[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4731: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4733: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4734: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4735: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
Grimmauld Place • Exibir tópico - Casa dos Gritos

Casa dos Gritos

RPs antigas? Histórias que quer rever? Subfórum destinado ao arquivamento dos tópicos de jogo do RPG. Você veio ao lugar certo!

Moderador: RPG

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor danona23 » 29/09/10, 01:17

A resposta a sua pergunta viera de um modo completamente inesperado. O mundo repentinamente havia começado a se mexer e seu corpo começou a levitar, sendo sustentado pelo que seu cérebro demorou a processar que eram braços. Antes de conseguir fazer analogias suficientes para saber que não era Lenna, uma voz grossa chegou aos seus ouvidos, próxima.

- Moça, eu sei, meu cabelo está longo demais, mas a ponto de me confundir com a sua irmã? Qual é o seu nome? Está sentindo dores, moça? - um sentimento desesperador tomou-lhe conta. Não compreendia o que a voz falava para ela.

Fechou os olhos com força e voltou a abrí-los, com mais vontade, conseguindo maior foco daquela vez. Parecia também que com isso seu cérebro começou a processar mais rapidamente do que antes. Era um homem e um sentimento de que o havia encontrado alguma vez tomou-lhe conta, apesar de ainda não conseguir lembrar-se de nada. Não conseguira conter suas expressões assustadas ao encará-lo.

- Quem é você? - conseguira pronunciar na sua língua natal.
Imagem

*~ "Desde tempos antigos, o dragão era a única besta que poderia se igualar com um tigre.

Agora eu me tornarei um dragão, para ficar ao seu lado." - Trecho retirado do anime Toradora. ~*

Propriedade e proprietária exclusiva de Perséfone Black.
Princesa Slytherin e a bebê piromaníaca da Aeres.
[/center]
Avatar do usuário
danona23
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 308
Registrado em: 02/03/10, 15:32
Cash on hand: 2,775.00
Localização: Postando idiotice na Corvinal \o/
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal


Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Hokuto » 29/09/10, 01:22

    - Quem é você? - Ela perguntou.

    Decerto a moça ainda não falava inglês com fluência. Ainda precisava pensar para montar frases o que era ruim. Pois agora era um excelente momento para treinar norueguês. Oras, por que não?

    -Calma, senhorita. - Ele falou, com tranquilidade e um sorriso. O objetivo era acalmar a moça. - Meu nome é Hokuto Umeda. E eu sou seu professor de feitiços. Acho muito indelicado para uma lady que a senhorita certamente é ignorar minha pergunta. A senhorita tem um nome?
Avatar do usuário
Hokuto
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2871
Registrado em: 12/06/08, 23:24
Cash on hand: 760.00
Sexo: Feminino
Estado: AC
Casa: Sonserina

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor danona23 » 29/09/10, 01:34

- Calma, senhorita. Meu nome é Hokuto Umeda. E eu sou seu professor de feitiços. Acho muito indelicado para uma lady que a senhorita certamente é ignorar minha pergunta. A senhorita tem um nome? - daquela vez conseguira compreender facilmente o que ele havia dito, deixando-a levemente mais relaxada.

Apesar da pergunta, primeiro seu cérebro, de novo, havia novamente travado no sobrenome dele. Por algum motivo, ele queria lembrar da onde o conhecia. Ele demonstrava um sorriso gentil e parecia preocupado. Tudo parecia tão... tão conhecido.

Demorou algum tempo para decidir que a pergunta principal do momento era seu próprio nome. Era claro, era mal-educado não se apresentar para as pessoas.

- Desculpe. - ela começara desculpando-se pela gafe anterior. - Sigrid Lavransdatter. - ela respondera, mas obviamente que demorara tanto para falar algo tão simples, que provavelmente a acharia amnésica momentaneamente. - Eu o conheço? Acho que já o vi antes, sr Umeda. - ela estreitara os olhos, ainda tentando se focar naquela lembrança. Apesar delas estarem vindo pouco a pouco.
Imagem

*~ "Desde tempos antigos, o dragão era a única besta que poderia se igualar com um tigre.

Agora eu me tornarei um dragão, para ficar ao seu lado." - Trecho retirado do anime Toradora. ~*

Propriedade e proprietária exclusiva de Perséfone Black.
Princesa Slytherin e a bebê piromaníaca da Aeres.
[/center]
Avatar do usuário
danona23
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 308
Registrado em: 02/03/10, 15:32
Cash on hand: 2,775.00
Localização: Postando idiotice na Corvinal \o/
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Hokuto » 29/09/10, 01:43

    - Desculpe. Sigrid Lavransdatter. Eu o conheço? Acho que já o vi antes, sr Umeda.

    Ela seriamente tinha sérias dificuldades de se manter consciente.

    - Srta. Lavransdatter, é um prazer revê-la. - Ele sorriu, olhando-a nos olhos e um sorriso amigável. - Sim, acho que você me viu antes. Nos seus sonhos. Naqueles mais profundos, que nem sua consciência quer revelar. - A voz era macia e masculina; o olhar, penetrante. - Ou talvez você já tenha me visto no castelo de Hogwarts. Quem sabe?

    Provoca-la era a maneira mais eficaz de mante-la consciente.

    - Posso perguntar à senhorita o que raios fazia por aqui? - Ele disse, ainda na voz macia e suave.
Avatar do usuário
Hokuto
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2871
Registrado em: 12/06/08, 23:24
Cash on hand: 760.00
Sexo: Feminino
Estado: AC
Casa: Sonserina

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor danona23 » 29/09/10, 01:58

- Srta. Lavransdatter, é um prazer revê-la. - Ele sorriu, olhando-a nos olhos e um sorriso amigável. - Sim, acho que você me viu antes. Nos seus sonhos. Naqueles mais profundos, que nem sua consciência quer revelar. - A voz era macia e masculina; o olhar, penetrante. - Ou talvez você já tenha me visto no castelo de Hogwarts. Quem sabe?

Finalmente, numa luz repentinamente, lembrara-se do Corujal, aquela confusão de gente falando cada um seu próprio assunto, até que ele havia chegado e retirado todas as atenções de suas conversas para si. Lembrava-se do grifinório que o chamara de sr Umeda e de como ele conseguira enrolar o garoto ilógico. Fora a primeira vez que pronunciara-se antes de Lenna, para perguntar-lhe o nome. Mais lembranças quando começara a explorar o castelo...

Foram informações demais vindas de uma só vez. Até o apagão na loja.

- Posso perguntar à senhorita o que raios fazia por aqui? - Ele disse, ainda na voz macia e suave.

- Iss... - ela finalmente decidira olhar para os lados, assustando-se ao encontrar-se numa casa abandonada. O que tinha acontecido com a loja? E os doces? E toda aquela gente? Onde estava Lenna? Entrou em pânico ao perceber a ausência da irmã - O-onde eu estou? Onde está minha irmã? - tentou se mover, querendo sair e procurar pela irmã, mas seu corpo continuava dolorido demais para se esforçar - O que aconteceu com a loja!? - era óbvio que começava a ficar mais desesperada conforme percebia mais onde estava e sua voz ir aumentando gradativamente de volume.
Imagem

*~ "Desde tempos antigos, o dragão era a única besta que poderia se igualar com um tigre.

Agora eu me tornarei um dragão, para ficar ao seu lado." - Trecho retirado do anime Toradora. ~*

Propriedade e proprietária exclusiva de Perséfone Black.
Princesa Slytherin e a bebê piromaníaca da Aeres.
[/center]
Avatar do usuário
danona23
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 308
Registrado em: 02/03/10, 15:32
Cash on hand: 2,775.00
Localização: Postando idiotice na Corvinal \o/
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Hokuto » 29/09/10, 02:10

    - Iss... O-onde eu estou? Onde está minha irmã? - O que aconteceu com a loja!?

    - Shiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiu. Calma, Sigrid. - Ele a abraçou, o que seria muito indevido se não fosse urgente. - Agora está tudo bem.

    Eles ficaram ali, por um tempo. Era como se ele fosse um senhor muito idoso cuidando de uma criança desesperada.

    - A senhorita está na Casa dos Gritos, em Hogsmead. - Ele disse quando finalmente a soltou do abraço. - Eu não estive aqui por todo o tempo, na verdade. Eu meio que devo pedir desculpas, porque eu tropecei na senhorita. Não foi por querer. Sua irmã está bem, na medida do possível, eu acho. Mas e a senhorita, como se sente? Do que se lembra? Converse comigo. Preciso que esteja acordada.

    Ele a olhou nos olhos:

    - A senhorita faria isto por mim, por favor? - Ele sorriu.

    Na verdade, a situação era desesperadora. Mas ele precisava manter a calma e tudo daria certo.
Avatar do usuário
Hokuto
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2871
Registrado em: 12/06/08, 23:24
Cash on hand: 760.00
Sexo: Feminino
Estado: AC
Casa: Sonserina

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor danona23 » 29/09/10, 02:46

- O QUE ACON...

Antes de pronunciar mais alguma palavra, ele havia abraçado. Sentiu lágrimas rolarem por seu rosto, antes que pudesse contê-las, suas expressões paralisadas pela reação inesperada. Agora, além da dor de seu próprio corpo, sentiu um pedaço de si mesma arrancado à força, deixando algo vazio e muito dolorido. Queria perder a consciência de novo. Queria que fosse um pesadelo. Queria que fosse qualquer coisa que não fosse realidade.

Guardou seus soluços angustiados para si mesma, mas não havia como não notá-los, apenas conseguia fazê-los menos audíveis. Quando o choque havia passado, ele finalmente a tinha soltado do abraço, começando a explanar o que ele poderia lhe informar.

- A senhorita está na Casa dos Gritos, em Hogsmead. Eu não estive aqui por todo o tempo, na verdade. Eu meio que devo pedir desculpas, porque eu tropecei na senhorita. Não foi por querer. Sua irmã está bem, na medida do possível, eu acho. Mas e a senhorita, como se sente? Do que se lembra? Converse comigo. Preciso que esteja acordada.

Não, não queria estar acordada sentindo toda aquela dor. Mas sabia, era um tipo de procedimento, lera em um livro na enorme biblioteca da mansão. Era bom ficar acordada, ela só não sabia se ela queria mesmo ficar acordada.

Como se lesse seus pensamentos, ele retornara a falar, parecendo perceber a hesitação.

- A senhorita faria isto por mim, por favor? - Ele sorrira encorajador.

Acalmou-se um pouco mais pela calma que ele demonstrava. Como se tivesse completo controle da situação. Racionalmente ela sabia que não tinha, mas iria partir para o lado emocional de que ele poderia ter o controle da situação e sentir-me menos sozinha e perdida num mundo que ela pouco conhecia. Ele falava sua língua naturalmente, ao menos.

- Tudo... bem... - ela ainda olhava para os lados, numa esperança vã de que poderia se localizar - O diretor nos mandou cartas... para irmos à... - ela pausou levemente, tentando se lembrar do nome do lugar. Ele havia acabado de falar. Não era boa em guardar nomes muito complexos. Fora difícil guardar "Hogwarts", já - ao vilarejo. - finalizara, ao perceber que sua memória não estava muito boa - Lenna e eu quase nos perdemos para achar nosso Salão Comunal, mas aquele garoto que chama Johnson, mas todos confundem com Feather, ficou nos esperando. Quando chegamos, eles nos mostraram uma loja de doces muito estranha. Quando eu e Lenna decidimos sair a luz apagou, como aconteceu no Salão Principal. - Sigrid lentamente já contava mais detalhadamente sobre o ocorrido, pois isso parecia fazê-la se concentrar em algo mais além da dor que sentia - Só me lembro de ter sentido algo no meu peito. Acordei, acredito, com você tropeçando em mim. - finalizara, havia um buraco negro de quando havia acabado a luz na loja até ali.
Imagem

*~ "Desde tempos antigos, o dragão era a única besta que poderia se igualar com um tigre.

Agora eu me tornarei um dragão, para ficar ao seu lado." - Trecho retirado do anime Toradora. ~*

Propriedade e proprietária exclusiva de Perséfone Black.
Princesa Slytherin e a bebê piromaníaca da Aeres.
[/center]
Avatar do usuário
danona23
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 308
Registrado em: 02/03/10, 15:32
Cash on hand: 2,775.00
Localização: Postando idiotice na Corvinal \o/
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Hokuto » 29/09/10, 03:08

    Diante de toda aquela explicação, Hokuto teve a conclusão mestra (insira aqui bocados generosos de ironia) de que ela era a desaparecida que causava reboliços.

    - Está tudo bem agora. Pode não parecer grandes coisas, senhorita, mas eu estou aqui. E como seu príncipe de armadura brilhante e reluzente, eu juro pela minha honra e minha vida que nada mais lhe acontecerá enquanto eu estiver por perto. Espero que seja suficiente. - Ele sorriu, calmo e divertido.

    Era claro que ele estava exagerando. Mas ela precisava de um conforto. E se sentir segura. E que podia confiar nele.

    - Senhorita, é óbvio que em seu estado é impossível caminhar. A senhorita se sentiria muito ofendida se eu a carregasse até onde estão os outros?

    Vai saber o que rola na Noruega em termos de cortesia. Quero dizer, já pensou que, se por carregar uma moça, você é obrigado a casar com ela? Era tenso!
Avatar do usuário
Hokuto
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2871
Registrado em: 12/06/08, 23:24
Cash on hand: 760.00
Sexo: Feminino
Estado: AC
Casa: Sonserina

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor danona23 » 29/09/10, 03:28

- Está tudo bem agora. Pode não parecer grandes coisas, senhorita, mas eu estou aqui. E como seu príncipe de armadura brilhante e reluzente, eu juro pela minha honra e minha vida que nada mais lhe acontecerá enquanto eu estiver por perto. Espero que seja suficiente. - Ele sorriu, calmo e divertido.

Não conseguiu conter um sorriso que transpareceu com aquelas palavras exageradas e momentaneamente esqueceu a situação em que se encontrava. Ela gostava de fantasias, mas ver na vida real era bem diferente. Era engraçado e exagerado.

- Senhorita, é óbvio que em seu estado é impossível caminhar. A senhorita se sentiria muito ofendida se eu a carregasse até onde estão os outros? - Ficou surpresa com o questionamento, não esperava uma pergunta daquelas, mas logo sentiu-se eufórica com a perspectiva de ser carregada e, sua mente já voltada pelas tantas histórias de fantasia que já havia lido, só parecia focalizar mais as tão conhecidas cenas do príncipe carregando a princesa.

- Não, sr Umeda. - respondera após passado a surpresa. Não sabia porque ele havia perguntado, mas agora iria experimentar um pouco de como se sentia alguém carregado, apesar de que não na situação que ela desejava (como se fosse ocorrer algum dia...). Pensando em situações, um pensamento divertido havia lhe passado e não se contivera ao fazer o comentário do modo mais jocoso que era possível na realidade que se encontrava - Interessante a situação em que decidiu se apresentar. Posso supor de que esta seja uma situação apropriada para o senhor? - não soube se transpareceu um pouco do seu sarcasmo, mas esperava que sim.

OFF: Mudança de planos xD
Imagem

*~ "Desde tempos antigos, o dragão era a única besta que poderia se igualar com um tigre.

Agora eu me tornarei um dragão, para ficar ao seu lado." - Trecho retirado do anime Toradora. ~*

Propriedade e proprietária exclusiva de Perséfone Black.
Princesa Slytherin e a bebê piromaníaca da Aeres.
[/center]
Avatar do usuário
danona23
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 308
Registrado em: 02/03/10, 15:32
Cash on hand: 2,775.00
Localização: Postando idiotice na Corvinal \o/
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Hokuto » 01/10/10, 01:21

    - Interessante a situação em que decidiu se apresentar. Posso supor de que esta seja uma situação apropriada para o senhor?

    Sarcasmo para uma semi-consciente? Interessante.

    - A senhorita só se sente segura em situações adequadas? - Ele respondeu de pronto com tranquilidade e um sorriso gentil. - Que pena. Minha vida é qualquer coisa, menos adequada, então eu sou obrigado a me adaptar. Logo, qualquer momento se torna adequado para o que eu bem entender.

    Hokuto ajeitou a menina nos braços e levantou com cuidado.

    - Aliás, pela sua lógica, eu poderia ficar calado? Quero dizer, então eu poderia simplesmente fazer qualquer coisa que eu quisesse? Você não saberia quem é, então não me aconteceria nada. Hum... Complicado ser honesto neste mundo... A senhorita está confortável?

    O mais curioso é que era quase como segurar um bebê segurar aquela garota.
Avatar do usuário
Hokuto
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2871
Registrado em: 12/06/08, 23:24
Cash on hand: 760.00
Sexo: Feminino
Estado: AC
Casa: Sonserina

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor danona23 » 01/10/10, 01:44

- A senhorita só se sente segura em situações adequadas? - sua resposta fora quase imediata, mas ela tinha que relevar que ela poderia dar alguma resposta imediata relevante se sua cabeça não girasse cada vez que se movia - Que pena. Minha vida é qualquer coisa, menos adequada, então eu sou obrigado a me adaptar. Logo, qualquer momento se torna adequado para o que eu bem entender.

- Não estudei muito sobre a cultura inglesa para saber o que são situações adequadas, mas, de acordo com suas afirmações, poderia supor que o oposto das situações onde encontrarei o senhor são as apropriadas para uma conversa saudável?

Quando ele a levantou do chão, o mundo que já estava instável, virou um rodamoinho que a obrigou a fechar os olhos e tentar mover a cabeça em direção ao corpo dele no intuito dela permanecer estática e apoiada em algum lugar. Não fora uma boa idéia, já que seus olhos não queriam mais abrir depois disso, mesmo que ela ainda se mantivesse precariamente acordada naquele momento.

- Aliás, pela sua lógica, eu poderia ficar calado? Quero dizer, então eu poderia simplesmente fazer qualquer coisa que eu quisesse? Você não saberia quem é, então não me aconteceria nada. Hum... Complicado ser honesto neste mundo... A senhorita está confortável?

Demorou algum tempo até compreender o que realmente ele queria dizer com aquilo. Não estava conseguindo mais ligar os pontos, a única coisa que compreendera de toda a frase fora "A senhorita está confortável?". O resto pareciam frases soltas no ar em seu cérebro que não pareciam ter qualquer relação com sua fala anterior ou com o assunto em que estavam.

- Não consigo pensar com clareza com tudo girando, talvez nossa conversa intelectual tenha de ser deixada para depois, sr Umeda. - decidira, por fim respondê-lo, antes que este começasse a achar que desfalecera por simplesmente ter sido retirada do chão, apesar de estar bem pertinho disso ocorrer - Só compreendi sua pergunta sobre se estou confortável. Na medida do possível, estou bem confortável. - continuar falando parecia ser o único jeito de não apagar e tinha medo dele não responder com rapidez suficiente para seu cérebro continuar funcionando e mantê-la acordada, pois suas palpebras não obedeciam. Não queriam mais abrir, aquelas traidoras.
Imagem

*~ "Desde tempos antigos, o dragão era a única besta que poderia se igualar com um tigre.

Agora eu me tornarei um dragão, para ficar ao seu lado." - Trecho retirado do anime Toradora. ~*

Propriedade e proprietária exclusiva de Perséfone Black.
Princesa Slytherin e a bebê piromaníaca da Aeres.
[/center]
Avatar do usuário
danona23
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 308
Registrado em: 02/03/10, 15:32
Cash on hand: 2,775.00
Localização: Postando idiotice na Corvinal \o/
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Hokuto » 01/10/10, 02:20

    - Não estudei muito sobre a cultura inglesa para saber o que são situações adequadas, mas, de acordo com suas afirmações, poderia supor que o oposto das situações onde encontrarei o senhor são as apropriadas para uma conversa saudável?

    - Acho que qualquer situação é propícia para uma conversa saudável. Desde que haja troca de experiências e risadas amistosas, não vejo porque não praticar isto em qualquer lugar. A senhorita já tentou conversar com um desconhecido? Ou só fala com quem lhe é apresentado em situações adequadas?

    Mas ela queria desmaiar! Mas não podia! Ah, cara! Ela falou algo sobre estar cansada e aquilo não era bom.

    - Ah, que pena que a senhorita não queira mais conversar comigo. Sinto-me tão abandonado... Pior, eu me sinto usado e humilhado. Vou ser trocado por Morfeu...

    Ele começou a andar sem muito cuidado. As dores teriam que mante-la acordada.

    - Aliás, se a senhorita dormir, de fato, eu temo que sua irmã precise olhar para um espelho caso queira ver alguém identico a ela.

    Era necessário pegar pesado. Ela precisava ficar acordada.
Avatar do usuário
Hokuto
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2871
Registrado em: 12/06/08, 23:24
Cash on hand: 760.00
Sexo: Feminino
Estado: AC
Casa: Sonserina

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor danona23 » 01/10/10, 02:40

- Morfeu... - ela começou a falar, sabendo que reconhecia a palavra, só não lembrava do significado tão rapidamente quanto se poderia querer, mas conseguira continuar - Obviamente ele está bem ocupad...

Se não conseguia se manter acordada pela conversa, ele tivera a brilhante e não tão agradável idéia (na visão dela) de andar. Logo no primeiro solavanco, ficara assustada, e num ato reflexo e instintivo, suas mãos agarraram a primeira coisa que conseguira alcançar e seus olhos se abriram a contra-gosto numa pequena fenda. A blusa dele fora o alvo seguro onde se agarrar, era claro. Logo depois, no seugndo solavanco que veio em seguida, as dores percorreram seu corpo como num choque elétrico e desagradável. Apesar de todo o desconforto, seu cérero parecia ter adquirido energia para continuar a se movimentar, enquanto ele continuava a falar.

- Aliás, se a senhorita dormir, de fato, eu temo que sua irmã precise olhar para um espelho caso queira ver alguém identico a ela.

- Acredito que um espelho... - ela trincou os dentes, para não reclamar da dor proporcionada pelo caminhar dele - não possa me substituir. Mas... compreendo que seja uma má-idéia. É invejável como você tem... - ela respirou fundo, apertando ainda mais a blusa dele entre os dedos - habilidade para que eu mude de idéia.

------------------

Off: 3 vassouras.
Imagem

*~ "Desde tempos antigos, o dragão era a única besta que poderia se igualar com um tigre.

Agora eu me tornarei um dragão, para ficar ao seu lado." - Trecho retirado do anime Toradora. ~*

Propriedade e proprietária exclusiva de Perséfone Black.
Princesa Slytherin e a bebê piromaníaca da Aeres.
[/center]
Avatar do usuário
danona23
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 308
Registrado em: 02/03/10, 15:32
Cash on hand: 2,775.00
Localização: Postando idiotice na Corvinal \o/
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Kimdin » 04/10/10, 13:17

Chegando na casa dos gritos, Kim acompanhado de Gaby, chega primeiro, estava um pouco menos bebado do que estava. Não sabia ainda muito bem o que tinha acontecido, mais saberá o que tinha dito no momento anterior.
Chegando proximo ha grade velha e desgastosa, um lugar totalmente horrendo, não tinha o menor desejo de entrar, ficou um pouco afastado da grade de 'segurança' que existia entre a casa e o terreno de fora, seguindo seus instintos, Kim subiu em uma fenda da grade para ver se avistava algo do lado de dentro, pois sempre soube que aquele lugar era mau-assombrado, até mesmo por que , ja ouviu histórias de que até fantasmas não gostavam do tal lugar, de tanta energia que ali tinha. Kim ouvia sempre histórias de ruidos e de gritos naquela casa, reza a lenda de que eram de lobisomens que ali viviam, mais nunca tiverá certeza se realmente eram ou não, Sempre foi fascinado por histórias de terror, mais aquela, certamente não era uma, e sim um mistério de que ninguem até intão desvendará, ou pelo menos, não sabia de alguem que realmente contasse a história verdadeira daquela casa.


-Não tenho coragem de entrar sózinho, vo esperar as garotas chegarem, para vwer se elas realmente vão querer entrar lá-Pensou Kim, olhando para traz e avistando as garotas, não sabia direito quem realmente iria junto com eles, mais estava algo no ar, realmente iria acontecer algo que ele não faz a menor idéia do que seja.

off.: to melhor shemt :mrgreen:


Mas não faz sentindo falar com pessoas que têm um lar, elas não têm ideia de como é procurar segurança em outras pessoas, procurar um lar onde você possa descansar a cabeça.

Imagem

Toda noite eu costumava rezar para achar pessoas como eu - e finalmente achei - na estrada. Não tínhamos nada a perder, nada a ganhar, nada que desejássemos mais - exceto transformar nossas vidas em uma obra de arte.Viva rápido. Morra jovem. Seja selvagem. E se divirta.
Find more details and items in the profil of the user

Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Avatar do usuário
Kimdin
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2030
Registrado em: 22/06/07, 11:21
Cash on hand: 1,204.00
Localização: No mundo Surreal da BabyDoll *-*
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Sarah Burton » 04/10/10, 14:04

Assim que avistou aquela casa estranha e abandonada, Sarah estagnou. Os outros continuaram andando e ela tinha uma expressão bem receosa.

*A gente vai entrar aí?*

Estava pensando duas vezes naquilo. A casa tinha uma inclinação estranha para a direita e a madeira parecia bem podre e instável. Faltavam telhas no telhado e tinha muito buraco na estrutura. Aliás, tinha até uma placa que dizia "CUIDADO! PERIGO DE DESABAMENTO!"

*E eles querem mesmo entrar aí?*, pensou.

Sarah sentia uma energia muito ruim vindo dali. Sentiu um arrepio percorrer sua espinha e um vento frio passar pelo seu corpo. Tremeu. Aquilo não era uma boa sensação. Olhou para os amigos e viu que Kim parecia estar melhor. Pelo menos, ele estava se pendurando na grade tentando ver alguma coisa lá dentro. Sarah queria falar com Kim, conversar sobre o que tinha acontecido no Três Vassouras, mas aquele lugar não parecia ser o ideal.

*E se a gente encontrar algum fantasma?? Eu não gosto muito de fantasmas*, pensou.

Sarah não era muito corajosa, era isso. Estava sentindo uma vontade tremenda de sair correndo e voltar para a segurança da companhia dos outros no Três Vassouras.

*Se, pelo menos, Daniel estivesse aqui...*

Balançou a cabeça para afastar esses pensamentos. Não era tão fácil, contudo. Ainda podia sentir o abraço seguro do garoto e o cheiro dele no ar, sem falar da lembrança do bater do seu coração e os olhos... Talvez devesse fazer alguma coisa estúpida para pensar em outra coisa. Respirou fundo e passou por Kim, abrindo a porta da Casa. Um barulho de porta rangendo se ouviu ao redor. Tudo parecia silencioso demais e parou. Podia ouvir a própria respiração.

- Olá?


Um eco ressou de algum lugar e um cheiro de poeira e madeira molhada invadiu seus pulmões. Se arrependeu de ter uma súbita atitude de coragem. O que quer que tenha lhe dado força e impulso para fazer aquilo, tinha desaparecido. Olhou para os outros.

- Er... vocês não vem?

off: sarah decidiu ser corajosa e se arrependeu... huauhauhaa
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off


ImagemImagemImagemImagem
Imagem
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
Avatar do usuário
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 98
Registrado em: 01/05/10, 17:36
Cash on hand: 455.00
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Kimdin » 04/10/10, 14:52

Enquanto kim espiava lentamente de fora para dentro da casa, em uma tentativa ardua de ver algum vulto passando pela janela, ou algum ectoplasma(q) flutuando por la, viu que sua amiga Sarah, ja estava a caminho da porta, indo lentamente, enquanto ele olhava os passos da garota, começou a lembrar do que aconteceu no três vassouras, Kim gostaria de falar sobre o acontecido com Sarah, mais provavelmente aquele não era o lugar certo para falar sobre aquele assunto, até por que, Kim não queria alarma-la de nada, e muito menos deixa-la encabulada.
Em um piscar de olhos, Kim avistou Sarah ja na porta da casa, tremulo, Kim saiu de cima da grade e foi andando lentamente ao encontro da garota


-- Er... vocês não vem?-Sarah exclamou olhando para traz, foi quando Kim deu um sorriso e foi pra perto da garota, suando friu, mais confiante Kim empurrou a porta para dentro

- Ja que estamos aqui, vamos, não temos muito o que temer...- Exclamou kim em um tom rispido, ao adentrar ao primeiro salão da casa, Kim não via muita coisa, era um pouco escuro e sem iluminação la dentro, foi quando sacou a varinha e em um balançar exclamou-Lummus !-A ponta de sua varinha ascendeu-se, triunfante, Kim olhou para traz e chamou os demais

- Gente ! vamos logo !


Mas não faz sentindo falar com pessoas que têm um lar, elas não têm ideia de como é procurar segurança em outras pessoas, procurar um lar onde você possa descansar a cabeça.

Imagem

Toda noite eu costumava rezar para achar pessoas como eu - e finalmente achei - na estrada. Não tínhamos nada a perder, nada a ganhar, nada que desejássemos mais - exceto transformar nossas vidas em uma obra de arte.Viva rápido. Morra jovem. Seja selvagem. E se divirta.
Find more details and items in the profil of the user

Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Avatar do usuário
Kimdin
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2030
Registrado em: 22/06/07, 11:21
Cash on hand: 1,204.00
Localização: No mundo Surreal da BabyDoll *-*
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Gabione » 04/10/10, 15:22

Finalmente adrenalina! Depois de tantos micos Gabi se via em uma situação que deixava seu peito a mil, sua respiração ofegante e ainda se sentia tonta por isso, afinal, era só uma casa, não era?

O grupo foi meio calado pelo caminho, todos deviam estar temerosos.
Pensando de forma lógica, fazia sentido, já que a maioria dos alunos só visitava Hogsmead com 13 anos e ainda assim tinham medo de entrar na Casa dos Gritos.
Eles tinham 11 e já estavam se aventurando.

A região onde a casa ficava era afastada, fazendo com que tudo parecesse mais tenebroso. Nevava e ventava muito e já estava escurecendo... A idéia não parecia muito inteligente, mas era sem dúvida, muito excitante.

Quando chegaram perto, Sarah parou no meio do caminho.

- Sarah, está tudo bem?

- A gente vai entrar aí?

Gabi não conseguiu conter um sorriso maroto. Estava morrendo de medo, mas não pararia agora.
- Essa é a idéia, não? Ou alguém quer desistir? - questionou com uma ponta de decepção na voz. Kim ainda apoiava em seu ombro, tomar um pouco de neve, parecia tê-lo deixado melhor porque ele já não se apoiava tanto.

Sarah parecia olhar em pânico para a casa, mas realmente a imagem era macabra.
Sem telhas, placas de desabamento, tudo para afastar visitantes...

"Será que é perigoso de fato ai ou só uma atração turistica?", pensou. "Bem, se fosse atração turistica teriam guias e talvez uma fila, no entanto só nós estamos aqui. Meus pais me matariam se soubessem..."

Do nada Sarah passou opr ela e Kim e abriu a porta. Fez um barulho tremendo. Todos pareciam estar em choque. Era como se Sarah tivesse um botãozinho como um brinquedo, ele estava desligado, então ligaram e ela entrou com tudo.

Gabi ficou estagnada e Sarah chamou dentro da casa.

- Olá?

Após um barulho estranho, Gabi sentiu o sangue ferver, apesar do frio que estava.

- Er... vocês não vem?

Gabi deu o primeiro passo, sua respiração alta, conseguia ouvir o próprio coração e seus passos.... Era tenebroso ouvir o barulho na madeira, onde algumas tábuas pareciam levantar ou mais ocas. A sensação não podia ser pior.

Kim foi mais rápido e falou:

- Ja que estamos aqui, vamos, não temos muito o que temer... ao entrar exclamou o feitiço para ter luz.

Gabi os acompanhou.

Era uma sala enorme, com quadros bizarros e tenebrosos.
Tinha madeiras pregadas para esconder buracos na parede e no teto, talvez pelo grande espaço vazio, o eco dentro da casa era muito alto, tudo parecia mais perigoso lá dentro.
Tinha um sofá de veludo vermelho, muito antigo rasgado.
Havia também uma escada que levava ao andar de cima.
Uma lareira no centro da sala fechava o clima tenebroso.

A luz da varinha de Kim entrava em contraste com a escuridão do local e o deixava ainda mais tenebroso.

Gabi deu alguns passos em direção a porta que provavelmente levava a cozinha e ao pisar em um dos tacos do chão, a madeira subiu fazendo barulho, junto disso houve um grito, Gabi sentiu o corpo inteiro arrepiar. Uma ratazana enorme saira de onde estava o antigo taco e com ela mais três pequenos ratos cinzas. Aquilo era demais. Gabi correu em direção ao sofá, mas quando ia subir nele pensou que podia ter coisa pior ali.

Foi para perto de Sarah e seus amigos.

Agora se achava muito estúpida por aquela idéia...

Tentou se acalmar.
Eram apenas ratos e ela era uma bruxa, não devia ter tido aquele ataque.

Quando viu um dos pequenos passando correndo em sua frente, abraçou alguém sem ver quem era com medo e fechou os olhos.

Off: Ok, sou medrosa com ratos aqui também! HUAHUAUHHUAHUA
Err viajei na decoração.
E vamos ter emoção gente! *-*
Imagem
Avatar do usuário
Gabione
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2610
Registrado em: 22/12/06, 19:56
Cash on hand: 1,456.00
Localização: Procurando...
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Sarah Burton » 04/10/10, 20:13

Quando Sarah chamou pelos amigos, Kim foi o primeiro a se aproximar com um grande sorriso. Aquilo aliviou um pouco a tensão e Sarah suspirou. Pelo menos, não estaria ali sozinha. Kim empurrou a porta ainda mais e o barulho era igualzinho aos filmes trouxas de terror. Sarah ficou imaginando se algum fantasma pularia dali e os colocaria para correr.

*Ou a Casa dos Gritos pode ser como a Casa Monstro e nos comer* pensou e engoliu sua saliva com dificuldade.

- Ja que estamos aqui, vamos, não temos muito o que temer...


Sarah entrou praticamente junto com Gabi, logo atrás de Kim. Não dava para ver muita coisa e Sarah pensou que seria melhor ter comprado uma lanterna em algum lugar. Foi quando ouviu a voz do garoto soar claramente.

-Lummus!

*Sempre esqueço que podemos fazer essas coisas*, pensou.

Sarah desviou um pouco os olhos da luz cegante e passou a olhar para a sala que se revelava. Tudo era velho, tinha muitos buracos e significativa quantidade de teias de aranha.

- Isso aqui está mesmo precisando de uma limpeza - falou - Já imaginou que tamanho de aranha deveria ter aqui pra acumular tanta teia - sorriu, nervosa - Ainda bem que essas coisas gigantes não existem...

Um barulho de madeira chocando com madeira veio do lado onde Gabi estava e depois um grito. Sarah não soube dizer se ela tinha gritado primeiro, se tudo não passava de um eco ou se outro alguém gritava. Na verdade, uma sinfonia de gritos pareceu brotar na sala. Quem estivesse de fora, certamente não ousaria entrar.

- Merlim! Merlim! Ali!

Sarah apontou para uma enorme ratazana e seus filhotes. Aquilo era nojento. Quis sair dali, mas nem conseguia se mover. Sentia os braços de Gabi ao redor dos seus, prendendo até sua varinha. Então começou a gritar:

- Mata ele, Kim! Mata!! Mata!!

Gabi estava tremendo. Parecia que ela tinha pavor de ratos. Sarah não tinha medo, mas tinha nojo, muito nojo daqueles bichos. Trabalhar com pedaços deles nas aulas já era nojento demais. Olhou para Gabi e ela tinha os olhos fechados. Sentiu uma coisa estranha dentro de si, como se tivesse que protegê-la. Tinha que protegê-la!

Livrou-se do braço da amiga e postou-se a sua frente, de varinha em punho e apontado para aquele bicho que se aproximava. Apontou para o pequeno e gritou:

- Impedimenta!

O animal voou para longe e acertou a parede oca da casa, abrindo um buraco. Os outros ratos ficaram meio parados, tipo, sem reação. Então Sarah ouviu um barulho estranho, vindo do outro lado, como se fosse uma coisa viva. Seu coração bateu numa velocidade estonteante e parecia que ia saltar pela boca a qualquer momento.

- Vocês estão ouvindo isso? O que será?

Off: a próxima pessoa tem que inventar mais ação e não vale sair da casa ^^
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off


ImagemImagemImagemImagem
Imagem
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
Avatar do usuário
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 98
Registrado em: 01/05/10, 17:36
Cash on hand: 455.00
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Kimdin » 04/10/10, 22:18

- Ao entrar na casa, kim estava com a varinha em punho, quando viu alguem gritar e sair em um pulo, era gaby, que acabara de ver uma ratasana e seus filhotes ali, antes que dissesse algo,Sarah apontou sua varinha para o animal

- Impedimenta!-- o animal foi de encontro a parede, fazendo um esdrondo mais do que o normal, pois, na casa nao tinha muitos moveis, e isso acabara fazendo um barulho, mais do que o normal. ao ver isso, Kim sentiu que algo se mexia perto das meninas, logo após a porta de algum comodo acima deles bateu com extrema força, Kim ficou gelado, e não era de correr, e muito menos de fingir que nada acontece.

Ao ver as garotas amendrotadas, Kim puxou elas e foram sentido a escada ingrime e bamba, a cada passo acima , eles se balançavam, estando do lado do corrimão, Kim sentiu algo puxar sua perna, era algo forte, que puxou sua perna para dentro do segundo degrau, lançando sua varinha para baixo, e se fez um breu, em um grito de horror, Kim afundou sua perna e algo se mexia embaixo, em uma tentativa falha de soltar sua perna para pegar a varinha que estava a menos de 15 cm abaixo dele, colocou sua mão no primeiro degrau, para que conseguisse pegar sua varinha, mais ainda estava longe demais.


Mas não faz sentindo falar com pessoas que têm um lar, elas não têm ideia de como é procurar segurança em outras pessoas, procurar um lar onde você possa descansar a cabeça.

Imagem

Toda noite eu costumava rezar para achar pessoas como eu - e finalmente achei - na estrada. Não tínhamos nada a perder, nada a ganhar, nada que desejássemos mais - exceto transformar nossas vidas em uma obra de arte.Viva rápido. Morra jovem. Seja selvagem. E se divirta.
Find more details and items in the profil of the user

Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Avatar do usuário
Kimdin
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2030
Registrado em: 22/06/07, 11:21
Cash on hand: 1,204.00
Localização: No mundo Surreal da BabyDoll *-*
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Casa dos Gritos

Mensagempor Severus A. » 05/10/10, 18:26

Antes da ministra se pronunciar se retirou e tomou rumo a casa dos gritos.Percebeu que os lufanos tinham ganhado uma enorme vantagem até o local. Ao chegar reparou que o portão estava aberto e segundos após sua dedução de que eles teriam entrado, ouviu um barulho de madeira quebrando. Entrou e com um feixo de luza de uma varinha desconhecida percebeu que havia um rato tonto e para sua surpresa um Kim com a perna presa no segundo degrau da escada.Ajudou-o a se levantar por gentileza e observou o fim do buraco: era um local de terra e que parecia ter algo se mechendo, Rodrigues se assustou deixando transparecer um pouco seu medo. Para melhorar o ambiente falou :

-Se machucou Kim ? Que tal agente ver o que tem nesse buraco ....- deu um sorriso debochado , certo de que ninguém aceitaria a proposta
Kurt/Blaine
Find more details and items in the profil of the user

Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Avatar do usuário
Severus A.
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 772
Registrado em: 21/06/10, 19:43
Cash on hand: 2,435.00
Localização: Em nárnia, espalhando a noticia sobre a primeira piada e a história de criação de Nárnia uú
Sexo: Masculino
Estado: RJ
Casa: Corvinal

AnteriorPróximo

Voltar para Arquivo de RPs

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron