Três Vassouras

RPs antigas? Histórias que quer rever? Subfórum destinado ao arquivamento dos tópicos de jogo do RPG. Você veio ao lugar certo!

Moderator: RPG

Locked
User avatar
Bia Oninawa
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
Posts: 180
Joined: 31/08/10, 12:31
Sexo: Feminino
Estado: ES
Casa: Sonserina
Micro Blog: http://twitter.com/#!/bia_oninawa
Location: Nadando com a orca Hanny.Pula Willy \o/

Re: Três Vassouras

Post by Bia Oninawa »

Narrativa
Fala
pensamento

Uma menina mion, de pele alva entra no Três Vassouras. De vista, não apresenta grandes atrativos fisicos, com seus 11 anos de idade seu corpo mal tomou forma de mulher. Mas seus longos cabelos pretos, olhos extremamente verdes e aquele andar (quase) convencido chamam atenção.

Bia ficou parada a porta por alguns segundos a procura de uma mesa livre. Sorriu ao ver que varios dos alunos de Hogwarts estavam ali. Seria seu primeiro ano na escola e ainda não conhecia ninguém, quase se perdera nesses pensamento quando reparou que ao fundo do salão havia vagado uma mesa. Ela se apressou até ela, se espremendo entre a confusão que os alunos faziam, pessoas andando de um lado pro outro com canecas de cerveja amanteigada, gritavam nas mesas e outros conversavam animadamente no balcão.

Depois de muita luta e dois pisões no pé Bia finalmente alcansa seu objetivo. Ela se solta na cadeira aliviada e não tarda a pedir sua cerveja amanteigada.

Ela apoiou o cotovelo sobre a mesa e soltou um breve suspiro observando uma vez mais a bagunça do bar.

O que diabos esse ano não estará reservando...?!

E quando a garçonete lhe entregou a caneca de cerveja, Bia sorriu e brindou sozinha que aquele seria um ano inesquecivel.


Off: Então, é mais ou menos por aí né? >_<
Meu primeiro post e espero que não tenha sido de todo tosco u.u
Image
By Tom
Presente de aniversario do Tio Tom *-*~
Spoiler
Image
Cantinho de Odio ao Jev
Spoiler
Image
Grupo do Odio ao Jev
Agora com 2 integrantes \o/
Junte-se a nós \o/
Spoiler
Image
By Cupy
Image
By Jev ^^
Image
Schutzstaffel do Grimm
Bru Evans
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
Posts: 616
Joined: 13/10/08, 13:02
Sexo: Feminino
Estado: PR
Casa: Grifinória
Facebook: I Love Little London *_*
Blog: http://www.formspring.me/5QueenB
Micro Blog: http://twitter.com/BlogBonequinha
Location: Little Hearthfordshire
Contact:

Re: Três Vassouras

Post by Bru Evans »

Narração
Fala
pensamentos
Emme

Bru esperou pouco tempo para sua amiga responder.

E então? Vai virar um caneca de cerveja, vai responder ou vai preferir ser desafiada?

- Vou responder. Não chegou a acontecer nada, mas eu realmente me interessei por ele. - respondeu emmeline sem graça.

- Agora é sua vez amiga! - ela disse rindo - Retribuindo a pergunta. Está ou já esteve apaixonada por algum garoto de Hogwarts? Lembre-se que se responder tem que dizer o nome dele.

ai meu Merlin! E agora? Emmeline é uma amiga em que confio totalmente, mas.. há mais pessoas dentro desse bar. E paredes tem ouvidos...

- E então? Responde, vira uma cerveja ou quer ser desafiada?

- Bom, acho que quero testar sua criatividade Emme. Me desafie! - bru respondera com um sorriso impetuoso no rosto.

Mas lembre-se... eu sou a próxima a perguntar... - ela completara antes de começar a rir



OFF: Desculpa pela demora T.T

tava meio ocupada. Tive dois provoes nessa semana na escola..

mas agora tá mais light hauhauahuhaua
vamos jogar!!!


ps.: Bia, seu post está ótimo. Se quiser, pode vir jogar com a gente ok?
Bjs*
Monitora Cerejinha da Griffa


Image

Quase pai: Cláudia
Manas:Sugar,Pry,Di_Lua
Prima:Jca
Gêmula: *Emme V. Lupin*

Aconselhadalhazada do Kim

Image
porque algumas amizades são pra sempre


Hott cousins​​. Best creation of Merlin * _*
User avatar
Emmeline Lupin
Chefe Gemialidades Weasley
Chefe Gemialidades Weasley
Posts: 739
Joined: 04/01/09, 07:42
Sexo: Feminino
Estado: RJ
Casa: Grifinória

Re: Três Vassouras

Post by Emmeline Lupin »

Narração
Fala

Bru

Emmeline ria das caretas que Bru fazia enquanto pensava se respondia ou não a pergunta. Ela demorou um pouco mas falou.

- Bom, acho que quero testar sua criatividade Emme. Me desafie! - bru respondera com um sorriso impetuoso no rosto.

Mas lembre-se... eu sou a próxima a perguntar...- ela completara antes de começar a rir

- Bem se você prefere assim...

Emmeline olhou para o bar e viu ao fundo que havia um canto improvisado para apresentações musicais. Isso seria bem divertido.


- Eu te desafio, a ir até ali onde tem alguns instrumentos musicais, enfeitiça-los e soltar sua voz
~Chefe da Gemialidades Weasley~
Sugestões, dúvidas, reclamações ou jogar conversa fora ~ mp-me


Image



Gêmula: Bru Evans
Filha: May WP
Filho: Rodrigo I
Bru Evans
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
Posts: 616
Joined: 13/10/08, 13:02
Sexo: Feminino
Estado: PR
Casa: Grifinória
Facebook: I Love Little London *_*
Blog: http://www.formspring.me/5QueenB
Micro Blog: http://twitter.com/BlogBonequinha
Location: Little Hearthfordshire
Contact:

Re: Três Vassouras

Post by Bru Evans »

Bru esperava impaciente enquanto Emme se decidia pelo desafio de Bru


ai meu Merlin... o que será que ela pedirá?



Bem se você prefere assim... - Emme começou.

Bru quase tivera uma síncope quando percebeu pra que lado do bar sua amiga começou a olhar.


ah, por Morgana.. ela não pediria isso... Pediria?



- Eu te desafio, a ir até ali onde tem alguns instrumentos musicais, enfeitiça-los e soltar sua voz



- Por Merlin Emmeline! Isso é sério?
- Bru falara chocada para Emme

Ao ver a expressão no rosto da amiga, bru interpretara seu silencio como um sim.

Com um suspiro penoso ela se levantara e andou na na direção do "palco" improvisado.

Ao estancar lá na frente, ela se virara mais uma vez para a amiga.


- sabe, eu sei que isso vai ser constrangedor e tudo mas... - bru soltara uma risada - você não devia ter pedido pra eu fazer isso. - ela rira marotamente novamente - Vamos ver se é legal se remexer por aqui...

- Amiga, você não achou que eu ia recusar, achou? - bru começou a subir no palco - Fique de olho na minha bebida ok? a gente nunca sabe que tipo de doidos pode aparecer no 3 Vassouras. - bru disse ao entregar seu copo a Emmeline.

Ao olhar todo o bar e as pessoas que estavam ali, um frio horrendo bateu na barriga de Bru. Mas ela não iria desistir agora. Ela nunca desistia.

Então ela fechou os olhos, fez um floreio com a varinha para diminuir as luzes do local e começou a cantar.


Spoiler
I don't want this moment to ever end
Where everything's nothing without you
I'll wait here forever just to, to see you smile
'Cause it's true: I am nothing without you

Through it all, I made my mistakes
I stumble and fall, but I mean these words

I want you to know: with everything, I won't let this go
These words are my heart and soul
I'll hold on to this moment, you know
'Cause I'd bleed my heart out to show that I won't let go



No meio da musica, Bru começara a dançar. Ela estava gostando de agitar.



Spoiler
Thoughts read are spoken, forever in doubt
And pieces of memories fall to the ground
I know what I did, and so I won't let this go
'Cause it's true: I am nothing without you

All the streets, where I walked alone
With nowhere to go have come to an end

In front of your eyes, it falls from the skies
When you don't know what you're looking to find
In front of your eyes, it falls from the skies
When you just never know what you will find
What you will find
What you will find
What you will find

I don't want this moment to ever end
Where everything's nothing without you



Ao terminar a música, Bru descera rapidamente do palco e correra para o outro lado do Pub. Encostou-se ao balcão e pediu um pouco de Cerveja amanteigada.

Era disso que ela sentia que precisava agora.


Bom, eu já estou vermelha mesmo...


Bru pegara seu copo do balcão assim que o Barman do Pub a serviu. Dando as costas as pessoas, ela se encaminhou a sua antiga mesa, onde Emmeline se encontrava.

- Bom Emme, desafio cumprido.


Agora é a sua vez. - Bru voltara a sorrir e bebera um pouco de sua cerveja amanteigada

- você já passou por alguma situação constrangedora aqui na escola?



OFF:

Post Ediitado Sheuzita u.u
Last edited by Bru Evans on 17/09/10, 21:17, edited 1 time in total.
Monitora Cerejinha da Griffa


Image

Quase pai: Cláudia
Manas:Sugar,Pry,Di_Lua
Prima:Jca
Gêmula: *Emme V. Lupin*

Aconselhadalhazada do Kim

Image
porque algumas amizades são pra sempre


Hott cousins​​. Best creation of Merlin * _*
User avatar
Emmeline Lupin
Chefe Gemialidades Weasley
Chefe Gemialidades Weasley
Posts: 739
Joined: 04/01/09, 07:42
Sexo: Feminino
Estado: RJ
Casa: Grifinória

Re: Três Vassouras

Post by Emmeline Lupin »

Narração
Fala

Pensamentos
Bru

Emmeline estava se divertindo vendo as feições que Bru fazia. Um sorriso maroto brincava em seus lábios enquanto via a amiga seguir nervosa para o palco.
Mas sabia que a amiga não desistiria. Emmeline riu ao ouvir a amiga pedir para que ela cuidasse de seu copo, com medo de que alguém fosse capaz de colocar algo em sua bebida.

E logo viu a amiga agitando o lugar. Na verdade estava bem divertido.
Assim que terminou, Bru teve que beber.

- Não foi tão ruim não é? - Emmeline ria. - Vai dizer que não foi divertido? Assim que é bom!


- Bom Emme, desafio cumprido.


Agora é a sua vez.
- Bru voltara a sorrir e bebera um pouco de seu Firewhisy

- você já passou por alguma situação constrangedora aqui na escola?

"Merlin...não vou contar isso...essas coisas prefiro esquecer"

- Vamos lá amiga, me desafie!
~Chefe da Gemialidades Weasley~
Sugestões, dúvidas, reclamações ou jogar conversa fora ~ mp-me


Image



Gêmula: Bru Evans
Filha: May WP
Filho: Rodrigo I
User avatar
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
Posts: 98
Joined: 01/05/10, 17:36
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Três Vassouras

Post by Sarah Burton »

Sarah caminhou com suas amigas pelas ruas confusas de Hogsmeade. Como tinha ido parar naquele beco não saberia exatamente dizer. Agora, parecia que as atenções estavam todas voltadas para a Dedos de Mel. Tinha acontecido algo que não sabia? Seria algo com o Daniel?

Antes de entrar no Três Vassouras, Sarah pediu que as garotas a aguardassem um segundo e entrou na Zonkos. Saiu de lá com um pequeno envelope. Um presente para ser entregue mais tarde. Precisava fazer isso para manter sua consciência tranquila.

*Tenho que fazer isso. Ele merece...*

A sineta soou quando entrou no lugar. Sarah abriu a porta primeiro e passou. As mesas estavam lotadas, quase não havia lugar. Por sorte, tinha um pessoal saindo perto da entrada do banheiro. Não era o melhor lugar, mas era um lugar, pelo menos. Logo uma pessoa que estava atendendo no lugar limpou tudo.

- Vou aqui ao banheiro e já volto. Peçam qualquer coisa para mim.

Sarah foi lavar o rosto e recalibrar as energias. Voltou pouco depois, quando as amigas já estavam fazendo pedidos. Queria deixar o assunto sobre o Daniel meio de lado, mas ele ainda estava nos seus pensamentos. A cada toque de sineta seu coração pulava e olhava para a porta.

*Ah! Assim não dá*

Resolveu puxar um assunto.

- Vocês viram a agitação na Dedos de Mel? Aqui parece tão tranquilo. Será que aquele apagão só aconteceu lá? Estou com uma sensação esquisita...

off: peguei um lugar aqui pra gente o/
off2: olá meninas da grifinória! a gente pode até conversar, de repente. se tiver tudo ok com as outras lufas ^^
off3: gabione, vc explica pra sarah que alguem foi sequestrado?
off4: vou dormir. mãe já apareceu aki 3x e o GP ainda deu erro u.u
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off
ImageImageImageImage
Image
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
User avatar
Gabione
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
Posts: 2610
Joined: 22/12/06, 19:56
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa
Facebook: Gaby Miglioli
Last.fm: http://www.lastfm.com.br/user/Gabione
Micro Blog: http://twitter.com/Gabione
Location: Procurando...
Contact:

Re: Três Vassouras

Post by Gabione »

A rua estava realmente congelando, Gabi não via a hora de entrar em algum lugar e tomar algo quente para esquentar.
sarah passou na Zonkos antes de seguirem, mas foi rápida, coisa que Gabi agradeceu mentalmente.

O 3 vassouras estava lotado, mas logo Sarah achou um lugar para elas ficarem e informou que ia ao banheiro.

Gabi e Audrey se acomodaram enquanto a garçonete esperava para fazer o pedido.
A loja estava bem mais quente que a rua e logo Gabi sentiu esquentar. Tirou o cachecou e a toca de lã que estava usando.

- Quero um chocolate quente, acho que a Sarah aceita um também. E você Audrey?

Esperou a amiga pedir.

Gabi estava pensando sobre o acontecimento na Dedosdemel, como podia um aluno ser sequestrado na frente da primeira ministra?
Era algo que não era concebível. Afronta demais.
A pessoa por trás disso devia estar querendo justamnete causar esse impacto, desmoralizar a ministra.

Gabi estava tão envolta em seus pensamentos que quase não notou a volta de Sarah até ela falar.

- Vocês viram a agitação na Dedos de Mel? Aqui parece tão tranquilo. Será que aquele apagão só aconteceu lá? Estou com uma sensação esquisita...

- Um aluno foi sequestrado. - falou como se estivesse comentando em alpha. - O que não me conformo é de ter sido na cara da Ministra e isso sem considerar que Hogsmead está cheia. Algo estranho está acontecendo, a começar que não deviamos estar aqui. Somos primeiro anistas, o ano mal começou, mandaram a gente pra cá por algum motivo estranho... - refletiu. - Não acho que nos mandaram pra cá a toa, tem algo muito sério por trás disso.

Os pedidos chegaram e Gabi parou para beber seu chocolate quente, logo tirou também a luva que usava, sentiu um choque térmico invadir seu corpo e esquentar inteiro.
Ficou olhando as meninas da grinfinória, pareciam se divertir ali. Pareciam brincar de verdade ou desafio, coisa do tipo.
Essa brincadeira sempre fora perigosa, Gabi sempre pedia desafio quando brincava... as verdades nem sempre são bem vistas.
Sentiu falta de um colega de sala, onde estaria Kim agora?
Ela gostava dele e de certa forma, ele fazia parte do 'grupo' que estava formando.
- Puxa, onde será que está o Kim?

Off: Claro, vamos conversar com todos! \o/
Image
User avatar
Audrey Potter
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
Posts: 271
Joined: 22/04/08, 15:31
Sexo: Feminino
Estado: RS
Casa: Lufa-lufa
Facebook: https://www.facebook.com/Pinheiroaudrey
Micro Blog: http://twitter.com/#!/Audy_Pinheiroo
Location: ♫..No Mundo Da Imaginação ..
Contact:

Re: Três Vassouras

Post by Audrey Potter »

O frio realmente estava encomodando mas a ida até o 3 vassouras deu um pouco de tranquilidade e fez esquecer um pouco o frio. Sarah parou rapidamente na Zonkos.
Gabi e eu esperamos do lado de fora
-Gabi, será que será um aboa ideia mexer mais nesse assunto por hoje?..quer dizer..acho que deveriamos deixar a cabeça esfriar, não que o Daniel não seja importante, mas realmente estou preocupada com a Sarah -fiquei encarando a Gabi esperando alguma resposta que pudesse acalmar meus pensamentos, na verdade não sabia como poderia ajudá-la.

Seguimos para o 3 vassouras que estava lotado e quente. Logo que entramos Sarah achou um lugar que pudesemos sentar -
Vou aqui ao banheiro e já volto. Peçam qualquer coisa para mim.


- Ok, pediremos chocolate quente para você.

ficamos esperando os 3 chocolates quentes em silêncio
*algo está errado*

- Vocês viram a agitação na Dedos de Mel? Aqui parece tão tranquilo. Será que aquele apagão só aconteceu lá? Estou com uma sensação esquisita...

- Um aluno foi sequestrado. O que não me conformo é de ter sido na cara da Ministra e isso sem considerar que Hogsmead está cheia. Algo estranho está acontecendo, a começar que não deviamos estar aqui. Somos primeiro anistas, o ano mal começou, mandaram a gente pra cá por algum motivo estranho... Não acho que nos mandaram pra cá a toa, tem algo muito sério por trás disso.


- Sério meninas? Olha realmente acho estranho a nossa visita a Hogsmeade hoje. Antes de encontrar vocês eu estava andado, olhando as lojas e tudo sabe..-parei ao lembrar aquela mulher-e uma mulher muito estranha estava na rua e esbarrou em mim, mas não parecia aluna ou só uma visitante, ela tinha lgo a mais que não soube identificar.

Os chocolates quentes estavam sendo bem aproveitados, Gabi já parecia ter se esquentado. Sarah ainda mantinha uma cara de choro escondido.

- Puxa, onde será que está o Kim?

- é..faz tempo que não encontro com ele.

OFF: troqueii o cinza pela azul, assim ficou melhoor?
gnt nunca acerto o verde dos meus pensamentos >.<
meninas desculpa se o post não ficou bom, estou numa correria..
too indo pro curso..beijão
RPG
NarraçãoFalaPensamentosOutrosOFF


Audrey Jessy Pilrres
-------------------------------------------------------------------------------------
Caso da Hannah
Filhota da Cacáudia
Filhada da Bloc
Maninha do Rodrigues
Tia da Maay
Amorziin do Tom

Image
Antiga - ♥Lilian Potter♥
Kimdin
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
Posts: 2030
Joined: 22/06/07, 11:21
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa
Facebook: http://www.orkut.com.br/Main#Profile.as ... 8668559763
Last.fm: http://www.lastfm.com.br/user/kim_sama
Blog: @Kim_sandwich
Location: No mundo Surreal da BabyDoll *-*

Re: Três Vassouras

Post by Kimdin »

Kim estava caminhando para o Três vassouras, esperava qure encontrasse alguem conhecido pois queria ve-los,ele sempre era afetivo com os amigos, adorava uma amizade, e faria tudo por ela, como um bom e velho lufano, estando junto com Raina, Kim puxava assunto com ela, perguntando nome, aonde mora, quem era seus pais, e essas coisas que todas as pessoas perguntam quando conhece alguem, sendo sempre receptivo com as pessoas, Kim vazia amizades facil, apesar da aparencia esquisita. Ao entrar no três vassouras, Kim avista seus amigos, que no momento estavam ja sentados fazendo seus respectivos pedidos, ao avistar Sarah, Kim levou um chock, não sabera por que isso aconteceu, mais ignorou o fato e foi ao encontro deles, La estavam Sarah ,Gabi e Audrey. Indo ao encontro delas, Kim estava ficando cansado, com a pulsação acelerada, com as mãos tremulas, frias e suadas; Não era a primeira vez que isso acontecerá, mais nesse momento era diferente, ele estava com um pressentimento ruim, estava quase desmaiando.
Ao chegar na mesa das garotas, Kim deu um breve sorriso, tentou sentar, mais sua tremedeira não deixava, ficou de frente para Sarah, não saberá por que, só que naquele momento era necessario, ele estava muito tremulo, se encostou sobre a mesa com as duas mãos, começará a chorar , mais não qualquer choro, ele estava lacrimejando, não conseguirá dominar mais sua mente, flashes de Sarah vinha em sua mente, ele acabará de começar uma de suas primeiras visões. Começou a falar em uma voz séria, e seu olhar fixo em um ponto na parede de pedras desgastadas do local.

visão:
Sarah estava na torre de astronomia, em uma noite calorosa, estava com vestes aleatórias, olhando o céu estrelado pelo parapeito da janela da torre, estava muito feliz, quando atraz dela a porta se abre, era Daniel que acabará de entrar na torre, Sarah olha para Daniel, e vai ao seu encontro, ansiosa ela pega na mão dele.
Repentinamente Daniel da um beijo em Sarah.


Ao terminar a visão, Kim cairá no chão, estava se tremendo e não estava em sí.

Kim desmaiou.


Mas não faz sentindo falar com pessoas que têm um lar, elas não têm ideia de como é procurar segurança em outras pessoas, procurar um lar onde você possa descansar a cabeça.

Image

Toda noite eu costumava rezar para achar pessoas como eu - e finalmente achei - na estrada. Não tínhamos nada a perder, nada a ganhar, nada que desejássemos mais - exceto transformar nossas vidas em uma obra de arte.Viva rápido. Morra jovem. Seja selvagem. E se divirta.
User avatar
Rah ~
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
Posts: 1062
Joined: 24/10/04, 21:24
Sexo: Feminino
Estado: RJ
Casa: Grifinória

Re: Três Vassouras

Post by Rah ~ »

    Depois da ida a Ala Hospitalar, Sophie se sentia bem melhor, mas não queria ficar no castelo. Passou em seu dormitório e colocou vestes menos chamativas e arrumou seu cabelo de modo que ficasse melhor do que antes... Viu que Sky não estava em seu puleiro, deveria estar caçando algo do lado de fora do castelo.

    Ela se apressou para logo sair do castelo e respirar um pouco de ar puro.
    Resolveu ir à Hogsmeade. Estava até bem movimentado o vilarejo. Olhou os Três Vassouras e logo entrou. Não queria beber mais ou então iria morrer de tanto álcool num período de tempo curto.

    -Um Chá de Hortelã...

    Não demorou muito até o garçom entregar a xícara com o liquído dentro. Ela observou antes de tomar o primeiro gole. Ainda estava pensando no que tinha acontecido nos ultimos dias... Estava tudo diferente.
    Ela tinha um olhar sério e até um pouco preocupado. Tinha que voltar para Grecia... Resolver tudo o que deixara pendente...




off: póst lixoso mas a pressa é inimiga da perfeição uu'
User avatar
Gui M.
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
Posts: 880
Joined: 06/12/06, 13:39
Sexo: Masculino
Estado: MG
Casa: Sonserina
Facebook: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?ui ... 08609&rl=t
Location: Vahalla, oh oh oh!

Re: Três Vassouras

Post by Gui M. »

    Não mais divagações desnecessárias, preocupações com sentimentos alheios, ou maquinaria maquiavélica para engrenar qualquer tipo de plano que habitava as profundezas da sua mente. Daria um tempo; já há muito merecido, mas só agora valorizado. Fracasso parcial na floresta, outra noite sem conhecer o que é o verdadeiro sono – a palavra tornava-se cada mais distante do seu atual vocabulário – e uma passagem não menos estranha e perturbadora em seus próprios aposentos.

    Se a princípio reclamou aos ventos a falta de destreza diante da ameaça contra a sua vida e, posteriormente, a um arrombo inesperado dentro dos seus cômodos para um resgate tão falso como as palavras da professora que as proferiu, agora dava graças pela pausa que teria na rotina de imensuráveis loucuras a que estava dispondo, nos últimos dias. Parecia que, pelo primeiro vez em muito tempo, enfim, respirava com tranquilidade. Respirava...

    Nunca tencionou em admirar a velha e cada vez mais desgastada vila de Hogsmeade, mas, ao passo que andava pelas ruas estreitas e geometricamente projetadas – apesar da paisagem parecer um tanto quanto rústica – suspirava com a possibilidade de desbravar um território além daquele que limitava-se pelos terrenos do castelo de Hogwarts. Alunos, igualmente aliviados e também surpresos com a quebra da metódica agenda, brotavam de todos os lugares aos quais eram humanamente possíveis encaixarem-se: lojas, docerias, ruelas paralelas, bares...

    Sequer fazia menção de desviar o olhar para qualquer outro ângulo que não fosse aquele que dispunha-se na frente exata de seus olhos. Sentiu os murmúrios ascendentes de alguns alunos, assim como uma leve alterada da trajetória de alguns. Menos mal; não estava nem um pouco interessado em contatos sociais, naquele momento, muito menos com seus estudantes. A não ser que, viesse a encontrar alguns dos jovens que foram abundantemente citados por Ariel durante toda a extensão do dia. Bem, pensando melhor, não queria manter relações com nenhum ser pensante, a priori.

    Só por algumas horas. Sozinho.

    E então veio um certo apagão, advindo de um estabelecimento qualquer ao lado. Misteriosamente, ignorou toda a confusão. Apenas lançou um olhar indiferente para o desespero de alguns bruxos mirins que saíam aos tropeços para as calçadas já saturadas da vila. Continuou com a velocidade que mantinha em sua trajetória, passando pelo furor recém causado. O que quer que fosse, não se preocuparia, agora. Tinha outros planos. Ou melhor, retificando: não tinha nenhum, nada; qualquer ideia em sua mente, que fosse. Simplesmente o vácuo inóspito e deprimente.

    O Três Vassouras. Primeiro lugar de Londres que pisara, depois de anos escondido e vivendo como um nômade sem nome. Enquanto os seus pés agiam por conta própria, levando-o para o indefinido, veio-lhe, então, um ínfimo feixe de luz. Qual seria o problema, afinal, em ali frequentar? Beberia, até que pudesse ter a sua memória finalmente apagada. Cambalearia pelas ruas, sem destino, cantarolando cantigas de sua terra natal. Abstrair. Sair daquele ambiente que, definitivamente, jamais poderia ser o seu.

    Se pensasse que todos tiveram aquela ideia libertária ao mesmo tempo, não julgaria como mentira. Estava ligeiramente cheio; crianças, em sua maioria, felizes com sabe-se lá o que. Brilhos psicóticos infeccionaram os seus olhos ao vê-lo; o pequeno, a miniatura que quase lhe custara a vida, alguns poucos minutos atrás. Um passo decidido. Ele o levaria. Estacionou. Então, os cantos de seus olhos fizeram com que mudasse o caminho, mais uma vez. Lá estava, ao longe, mais um destino.


    “Corrija-me se estiver errado, mas isto é chá? Chá? Digamos que isso não é algo muito comum, comparado com o seu ser interior, ou, então, eu me confundi de pessoa e estou agora conversando apenas palavras sem sentido com uma desconhecida... Espero que não.”

    Puxou uma cadeira próxima e sentou-se à frente da jovem professora, contemplando-a com um semblante estranhamente tranquilo. Por fim, conseguiu esboçar um sorriso, oriundo da falha tentativa de causar uma comicidade com as suas últimas palavras. Mas, apeguem-se nesse detalhe: abriu o típico riso, de fato, mas, contrariando tudo o que já havia feito, deu-lhe através de uma espontaneidade simples e ingênua; algo amigável.

    Deveras esquisito.
. Come into the light
Let me show you how we stay alive.


Image

*
User avatar
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
Posts: 98
Joined: 01/05/10, 17:36
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Três Vassouras

Post by Sarah Burton »

Sarah tinha acabado de voltar do banheiro e perguntado sobre o estranho breu da Dedos de Mel. Gabi foi a primeira a responder, embora parecesse estar falando mais consigo mesma do que com as outras duas.

- Um aluno foi sequestrado.

- O que?????

Seus pensamentos foram logo para Daniel, mas aquilo seria impossível porque ela mesma estava com ele. Gabi continuou falando.

- O que não me conformo é de ter sido na cara da Ministra e isso sem considerar que Hogsmead está cheia. Algo estranho está acontecendo, a começar que não deviamos estar aqui. Somos primeiro anistas, o ano mal começou, mandaram a gente pra cá por algum motivo estranho... Não acho que nos mandaram pra cá a toa, tem algo muito sério por trás disso.

Os pedidos chegaram e Sarah mal tocou no seu. Estava de boca aberta, em choque, sem saber o que pensar. Muito do que Gabi falava fazia sentido. Por que ela mesma não tinha pensado nessas coisas? Claro, com a cabeça em um menino, como poderia ser racional? Estava se tornando tão estúpida...

- Sério meninas? Olha realmente acho estranho a nossa visita a Hogsmeade hoje. Antes de encontrar vocês eu estava andado, olhando as lojas e tudo sabe... e uma mulher muito estranha estava na rua e esbarrou em mim, mas não parecia aluna ou só uma visitante, ela tinha lgo a mais que não soube identificar.

- Vocês estão certíssimas. Tem alguma coisa estranha acontecendo mesmo. Me disseram que Hogsmeade só era privilégio de quem tinha 13 anos por tradição. Eu nem pensei direito nisso. Um sequestro! Nossa, deve ser terrível. Imagina quando os pais souberem? Mas Gabi, quem foi sequestrado? Você sabe?

Sarah tomou um gole do chocolate quente. Aquilo reanimou seu espírito e acalmou seu coração, embora seu rosto ainda estivesse meio inchado pelo choro. Queria tanto conhecer um feitiço pra sumir com aquela cara, mas por hora só tinha chocolate e chocolate sempre fazia bem.

- Puxa, onde será que está o Kim?

- é..faz tempo que não encontro com ele


Antes mesmo de Sarah concordar com as outras duas, ouviu a sineta tocar. Seu coração disparou e se engasgou quando viu um garoto entrar. Mas era apenas o Kim e abriu um grande sorriso de alívio e de alegria por ver o amigo.

- Hey, Kim! Estamos aqui.

Parecia que o garoto estava acompanhado, mas Sarah não viu por quem. O garoto veio andando e Sarah notou que tinha alguma coisa estranha acontecendo com ele. Estaria passando mal?

- Meninas, acho que o Kim não está se sentindo bem - comentou.

Sarah se levantou para dar a cadeira mais próxima para o amigo, que estava meio pálido, mas ele sequer sentou. Ficou ali, de frente para ela, encarando-a, mas parecia nem olhar pra ela. Botou as duas mãos na mesa e começou a chorar. Aquilo foi deixando Sarah muito aflita.

- Kim?? Kim, você está bem??

Colocou uma mão no ombro do garoto. Ele tremia. De repente começou a falar com uma voz séria que nem parecia a dele.

Sarah estava na torre de astronomia, em uma noite calorosa, estava com vestes aleatórias, olhando o céu estrelado pelo parapeito da janela da torre, estava muito feliz, quando atraz dela a porta se abre, era Daniel que acabará de entrar na torre, Sarah olha para Daniel, e vai ao seu encontro, ansiosa ela pega na mão dele.
Repentinamente Daniel da um beijo em Sarah.


No instante em que terminou de falar, caiu no chão e começou a se tremer, desmaiando e não se movendo em seguida. Sarah tentou se mover. Sarah tentou segurar o amigo e não deixá-lo cair. Sarah tentou falar, mas não conseguia. Estava em choque encarando o colega no chão. Sentiu que outras pessoas o ajudavam, mas ela era incapaz.

*Que tipo de brincadeira sem graça é essa????* pensou, sentindo seu pulso fechar, com raiva.

Lágrimas teimosas brotaram de seu rosto. Não estava entendendo nada e aquilo a deixava tão confusa.

*Por que o Kim fez isso?? Por que ele brincaria assim comigo?? Por que as coisas estão acontecendo comigo???*

Em choque, com raiva e em silêncio, Sarah olhava os outros ajudarem o amigo lufo, incapaz de fazer qualquer coisa. Ela queria ajudar, mas sua mente e seu corpo não obedeciam. Kim não seria capaz de uma brincadeira daquelas. Então... o que estava acontecendo?

off: O.O Sarah primeira vítima das visões do kim!
off2: kim, eu tinha combinado com o Daniel que ele não ia ouvir a profecia. Então não comentem com ele, tá? Podem dizer que foi de Sarah, menos o conteúdo.
off3: deixei o kim cair, tadinho u.u
off4: foi mau a demora. E Audrey, ficou melhor sim :mrgreen:
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off
ImageImageImageImage
Image
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
Bru Evans
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
Posts: 616
Joined: 13/10/08, 13:02
Sexo: Feminino
Estado: PR
Casa: Grifinória
Facebook: I Love Little London *_*
Blog: http://www.formspring.me/5QueenB
Micro Blog: http://twitter.com/BlogBonequinha
Location: Little Hearthfordshire
Contact:

Re: Três Vassouras

Post by Bru Evans »

Bru estava pensando sériamente em como desafiaria Emmeline.

A amiga a havia matado de vergonha com o desafio de cantar em um palco. Ainda mais em Pub movimentado como o 3 vassouras sempre é.
Ela queria deixar a brincadeira continuar no mesmo nivel... ou mais.



- Vamos lá amiga, me desafie!

- Eu desafiarei... - bru respondeu antes de rir

Hm... o que será que eu pedirei?


Bru começara a olhar em volta. Avaliando o local, as pessoas e o Pub em geral. Seus olhos se fixaram num grupo de garotas agitadas que a pouco tempo haviam entrado no Bar. Bom isso podia ser interessante...

Seus olhos se iluminaram...

- Bom, Emme você está vendo aquelas meninas ali?

- Desafio você a ir até elas, escolher alguma delas e começar a falar com ela como se a conhecesse desde.. ah, desde sempre!

- É isso ou virar uma cerveja amanteigada. E ai? O que vai ser?
Monitora Cerejinha da Griffa


Image

Quase pai: Cláudia
Manas:Sugar,Pry,Di_Lua
Prima:Jca
Gêmula: *Emme V. Lupin*

Aconselhadalhazada do Kim

Image
porque algumas amizades são pra sempre


Hott cousins​​. Best creation of Merlin * _*
User avatar
Rah ~
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
Posts: 1062
Joined: 24/10/04, 21:24
Sexo: Feminino
Estado: RJ
Casa: Grifinória

Re: Três Vassouras

Post by Rah ~ »

    Os Três Vassouras mudara um tanto desde a ultima vez que estivera ali. Antes um lugar um tanto tranqüilo apenas com alguns bêbados, mas nada que não fosse incomum para o lugar, mas agora havia algo de novo ali. Sophie tomava calmamente seu chá ao mesmo tempo em que passava seus olhos pelo local que, estranhamente, estava com certa quantidade de crianças barulhentas e bagunceiras. Procurou não se meter, sabia que eram alunos, mas algo que a professora não queria era se estressar com isso, pelo menos não agora.

    Seu chá estava realmente saboroso, era bom sentir o sabor doce de uma bebida quente e saudável depois de uma dose exagerada de whisky. Em sua mente havia um conflito entre algo que desconhecia, um lado abominava suas atitudes das ultimas horas enquanto a outra queria sair sem rumo esquecendo-se da sua própria identidade. Talvez fosse isso que Sophie precisasse. Novas experiências, atitudes e conceitos? Queria tirar o peso em seu interior, um peso que desconhecia o motivo, mas sabia que havia algo... Algo a incomodava.

    Os olhos da professora só pararam de observar o local, quando uma movimentação na cadeira à sua frente à fez parar e ver o individuo que sem permissão sentara na mesma mesa em que estava. Ficou imóvel por alguns instantes. Pensou se aquilo tudo tinha algum significado ou resposta devido aos seus pensamentos. Isso a assustou por alguns segundos. Encarou Ariel por alguns instantes. O sorriso no rosto do homem era algo que despertava curiosidade na jovem.

    Ela se lembrou das ultimas vezes que o encontrara. Uma delas, o acusara e o atacara por trás, a outra um tanto revoltante, na qual acordara depois de um desmaio nos aposentos do mesmo e este tentando... Enfim. Não havia motivos para aquele sorriso terrivelmente encantador, isso a deixou um pouco irritada. Não gostava de admitir, mas ele mexia com os nervos da professora.


    - Sim... É chá. E quem é você para saber do meu ser interior Sr. Ruthven? O meu ser pode ser mais confuso do que imagina...

    Ela colocou a xícara em cima da mesa e cruzando os braços devolveu o mesmo sorriso que ele demonstrava em seu semblante. Ela se sentia estranhamente diferente estando perto dele, como se algo quisesse tomar conta de sua lucidez e tomar o controle de tudo. Estranho não? Aquilo era assustador, ainda mais agora, ela se sentia vulnerável a tudo e a todos graças ao roubo do seu bem mais preciso.

    - O que faz aqui? Como tem essa coragem de chegar e vir falar comigo depois do que fez Sr. Ruthven? Não me esqueci da ultima vez que lhe vi...

    Havia certo tom em sua voz que não sabia identificar. Era algo meio irônico e atrevido. Sua face passava uma áurea calma e com um toque de mistério. Ela mesma não entendia ou sabia que queria... Ou será que não mesmo? Uma voz dentro de si dizia o que deveria fazer sair logo dali antes que arrumasse mais confusão. Mas havia outra voz, uma que Sophie ultimamente havia seguindo, e ela dizia para ficar e ver como essa historia iria terminar...

    Se é que iria terminar por ali.
User avatar
Emmeline Lupin
Chefe Gemialidades Weasley
Chefe Gemialidades Weasley
Posts: 739
Joined: 04/01/09, 07:42
Sexo: Feminino
Estado: RJ
Casa: Grifinória

Re: Três Vassouras

Post by Emmeline Lupin »

Emmeline estava receosa do que a amiga poderia pedir. Olhou em volta, o pub começou a ficar mais movimentado. Mas muitos pareciam preocupados e nervosos.

- Eu desafiarei... - bru respondeu antes de rir

Acompanhei o olhar de Bru até ele cair sobre um grupo de garotas que haviam entrado no pub alguns minutos antes.

"O que será que ela vai pedir?"

- Bom, Emme você está vendo aquelas meninas ali?
Desafio você a ir até elas, escolher alguma delas e começar a falar com ela como se a conhecesse desde.. ah, desde sempre!

- É isso ou virar uma cerveja amanteigada. E ai? O que vai ser?


- Vou virar uma cerveja amanteigada amiga. Aquele grupo está sério demais. Alguma coisa deve ter acontecido. Prefiro não me intrometer.

Assim Emmeline o fez.

- Bom agora é minha vez de perguntar.
- Emmeline falou pensativa. - Qual foi a pior coisa que já te aconteceu em Hogwarts?
~Chefe da Gemialidades Weasley~
Sugestões, dúvidas, reclamações ou jogar conversa fora ~ mp-me


Image



Gêmula: Bru Evans
Filha: May WP
Filho: Rodrigo I
User avatar
Raven
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
Posts: 1032
Joined: 03/07/06, 20:51
Sexo: Feminino
Estado: MG
Casa: Corvinal
Location: Plutão

Re: Três Vassouras

Post by Raven »

<<|
    E quando o dia não podia ficar mais estranho, o lufano se revela algo que jamais teria imaginado...

    Maaas, vamos a uma coisa de cada vez, sim? Para a surpresa de Raina, seus três convidados resolveram segui-la, ainda que Daniel parecesse um pouco hesitante em fazê-lo e Morgana, como em tão pouco tempo já aprendera a esperar da garota, deixou claro que não tinha qualquer razão yey, companhia para fazê-lo. Deixar Daniel, confiar, continuar o que haviam começado... Claro, claro.

    Se tivesse de chutar, Raina diria que a menina estava entediada.

    Daniel parecia perturbado por alguma razão, e pela forma que ele a olhava Raina supôs, ainda que por apenas um segundo, que ele a reconhecera – não era o caso, como logo constatou. O que quer que fosse, daquela vez, não tinha nada a ver com ela... O que não mudava o fato que, uma vez tendo sua companhia, ela não estava certa se queria que ele tivesse aceitado e, mais ainda, de como exatamente deveria lidar com ele.

    Era uma chance única de acertar as coisas com ele, isso de não ser reconhecida, mas, por outro lado, isso não eliminaria todas suas chances de fazê-lo se ele eventualmente descobrisse quem ela era? Além de, bem, todo o resto, ele ainda poderia se irritar por ter sido enganado.

    Forçou sua atenção a migrar, lentamente, de Daniel para Morgana, procurando algo em que pensar que não tornasse toda sua linguagem corporal hesitante e suspeita – algo lhe dizia que conversar com a menina tinha potencial para ser tão interessante quanto brigar com ela; e não era como se tivesse qualquer pessoa com quem andar, no momento, que realmente parecesse ter idade o bastante para estar saltitando por aí consigo. Alguém que avançava contra quem terminara de roubar sua varinha era, no mínimo, muito corajosa, muito impulsiva ou uma idiota completa; todas as opções capazes de entretê-la quase igualmente, embora dificilmente as considerasse boas características.

    Quando notou que a menina parecia interagir até amigavelmente com Daniel, no entanto, ela deixou de lado seu interesse em conversar com ela, deixando a dupla um pouco para trás e dedicando-se totalmente a seu convidado inicial, que logo descobriu que se chamava Kim e era tão capaz de ver o humor em duas pessoas com o cabelo de cor esquisita andando juntas quanto ela, conforme alguns olhares se voltavam na direção deles... Inclusive o de Zaphyra, por outras razões, que ela fingiu não notar.

    Embora suas respostas fossem vagas, ela percebeu que, com aquele disfarce de si mesma, podia falar toda a verdade tranquilamente, e a naturalidade com que tudo seguia, dessa forma, pareceu encorajar o menino, de forma que antes mesmo que alcançassem o Três Vassouras ele já sabia mais sobre aquela Raina de vinte e poucos anos do que mesmo Gabriella devia, visto que o que aproximara as duas, no fim das contas, havia sido a escuridão com a qual eram familiares – e à qual haviam dado as costas.

    Apenas quando Raina e Kim chegaram a seu destino foi que ela se viu novamente em uma situação em que teria de aprender como se dirigir a Daniel, quando Kim logo viu algumas garotas em uma mesa e se dirigiu a elas com um ar de quem as conhecia bem. A bruxa parou junto à porta, cruzando os braços enquanto olhava para trás e esperava por Daniel e Morgana, mantendo uma meia distância entre seus três companheiros.

    Um som que destoava do comum daquele lugar atraiu sua atenção, repentinamente, e quando voltou seu olhar para Kim, o descobriu apoiado na mesa de suas amigas com ambas as mãos; ainda que só o visse de costas, ele parecia chorar mas não como se... O que quer que estivesse acontecendo com ele, não era algo normal, e isso ela mais sentia do que via. Sem ligar muito para Daniel e Morgana – não mais, pelo menos – se aproximou da mesa, a princípio cautelosamente, tentando sondar a situação, mas logo quebrando seus passos com uma meia corrida quando se deu conta do que acontecia.

    Se tivesse uma varinha, teria a usado para aliviar a queda do garoto – não tendo, o viu cair com um baque surdo, doloroso, e inconscientemente olhou para Morgana quando a menina chegou à porta, franzindo a testa como em um ‘Tá vendo? Culpa sua por não me emprestar a varinha’ mudo, antes de se abaixar ao lado do garoto, segurando seu braço enquanto ele tremia de um jeito meio inútil enquanto pensava no que fazer.

    Sem varinha e sem que os dois professores junto ao balcão parecessem dar a mínima para os eventos logo ali ao lado, Raina não conseguia pensar, realmente, em grande variedade de planos de ação. Ainda que desacordado, o menino parecia perturbado, de forma que ela se debruçou sobre ele, ignorando a atenção que o que quer que ele fizera atraíra enquanto abria sua mente, cuidadosamente, para a dele e...

    Um sonoro palavrão, seguido por um “malditos profetas!” escapou de seus lábios apenas um segundo depois, quando se afastou do garoto instintivamente, a sensação de tentar afetar a mente de Kim produzindo uma sensação bastante similar à de, digamos, tentar passar por uma roleta que esta girando descontroladamente. Suspirou, se recompondo rapidamente enquanto olhava em volta, logo notando o olhar fixo, quase atordoado, da menina na cadeira mais próxima.

    O alvo da visão junto de... Daniel? Aquele Daniel? Apesar da situação, sorriu automaticamente, logo disfarçando e se pondo de pé ao notar que outras pessoas pareciam estar tentando auxiliar Kim também. Deu um tapa de leve no braço da menina, a despertando de seu choque antes de lhe dirigir a palavra “Saia logo dessa cadeira, vamos. O menino vai ficar bem, mas não é como se fosse muito gentil de nossa parte deixá-lo no chão, assim, ou como se alguém conseguisse levar alguém que cresceu tão precocemente muito longe. Xô.”

    Enxotou a menina com um gesto acompanhado da última palavra, indo até o balcão enquanto deixava que outros se encarregassem de acomodar Kim melhor. Parou ao lado dos dois professores que notara anteriormente, reconhecendo um deles como o seqüestrador de Davids e a outra como a mulher embriagada que Zaphyra ajudara. Estreitou os olhos, considerando se deveria ou não fazer algum comentário acerca do total desprezo deles, mas terminou por morder a língua, no lugar virando-se para a mulher do outro lado do balcão.

    “Uma mala que pedi que guardasse para mim enquanto eu ia ao castelo...?” A mulher respondeu com um aceno rápido da cabeça, lançando um olhar à pequena movimentação em um dos cantos do estabelecimento antes de passar-lhe o volume com um ar de urgência... Apenas para assumir uma expressão curiosa quando Raina completou, tranquilamente “Hm, e mande algumas bebidas para aquela mesa, também, pode ser? Whisky de fogo para mim, mais do que quer que já estivessem tomando por lá para o restante.”

    Arrastou a mala leve até a mesa, a largando aos pés da cadeira com o menino desacordado e a abrindo despreocupadamente. Revirou uns poucos pertences à fim de remover o que parecia ser um pedaço de pano enrolado, uma garrafinha com um ar improvisado e não tão medicinal assim e um pequeno objeto trouxa retangular. Colocou esse último no ouvido, o segurando com o ombro enquanto se punha de pé novamente e falava baixinho, as mãos ocupadas em desenrolar o pano que envolvia outro dos itens.

    “Gaby, Três Vassouras, agora. Traga minha varinha. E venha rápido, porque você vai querer me matar pelo que estou prestes a fazer.”

    Desligou antes que a curandeira pudesse responder, abrindo a mala um pouco com o pé e jogando o objeto em seu interior novamente antes de terminar de desenrolar o pano. Uma pequena esfera de algo que parecia madeira estava em seu interior, e o mau cheiro do que quer que fosse aquilo impregnou o ar ao redor no segundo em que estava livre. Tapando o nariz com a mão livre, enfiou a pequena esfera sob as narinas do garoto, a afastando imediatamente quando ele acordou, sobressaltado e parecendo confuso. Entregou-lhe a garrafinha rapidamente, a empurrando rumo à sua boca para que entendesse o que fazer “Beba pouco; vai atordoar seus sentidos físicos e mágicos o bastante para a confusão em sua cabeça vai passar... Mas não queremos você delirando por outras razões, hm? Então, depois que estiver melhor, posso terminar de retribuir o favor por me salvar e te explicar o que diabos acabou de acontecer.”

    Se afastou para dar ao garoto um pouco de espaço, por fim respirando fundo, ao mesmo tempo em que as bebidas chegavam. Apanhou a sua, olhando, então, para Morgana “Confiando em mim ou não, tem que admitir que não consegue ficar entediada ao meu lado. Quer um pouco?” Perguntou, com um sorriso, enquanto estendia seu copo na direção da menina, sem dar muita bola para o que o resto da galerinha fazia à sua volta.


Trash e grande.
Vcs não merecem x_x

~chama gaby para resgatar =X

E só agora notei o quanto menciono Zaphyra nos posts onde ela n tem NADA a ver.
Deve ser amor.
~caça Sheu no msn pra se declarar
Image

.
User avatar
Morgana Flamel
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
Posts: 343
Joined: 03/07/08, 17:02
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Sonserina
Location: Em um certo aposento nas masmorras...

Re: Três Vassouras

Post by Morgana Flamel »

Spoiler
Narração: *...*
Fala: - ...
Fala de outros: - ...
Pensamento: "..."



*Enquanto Raina andava mais a frente com o garoto que a salvara, Morgana caminhava mais lentamente ao lado de Daniel, notara o quanto ele estava quieto, o puxando pelo ombro com sua mão enfaixada, fala*

- Ei... O que está acontecendo, você está tão quietinho... Não queria ter vindo...?

*eles continuavam andando e a sonserina deu uma olhada pelo local, até que era uma vila simpática, seu olhando para a frente, viu que Raina e o garoto conversavam e em um determinado momento pararam na porta de um estabelecimento, Morgana concluiu que deveria ser o tal Três Vassouras. Ela mal chegou à porta e se deparou com uma situação no mínimo estranha - aliás, era o que mais acontecia ali - Morgana viu Raina correndo em direção ao garoto que caia, ela a olhou com uma cara brava, como se a sonserina tivesse alguma culpa... Apressadamente Morgana se dirigiu para eles e viu o quanto o garoto tremia e não entendia o que Raina estava fazendo, irritada com o pessoal que só via e nada fazia e notando que a própria Raina estava perdida e não sabia o que fazer primeiro, a francesa tomou a dianteira*

- Gente calma, se afastem *ela disse de forma calma e com um floreio de sua varinha, levanta o rapaz e vendo que Raina fez uma menina desocupar uma cadeira o coloca nela* Vamos, segurem ele para não cair novamente... *com calma se afasta para deixar os amigos cuidar dele*

*Foi o tempo de ver Raina ir até o balcão falar alguma coisa e voltar com uma mala que ela revirou para pegar algo que para sua surpresa era um telefone que os trouxas usavam e falando nele, ela pegou mais alguma coisa que cheirava muito mal por sinal e com isso acordou o rapaz e ainda por cima o fez beber alguma coisa que pelo visto não era nada boa.... Ela definitivamente era louco, só podia ser... Algumas bebidas haviam chegado e Raina olhou para Morgana*

- Confiando em mim ou não, tem que admitir que não consegue ficar entediada ao meu lado. Quer um pouco? * Perguntou, com um sorriso, enquanto estendia seu copo na direção da menina*

*Rindo a sonserina fala*

- Certamente... Mas devo recusar a bebida... Não é a minha favorita... *olhando para a mesa em que o pessoal conversava com o rapaz recem acordado, divaga* É... E depois meu irmão fala que aqui é um lugar tranquilo... Acho que enganaram ele...


________________________
Off: Vamos lá povo, interagindo!!! \o/
Image

Presente do PH ^^


Spoiler
[center]"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios, por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos". Charles Chaplim


Gêmea da Anna, irmã mais velha da Erikitxa e da Mee, Mãe do CrazinLestrange, Tia da Paulinha e Cunhas da Bety
User avatar
Gabione
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
Posts: 2610
Joined: 22/12/06, 19:56
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa
Facebook: Gaby Miglioli
Last.fm: http://www.lastfm.com.br/user/Gabione
Micro Blog: http://twitter.com/Gabione
Location: Procurando...
Contact:

Re: Três Vassouras

Post by Gabione »

Elas bebiam o chocolate quente e aquilo era o paraíso, diminuia o frio absurdamente.

Mas Gabi não se conformava ainda com o sequestro, Audrey contou algo ainda mais estranho.

- Sério meninas? Olha realmente acho estranho a nossa visita a Hogsmeade hoje. Antes de encontrar vocês eu estava andado, olhando as lojas e tudo sabe... e uma mulher muito estranha estava na rua e esbarrou em mim, mas não parecia aluna ou só uma visitante, ela tinha lgo a mais que não soube identificar.

- Que estranho Audrey. Tá tudo muito bagunçado aqui.

Então Sarah falou:

- Vocês estão certíssimas. Tem alguma coisa estranha acontecendo mesmo. Me disseram que Hogsmeade só era privilégio de quem tinha 13 anos por tradição. Eu nem pensei direito nisso. Um sequestro! Nossa, deve ser terrível. Imagina quando os pais souberem? Mas Gabi, quem foi sequestrado? Você sabe?

Depois de falar de Kim Sarah confirmou que também não tinha visto Kim há um tempo. E como se tivesse sido por mágica, ele entrou pela porta e Sarah o chamou.
- Hey, Kim! Estamos aqui.
Gabi sorriu, gostava dele, mas o garoto parecia estranho e Sarah parecia concordar com sua opinião.

- Meninas, acho que o Kim não está se sentindo bem - comentou.
- Realmente ele está bem estranho.

Ele não parecia ele! Gabi estava receosa, e Sarah mais uma vez falou o que ela pensou em dizer:

- Kim?? Kim, você está bem??

Então a voz do garoto saiu diferente do que ela estava acostumada a ouvir.

Sarah estava na torre de astronomia, em uma noite calorosa, estava com vestes aleatórias, olhando o céu estrelado pelo parapeito da janela da torre, estava muito feliz, quando atraz dela a porta se abre, era Daniel que acabará de entrar na torre, Sarah olha para Daniel, e vai ao seu encontro, ansiosa ela pega na mão dele.
Repentinamente Daniel da um beijo em Sarah.


Kim desmaiou imediatamente, tinham duas mulheres próximas que pareciam quase entediadas com a situação.
Sarah estava plácida.

Gabi não entendia, até que uma das mulheres soltou um sonoro palavrão e em seguida falou sobre profetas. Seria isso uma... profecia?

Kim estava no chão. A mesma mulher falou para que todos se afastarem e ao mesmo tempo se sentiu cutucada pela mesma para ajudar Kim.

Gabi foi ajudar a colocar Kim mais para o canto do salão e distante entre os olhaers curiosos.
Chamava Kim carinhosamente para que ele pudesse acordar. Deu uns tapinhas leves no rosto do colega pra ver se ele acordava.

"Merlin, tem como isso ficar mais estranho?"

Esperava que Kim de alguma forma respondesse aos seus chamados. Estava realmente preocupada.

Off: Não sei se foi direcionado a alguém Raven, mas decidi ir ajudar e tals! HUHAUAHU
Sorry se atrapalhei.
Image
User avatar
Gaby Lovegood
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
Posts: 799
Joined: 20/06/05, 14:55
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal
Location: voando O.o

Re: Três Vassouras

Post by Gaby Lovegood »

O cheio familiar do bar logo tomou conta de seus pulmões quando a curandeira abriu a porta do local. Familiar e nostálgico, pois fazia séculos que não ia ao 3 vassouras, e embora nada ali havia mudado, alguma coisa estava diferente, provavelmente as pessoas, que pareciam mais tensas e acuadas que o normal, e em alguns casos, mais bêbadas do que deveriam. Gabriella guardou a vassoura, e varreu com os olhos o salão do bar em busca daquela que havia solicitado sua presença, é claro que ali estavam vários professores, que deveriam estar no castelo, vasculhando em busca do problema que havia tirado todos os alunos da escola, afinal, não era por isso que todo o fuzuê tinha começado, não era isso que Zaphyra tinha dito que TINHA que ser feito!? Quem estava fazendo??
De qualquer forma, não era por isso que ela estava ali, e não estava com paciência para pensar nisso, pois havia um aluno com problemas naquele local, e alguém tinha que se importar, no caso, ela, a curandeira.
Não tardou a achar o que procurava, com uma bebida na mão e cercada por alunos. Tirou a varinha que não lhe pertencia da cabeça e atirou na mão de Raina.


- Depois eu é que não manuseio corretamente minha varinha... no meu cabelo eu pelo menos não a perco. – com uma breve passada de olho pela mesa identificou facilmente quem estava com problemas, Kim já estivera na Ala outras vezes, mas nunca tinha sido algo extremamente grave.


- O que aconteceu com ele? - Gabriella aproximou-se do garoto para examiná-lo e sentiu um forte cheiro de álcool . – E que raios ele andou bebendo?



off: u.u ficou ridiculo, a culpa é da Isa que ficou me cutucando pra posta u.u
Kimdin
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
Posts: 2030
Joined: 22/06/07, 11:21
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa
Facebook: http://www.orkut.com.br/Main#Profile.as ... 8668559763
Last.fm: http://www.lastfm.com.br/user/kim_sama
Blog: @Kim_sandwich
Location: No mundo Surreal da BabyDoll *-*

Re: Três Vassouras

Post by Kimdin »

No chão completamente jogado, tremulo e com uma expressão vazia; Assim estava Kim, não sabendo o que fazer, meio desacordado , não sabia aonde estava, porém, se recorda do que acabara de acontecer, não sabia aonde estava, via flashes de pessoas passando, perguntando sobre ele, perguntando se estava bem,não conseguia se quer abrir totalmente os olhos, estava com uma forte dor de cabeça, sentia que alguem estava lhe carregando, alguem o movendo e sentando-o. Da onde estava, dava para ver alguem assimilar com algumas caracteristicas que acabou de ver antes de entrar no três vassouras, era Raven colocando algo completamente fedorento em seu nariz, aquilo o fez lacrimejar, era algo muito ruim, nunca tiverá cheirado algo tão, mais tão fedorento assim. Kim deu uma especie de salto da cadeira, conseguira abrir totalmente os olhos, porem não enxergando quase nada, tudo embasado, mais a visão ia se adequando com o ambiente depois de alguns segundos, limpando o nariz de algo que praticamente foi enfiado em seu nariz, sem muito tempo ouviu; “Beba pouco; vai atordoar seus sentidos físicos e mágicos o bastante para a confusão em sua cabeça vai passar... Mas não queremos você delirando por outras razões, hm? Então, depois que estiver melhor, posso terminar de retribuir o favor por me salvar e te explicar o que diabos acabou de acontecer.”-Sem tempo de pensar muito, Kim deu 4 goles imensamente em algo que descia rasgando sua garganta, fez um gesto de nojo misturado com repugnancia, era algo extremamente forte, todo o pelo de seu corpo se arrepiou, nunca sentira aquilo antes, era algo ruim, nojento, porem no final arrematador. Kim estava meio zonzo , mais um pouco em si.

Quando ouviu uma voz familiar
-"Merlin, tem como isso ficar mais estranho?"-Kim ascentiu com um sorriso, estava quase gargalhando, não saberá porque, mais estava achando muita graça– E que raios ele andou bebendo?-Alguem cortou o ar exclamando essas palavras, Kim tentava ver quem era, mais não conseguia a reconhecer, indo ao encontro de Raina, meio cambaleando, Kim tentou sauda-la, como uma forma de agradecimento, porém não muito satisfatório


Mas não faz sentindo falar com pessoas que têm um lar, elas não têm ideia de como é procurar segurança em outras pessoas, procurar um lar onde você possa descansar a cabeça.

Image

Toda noite eu costumava rezar para achar pessoas como eu - e finalmente achei - na estrada. Não tínhamos nada a perder, nada a ganhar, nada que desejássemos mais - exceto transformar nossas vidas em uma obra de arte.Viva rápido. Morra jovem. Seja selvagem. E se divirta.
Locked

Return to “Arquivo de RPs”