente. O lugar estava sóbrio e desconfortante, era como estar na floresta proibida sem ninguém ao seu lado. Antes que pudesse ficar mais incomodada pela sua tontura, meiga falou, tirando alguma coisa de sua capa.

-Aqui.. coma um pouco disso, não matara a fome mas enganará seu estomago...logo vai ficar tudo bem...

A professora não achou que alguém fosse acreditar, quando disse que estava com fome, porem, meiga estendeu um sapo de chocolate. Pegou a pequena embalagem e admirou a luminosidade que fazia a cor azul com as pequenas marcas prateadas que cintilavam, enquanto ela abria e pegava o conteúdo, antes que ele fugisse.

Enfim, o chocolate parecia devolver alguma coisa quente, mas seu humor voltou à negra seu corpo, quando escutou as palavras do velho. Descobrir o seu passado era revoltante, pois nada que fez nessa noite, justificava o seu passado. Cada vez que o homem revelava sua culpa, Laine apertava sua varinha em uma mão e a embalagem na outra, e caso a varinha não fosse forte, ela estaria tão amassada quanto à embalagem. Renan voltou a interrogar o homem:


- Muito bem, Reagan. Agora que já demonstrou como é... inteligente, diga-me: Onde estão as outras Hallows?

A resposta do velho foi dada através de brincadeiras, relacionados com a morte da menina. Laine franzia sua testa, enquanto decorava cada lugar, não queria perder nenhum detalhe. Seus lábios sussurravam as principais indicações:

-Cemitério Saint Ian, Cova 14, Fileira 9, Direita... Casa abandonada, motorista do KnightBus... Metrô inglês...

Depois de gravar toda a informação necessária, ela caminha em direção do seu casaco. O velho a segue com os olhos, talvez temendo uma nova explosão vindo da professora, mas a mesma nem se quer olha pra ele. Quando estava terminando de colocar o casaco, Renan fala:

- Bem, precisamos de alguém que procure os artefatos. Creio que não o farei... tenho que cuidar dos detalhes sobre o assassinato de Beatriz Watson. Alguém se candidata?

-Cuide bem dos detalhes da Watson... eu vou atrás do artefatos!


Ela começou a caminhar, procurando a saída da escola. Quando chega, antes de aparatar, alguém segura em seu braço. Laine olha nos olhos da mulher e entende o recado. Não era a melhor companhia, preferia sua amiga, ou qualquer pessoa com quem poderia estabelecer uma conversa adulta e madura. Mas não teria outra escolha, já que não poderia chamar a clorofila... Mesmo não falando nada entendível pra qualquer outra pessoa, ela seria uma melhor companhia. Tinham que ser rápidas. Juntas iriam encontra os objetos... Ou morrer no caminho como antigas rivais.
Avatar do usuário
laine fernandes
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 286
Registrado em: 26/03/06, 01:34
Cash on hand: 0.00
Localização: pensando no que poderia ter feito

Mensagempor Raven » 06/01/08, 23:31

    Narração
    Fala
    Pensamento
    Off

    A satisfação de Raven aumentava a cada nova resposta que o homem dava, embora tivesse notado que Meig@ optara por permanecer no local com Laine. Parou ao lado de Renan, de braços cruzados e com a espada ainda em mãos, apenas observando os progressos que faziam. Com um prazer vingativo, não podia deixar de notar que cada vez mais o homem se tornava descartável. Por duas ou três vezes, se sentiu muito tentada a enfiar um crucio nas fuças de Reagan, mas logo ele passava a cooperar, tornando tal atitude desnecessária.

    A vontade de enfeitiçá-lo retornou enquanto o bruxo brincava com o assassinato da aluna para dar as respostas exigidas por Renan, e por pouco não chegou mesmo a intervir no interrogatório. Tudo bem que até certo ponto aquilo estava fluindo bem apenas com as ameaças... Mas que ele merecia mais alguns dos murros de Laine, aaaah se merecia. Mal pôde acreditar quando percebeu que finalmente tinham todas as respostas para garantir a continuidade do castelo. Ao contrário do que acontecia aos outros, a dor da perda da aluna não foi capaz de minar o alívio que sentia... Não inteiramente.

    Apenas acenou brevemente com a cabeça quando Renan disse que cuidaria da questão da morte da aluna, considerando apenas por um instante a idéia de assumir a tarefa que ele delegava. Logo Laine a tomou para si, para o alívio temporário de Raven, que foi até o velho e o obrigou a se levantar o agarrando pelo braço com a mão livre. Voltou-se para os outros.


    - Se bobear o idiota do Winfy esqueceu de chamar o Ministério, de forma que talvez seja melhor que o leve logo... E alguém deveria aproveitar e cuidar dos alunos, que talvez ainda estejam feridos depois da confusão que arrumaram. Eu me encarrego dele... Me sinto na obrigação de continuar nossa conversa com menos pessoas a quem ele poderia pensar que pode recorrer em busca de ajuda.

    O olhou de esguelha, com um brilho nas pupilas semelhante ao que possuía durante o tão distante episódio da Floresta Proibida: A única utilidade que via para aquela maldita maldição – com o perdão da redundância – era a consciência do quanto aquela expressão em particular poderia se acentuar com o tom de seus olhos. Antes que os outros protestassem ou reagissem de qualquer forma, porém, se recordou do estado de tênue sanidade em que Laine se encontrava. Não se preocupava com a professora, mas definitivamente não estava disposta a ver outro demente em posse das Hallows. Sem hesitar, largou o homem no chão, apenas dando de ombros quando este virou para observá-la. Justificou aos outros:

    - Mudei de idéia. Vou com Laine. Por mais tentador que seja reduzi-lo a pedaços tão pequenos que teria de ser preso em uma caixa de fósforo, as prioridades devem ser bem afixadas...

    Sem esperar resposta, correu até os portões, onde Laine já se preparava para aparatar. A agarrou pelo braço bem a tempo, e pela expressão em seu rosto deixou claro à outra que não tinha escolha quanto a ser ou não acompanhada. Apenas um segundo antes de ser levada junto da mulher, percebeu que ainda não tivera a decência de se livrar do sangue da aluna. Enfim, era só deixar que Laine cuidasse dos locais mais públicos.

    Se dividiram no caminho sem muito pesar por fazê-lo, e enquanto Laine descobria com o condutor do ônibus a localização da casa abandonada, Raven logo tratou de recuperar o torso da armadura no cemitério – o que foi mais fácil do que pensara que poderia ser. Buscou em seguida na casa, enquanto a outra bruxa se misturava na multidão trouxa para recuperar o escudo no banheiro, e acabou por precisar da ajuda dela visto que a casa era muito maior do que poderiam esperar. Uma vez em posse de todas as Hallows – já que Raven levara a espada consigo – Laine logo havia tratado de restituir os atributos da espada, apenas direcionada por Raven a princípio, mas logo a bruxa tratou de aproveitar a casa para se por em condições minimamente apresentáveis enquanto a outra finalizava.

    Retornaram as três hallows secundárias aos novos esconderijos escolhidos, em seguida anotando onde estavam e obliviando uma à outra para que apenas o diretor continuasse a conhecer o segredo enquanto os novos guardiões não eram escolhidos – não fôra sem certa desconfiança que permitiram o feitiço da outra, mas no fim das contas haviam se entendido. Com a espada embrulhada e com seus poderes plenamente reintegrados, enfim puderam retornar à escola.

    Enquanto cumpriam sua parte, Fled logo se encarregara de direcionar o velho ao Ministério da Magia, graças a um portal criado nas estufas com o uso de um vasinho aleatório. O velho bruxo havia sido entregue às autoridades e devidamente encarcerado. Embora todos os professores e diversos alunos tivessem oferecido seus testemunhos, Fled lidara com tudo sozinho e com perfeição: E quando afinal veio o comunicado de que Lana se demitira, não havia em um lugar de Hogwarts qualquer duvida de que o cargo de Diretor lhe pertencia com total merecimento – bem, entre alguns dos professores talvez tivesse surgido uma ou outra dúvida quanto a sua sanidade mental quando escolhera seu vice, mas nada que durasse muito.

    No fim das contas, Reagan acabara por ter um fim solitário e triste, com sua alma sugada pela boca – e mesmo levando-se em conta a crueldade do processo de remoção da alma, não houvera uma só pessoa que recordasse o assassinato da jovem Beatriz e lamentasse a morte daquele homem.

    Meig@ havia retornado ao castelo, e auxiliado Gaby Lovegood com o trato dos alunos que ainda apresentassem qualquer resultado estranho do que haviam passado. Não pudera deixar de notar o quão talentosa a irmã de Renan era, e à época em que se soube que o curandeiro largava seu cargo, graças aos relatos da professora muitos já viam um forte potencial para substituí-lo.

    Na mesma época em que Lana Hawkins abandonara a escola e todos que a habitavam, Polkis Winfy desapareceu do mapa. Os boatos eram de que ele havia se matado em vista da partida de sua amada, mas haviam ainda os que afirmavam que eles haviam fugido juntos, para serem felizes para sempre no infinito e além.

    Renan, por sua vez, cuidara da penosa tarefa de comunicar à família da aluna morta a respeito de todo o incidente. A princípio a ira dos Watson se voltara contra a escola, e buscavam de toda forma por alguém a quem culpar. Mas graças à capacidade diplomática de Renan, Fled e Meig@ Whollf em uma reunião com os dois que sucedera antes mesmo do retorno de Laine e Raven à escola, os ânimos haviam se acalmado e tudo parecia correr com destino a um desfecho pacífico – embora trágico para aquela família.

    A aluna havia sido enterrada em sua terra natal, na presença de seus professores e dos poucos alunos que puderam se deslocar a Portugal, além de seus familiares e uns aleatórios que resolveram aparecer após ler a notícia no Profeta. A cerimônia e o discurso de Renan seriam lembrados para sempre nos corações daqueles que os presenciaram, em vista de quão triste era a ocorrência da morte da menina e de quão bem Renan expressara o sentimento de todos.


    Off: FIM DA TEMPORADA E DA SAGA DAS HALLOWS

    Off²: Em breve, início da nova temporada... E enquanto isso, serão lançadas as atividades do Expresso de Hogwarts para todos que quiserem participar. Aguardem por novas informações a respeito.

    Off³: O momento inútil que eu preciso fazer:
    noiva cadáver diz:
    ~edita post e faz elas morrerem na tentativa como rivais
    _LôH_ diz:
    /haha
    _LôH_ diz:
    \0v é uma ideia tentadora
    _LôH_ diz:
    depois no jornal bruxo... sairia na manchete:
    _LôH_ diz:
    bruxas se matam no cemiterio... U_U"
    _LôH_ diz:
    escrito embaixo em letras pequenas:quem morreu por ultimo, era a professora de herbologia e estranhamente ela fez uma cova pra outra e na cova estava escrito: aqui... dorme uma mala xD

    Off² . Off²: Um minuto de silêncio pela Bea ù_u
    Off² . Off³: E outro pelo Polkis, se ele tiver morrido mesmo ù_u
Imagem

.
Avatar do usuário
Raven
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
 
Mensagens: 1032
Registrado em: 03/07/06, 20:51
Cash on hand: 72.00
Localização: Plutão
Sexo: Feminino
Estado: MG
Casa: Corvinal

Re: Campo de Quadribol

Mensagempor Nany*Potter » 28/03/08, 23:51

legenda
**pensamentos**
*narração*
-fala


* Já era de noite um pouco antes da hora do jantar, da par se ver alunos indo para o castelo comer seus jantares, mas tinha uma aluna que em vez de ir para o castelo se dirigia ao campo com sua vassoura *

-chegamos hamlet * Nany tinha uma queda por literatura, mesmo que trouxas, ai com sua mania de batizar tudo com um nome . deu a sua vassoura o nome de uma tragédia clássica escrita por William Shakeaspeare, mas isso não vinha a caso agora, o importante e que ela deveria estar dentro do castelo e não no campo*

** será que muito enferrujada?? vamos ver!!** * Nany dá um pequeno impulso para cima e sobe suavemente, quando já esta encima sentido o vento bater em seu rosto, Nany solta um sorriso se sua mão soubesse que ela andava voando ate tarde, provavelmente ela teria um ataque? mas fazer o que?, ela amava voar, se sentia livre, aonde ninguém podia lhe fazer, mal, ali ela não se sentia só, como se sentia no castelo, ali ela tinha o céu e as estrelas como amigos, ela ficara horas voando sem perceber*

[b] Off: voa para lgum lugar, sei lá
Imagem
Gemula Azul da Estrupicio,
Agora é oficial
Imagem
NanyOnix
Avatar do usuário
Nany*Potter
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
 
Mensagens: 686
Registrado em: 06/07/05, 18:29
Cash on hand: 2.00
Localização: Pentelhando com a minha gemula azul s2
Sexo: Feminino
Estado: DF
Casa: Corvinal

Re: Campo de Quadribol

Mensagempor Bela Weasley » 29/05/08, 16:01

*Bela chega ao campo a fim de ficar sentindo a brisa fresca que refrescava aquela noite. Ela avistou uma menina voando solitária em sua vassoura,mas nada disse nem nada vez; simplesmete deitou-se na arquibancada e ficou olhando a menina voar. Isto a lembrou de como era bom quando ela se divertia jogando quadribol com os amigos nas férias.
Depois de algum tempo Bela decide ir a outro lugar.*
Imagem
Avatar do usuário
Bela Weasley
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 67
Registrado em: 06/01/05, 23:15
Cash on hand: 10.00
Casa: Grifinória

Re: Campo de Quadribol

Mensagempor Gaby Lovegood » 09/10/08, 20:47

Imagem
Avatar do usuário
Gaby Lovegood
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 799
Registrado em: 20/06/05, 14:55
Cash on hand: 49.00
Localização: voando O.o
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Anterior

Voltar para Arquivo de RPs

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron