[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4731: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4733: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4734: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4735: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
Grimmauld Place • Exibir tópico - Ruas de Hogsmeade

Ruas de Hogsmeade

RPs antigas? Histórias que quer rever? Subfórum destinado ao arquivamento dos tópicos de jogo do RPG. Você veio ao lugar certo!

Moderador: RPG

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Pri WP » 05/09/10, 23:22

Spoiler

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Narração
Fala
Pensamentos
Fala de Outros Personagens
Off:


    Sair de Hogwarts era muito bom, caminhar pela estrada até o pequeno vilarejo bruxo foi ótimo para conseguir colocar seus pensamentos em ordem desejou ter tido tempo de conversar com o diretor, mas infelizmente não conseguiu encontrá-lo no caminho que tomou até o salão principal.
    Os alunos já estavam se dirigindo para os portões da escola, Primaver seguiu com eles sempre atenta com a varinha a mão, olhava ao redor e se deu conta que havia muitos anos que não fazia este caminho a pé, mesmo após ter retornado a escola como professora ela preferia aparatar no vilarejo.
    Hoje a vila estava cheia de crianças felizes e alegres muitos nunca tinham visto Hogsmead antes, gostaria que este momento realmente fosse especial para elas e não acontecesse nada diferente que estragasse o dia.
    A vila estava linda o vento frio balançava sua capa púrpura e seus cabelos longos soltos escondendo parcialmente seu rosto pálido. Vários alunos corriam sem saber em qual loja entrar primeiro, Primaver ficou vagando pelas ruas tentando ficar de olho nos alunos, porém algo lhe incomodava, onde estavam os outros professores? O diretor já tinha começado a varredura no Castelo?
FORA DO AR!!!!
Avatar do usuário
Pri WP
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
 
Mensagens: 1146
Registrado em: 30/10/04, 13:21
Cash on hand: 573.00
Localização: Na Faculdade!!!
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Grifinória


Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Regina McGonagall » 06/09/10, 21:05

Enquanto observava os alunos que se dirigiam à Dedosdemel, a Ministra percebeu que era também observada.

Tarde demais, reconheceu que deveria ter se disfarçado mesmo. Sua "outra forma" passaria despercebida entre tantos alunos, que a tomariam por uma ex-aluna e moradora da vila facilmente. Mas já não dava tempo para mudar as suas vestes por outras mais neutras ou o resto de sua aparência, então ficou torcendo para que pelo menos não se lembrassem de seu rosto de alguma foto no Profeta Diário ou no Pasquim
Afinal, já fazia tempo que Rita Skeeter tentara descobrir "A Verdadeira Origem da misteriosa Ministra da Magia", aquelas crianças provavelmente nem teriam idade para ler jornais na época...

Pensando melhor, movimentou-se o mais naturalmente possível, como se a mudança de caminho fosse apenas por acaso, e se viu de frente com uma primeiranista, em cujas vestes quentes o emblema da Escola era bem protegido. Ainda por cima, era uma Lufana.

-Bendita sejas, Mãe Helga!

E, fingindo não tê-la visto a tempo, colidiu com ela, quase derrubando-a, estendendo o braço como para impedir sua queda.
- Opa, desculpe-me, por favor! Sou mesmo desligada! Nem olhei para onde ia, que tonta. - ela exclamou, enquanto se endireitava, ajeitando melhor o cachecol e deixando cair o capuz para que sua aparência não parecesse tão furtiva, apesar do frio.
Ela esperava ter soado convincente, mas a garota parecia desconfiada, fitando-a com um ar curioso e ao mesmo tempo desafiador. Será que exagerara no tom amigável?

Não podia - e nem queria - usar legilimência direta em crianças. A promessa de tantos anos ao Professor Dumbledore ainda era questão de honra pra ela. Então, esperava que a garota, mesmo que movida apenas por curiosidade sobre ela, mordesse a isca.

===

off- Audrey, tudo bem?
Regina McGonagall
Ministra da Magia


Imagem
***
Clique aqui para me mandar uma coruja

RPG
Narração
Fala
Pensamento
Outros personagens


Imagem
Avatar do usuário
Regina McGonagall
Ministra da Magia
Ministra da Magia
 
Mensagens: 1025
Registrado em: 05/01/05, 15:56
Cash on hand: 9,786.00
Localização: Ministério da Magia, claro!
Sexo: Feminino
Estado: MG

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Audrey Potter » 06/09/10, 22:17

Creio que a estratégia não estava funcionando muito bem quanto a ser disfarçada.

Acho que ela me viu, está vindo a minha direção.

- Opa, desculpe-me, por favor! Sou mesmo desligada! Nem olhei para onde ia, que tonta.

- Não foi nada.

Mesmo que Audrey tenha achada meio estranho tentou esquecer por hoje. Hogwarts estava a um passo para realizar seus sonhos e ter varias aventuras pelo castelo.

Não vou esquece-la.

Audrey continuou andando pelas ruas de Hogsmead e esperando mais algum mistério, mas ao mesmo tempo não esquecendo dessa nova "suspeita"

OFF: to editando pq soou mto burra e cliquei no botão errado x.x

Oii *acena* blz e vc?
então vc ser misteriosa heiinn?!?!
RPG
NarraçãoFalaPensamentosOutrosOFF


Audrey Jessy Pilrres
-------------------------------------------------------------------------------------
Caso da Hannah
Filhota da Cacáudia
Filhada da Bloc
Maninha do Rodrigues
Tia da Maay
Amorziin do Tom

Imagem
Antiga - ♥Lilian Potter♥
Avatar do usuário
Audrey Potter
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 271
Registrado em: 22/04/08, 15:31
Cash on hand: 10.00
Localização: ♫..No Mundo Da Imaginação ..
Sexo: Feminino
Estado: RS
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Regina McGonagall » 08/09/10, 21:31

- Não foi nada. - A garota respondeu e, simplesmente, se afastou.

Com um suspiro desanimado, a Ministra encaminhou-se diretamente para a Dedosdemel. Talvez fosse mais feliz lá, simplesmente prestando atenção às conversas.

Por Merlin estava a tanto tempo trabalhando dentro de um escritório que esquecera as mais corriqueiras táticas de auror? Não conseguiria abordar com sucesso nem mesmo um estudante de Hogwarts?
O que Olho-Tonto diria se soubesse?
Regina McGonagall
Ministra da Magia


Imagem
***
Clique aqui para me mandar uma coruja

RPG
Narração
Fala
Pensamento
Outros personagens


Imagem
Avatar do usuário
Regina McGonagall
Ministra da Magia
Ministra da Magia
 
Mensagens: 1025
Registrado em: 05/01/05, 15:56
Cash on hand: 9,786.00
Localização: Ministério da Magia, claro!
Sexo: Feminino
Estado: MG

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Sarah Burton » 12/09/10, 03:36

Sarah corria. Corria, corria e corria. As lágrimas escorriam pelo seu rosto e balançava a cabeça em negativa. Não sabia para onde estava indo, apenas estava indo pra longe daquela loja. Para longe dele. Quando olhou ao redor, viu que estava numa rua não movimentada, na verdade, era mais um beco ou coisa assim. Final da tarde e havia um pouco de neve. Se jogou em um tronco de madeira abandonado e começou a chorar.

Chorou até respirar fundo e analisar a paisagem vazia. Um grande movimento podia ser ouvido distante, provavelmente algo tinha acontecido que ela não estava sabendo. Ou talvez estivessem procurando por ela.

*Não! Oh, não! Por favor! Eu não quero que ele me procure*

Abraçou as pernas e ficou se balançando um tempo, lembrando do que tinha acontecido e de tantas outras coisas que tinha passado junto do menino. As coisas estavam tão claras agora.

*Eu não acredito nisso. Eu... eu gosto dele... Eu... Eu gosto de um menino de verdade?*

Estava assustada. Claro que sempre ficava apaixonadinha pelo ator daquele filme ou pelo garoto propaganda de tal produto, mas agora, era um garoto de verdade. Um garoto que ela podia ver todos os dias, pessoalmente. Um garoto que ela achava que era amigo, mas teve a idiotice de se apaixonar.

*E agora? Ai, ele deve achar que eu sou uma maluca. Ele não deve ter entendido nada... O que eu faço? Como... como é que eu vou ser amiga dele agora? O que eu faço????*

Apertou a cabeça com força, tentando espremer alguma ideia, mas nao tinha nenhuma. Precisava de ajuda. Não sabia o que fazer.

Off: Esperando ajuda o/ (de preferencia amarelinha)
Off2: nao resisti, fui ler o daniel. usando o pc escondido. se minha mãe me ver, me mata :roll:
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off


ImagemImagemImagemImagem
Imagem
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
Avatar do usuário
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 98
Registrado em: 01/05/10, 17:36
Cash on hand: 455.00
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Audrey Potter » 12/09/10, 18:40

Continuava andando pelas ruas de Hogsmeade quando uma garota passou correndo quase derrubando-a.

-Heeyy!!- Audrey pôde ver que a menina estava chorando, e que esta menina era Sarah, a menina que tinha conhecido antes.

-Hey Sarah, espere.
Audrey saiu correndo atras da menina até um tronco de madeira em uma rua deserta. Ficou a observando por alguns minutos antes de ir até ela e tentar ajudar.
Seu choro era desesperado. O vento batia forte no rosto.


-Oi Sarah, lembra de mim? Será que posso te ajudar em algo? Porque está chorando..?
Audrey sentou no tronco coberto de neve esperando pela resposta de Sarah.


OFF: Gnt, como soou pessima nisso..maas vamoos né o/
RPG
NarraçãoFalaPensamentosOutrosOFF


Audrey Jessy Pilrres
-------------------------------------------------------------------------------------
Caso da Hannah
Filhota da Cacáudia
Filhada da Bloc
Maninha do Rodrigues
Tia da Maay
Amorziin do Tom

Imagem
Antiga - ♥Lilian Potter♥
Avatar do usuário
Audrey Potter
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 271
Registrado em: 22/04/08, 15:31
Cash on hand: 10.00
Localização: ♫..No Mundo Da Imaginação ..
Sexo: Feminino
Estado: RS
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Gabione » 12/09/10, 18:52

Gabione saiu correndo da Dedosdemel tentando acompanhar Sarah. Ela parecia realmente desamparada.

Era complicado andar pelas ruas de Hosgmead seguindo alguém, especialmente porque estava lotado, Hogwarts inteira estava ali!
E depois do sumiço da menina na loja de doces, um aglomerado de bruxos se dirigia para lá.

Gabi chegou a perder sua amiga, mas a encontrou depois de umas duas esquinas sem vê-la.
O lugar era meio assustador, e Gabi não sabia se era o medo ou realmente o frio que fizeram com que ela tivesse um calafrio.

Enquanto se aproximava de Sarah, viu Audrey se aproximando.

-Oi Sarah, lembra de mim? Será que posso te ajudar em algo? Porque está chorando..?

Gabi tocou as costas de Audrey, como um carinho meio que a convidando a sentar ao lado de Sarah com ela.

Gabi não sabia bem como agir, afinal, não eram tão intimas assim.
Mas estavam longe de seus parentes queridos, seus pais, seus amigos... ahhh não ia pensar muito.
Colocou o braço nos ombros da menina, dando palmadinhas, mas logo colocou os braços e deixou a outra decidir se queria ou não um ombro para chorar.

- Sabe, se quiser conversar, estamos aqui, somos colegas de sala e bem, gosto de vocês. Seria bom podermos contar uma com as outras... Sabe, não é tão ruim assim se apaixonar... e o Daniel parece ser um carinha legal.

Gabi tinha medo de estar sendo invasiva, então esperou qual seria a reação de Sarah para falar qualquer outra coisa.
Imagem
Avatar do usuário
Gabione
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2610
Registrado em: 22/12/06, 19:56
Cash on hand: 1,456.00
Localização: Procurando...
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Sarah Burton » 13/09/10, 00:20

Sarah estava chorando quando sentiu a aproximação de mais gente. Limpou as lágrimas que deixaram o seu rosto molhado, mas ainda continuou encarando o chão. Sentiu tapinhas amigáveis nas costas e logo tinha duas pessoas sentadas de cada lado.

-Oi Sarah, lembra de mim? Será que posso te ajudar em algo? Porque está chorando..?

Aquilo foi meio um baque, o que a fez relembrar tudo de novo. Teve que se esforçar muito para não cair no choro novamente. Como explicar para Audrey o que estava acontecendo com ela se nem ela mesma sabia porque estava tão desesperada assim.

- Sabe, se quiser conversar, estamos aqui, somos colegas de sala e bem, gosto de vocês. Seria bom podermos contar uma com as outras... Sabe, não é tão ruim assim se apaixonar... e o Daniel parece ser um carinha legal.

Sarah ergueu seus olhos azuis para Gabi com um espanto enorme.

*Oh, Merlim!! É assim tão óbvio??? Será que ele... ele sabe???*

Antes que conseguisse abrir a boca sentiu a garganta travar e, mais uma ves, estava chorando. Não conseguia parar. Estava se sentindo uma estúpida. Passado algum tempo, conseguiu se controlar de novo.

- Obrigada. De verdade. Pela companhia - disse para as duas.

Deu um sorriso forçado, que saiu meio fraquinho e depois se virou para a lufa que chegou primeiro.

- Claro que lembro de você, Audrey. Acha que eu consigo esquecer aquelas abóboras? Aliás, nem eu e nem a Gabi - tentou esboçar outro sorriso, mas não foi tão feliz.

Sarah ficou em silêncio algum tempo, tentando organizar seus pensamentos. Tentando entender como tinha chegado naquele ponto.

*Éramos amigos, não éramos? Quero dizer, somos amigos, não somos? Eu queria estar imaginando coisas, mas agora parece que tudo fica tão óbvio... eu não me sinto da mesma forma quando estou com o kim, o rodrigues ou o lugh. Eu não fico corada só porque eles olham para mim. Mas como... como isso começou??*

- Sabem... foi sem querer.

Foi a primeira coisa que conseguiu falar a respeito. Sentiu sua garganta fechar e olhou para o céu. Parecia que agora a noite estava quase chegando.

- Eu sou uma boba mesmo. Não devia ter saído correndo daquele jeito. Estão me achando uma maluca lá na Dedos de Mel? - perguntou a Gabi, que estava vindo de lá.

Na verdade, queria saber mesmo qual tinha sido a reação do garoto. Nem saberia o que pensar de si mesma depois de sair correndo que nem uma desesperada.

- É só que... eu não sabia o que fazer - falou, encarando suas próprias mãos - o Daniel é meu amigo e agora... Agora eu não sei o que fazer, sabe? Como é que eu vou falar com ele? Como é que eu vou ficar perto dele agora sabendo que eu... que eu... gosto dele...

Sua voz sumiu no final. Demorou um tempinho até que falasse de novo.

- Eu nunca... quero dizer... - não conseguia pensar direito - Lógico que eu era apaixonada por atores daqueles filmes e tal, mas... o Daniel é um menino de verdade... e isso meio que me deixa apavorada. Eu não... não sei como lidar com isso.

Abraçou novamente as pernas e mordeu os lábios.

- E isso não é o pior de tudo.

Sarah fez uma grande pausa. Precisava desabafar tudo de uma vez, para tentar voltar ao normal, coisa que achava impossível. Estava prestes a revelar o que tinha medo de revelar. Algo que estava corroendo sua mente nesses últimos instantes. Algo que nunca tinha passado pela cabeça dela, mas agora parecia uma coisa que não conseguia sair. Soltou um longo suspiro e encarou o chão, com o olhar meio perdido.

- E se ele nunca gostar de mim?

Sarah suspirou de novo. Tinha feito bem falar tudo aquilo que tava na sua cabeça. Não sabia o que fazer, precisava de amigas e eis que agora tinha duas. Se sentia muito bem perto delas. Tinha algo nelas que lhe dava coragem para falar. Talvez porque eram todas lufas. A Gabi então... tinha algo nos olhos dela que fazia a Sarah querer deitar em seu colo e chorar.

Off: tenho medo da Gabione. Ela descobriu que o problema da Sarah era q ela tava apaixonada só de ver?? Tah, era obvio. Só os dois não tavam sacando. hahahahahahaha
off2: tenho duas amigas fofas para me ajudar!
off3: mudei o avatar, acho essa a cara da Sarah que imagino
off4: me empolguei no post.
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off


ImagemImagemImagemImagem
Imagem
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
Avatar do usuário
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 98
Registrado em: 01/05/10, 17:36
Cash on hand: 455.00
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Anne Carter » 14/09/10, 00:34

    Desde minha ultima visita a esse lugar, lembro-me muito bem eu e John estávamos bêbados, mas até que foi um dia divertido. Sim há muito tempo não passava por aqui... as coisas eram apesar do tempo, as mesmas coisas de sempre. Mesmas pessoas, lojas, cheiros e tudo. Não parecia nada divertido, na verdade não esperava me divertir...

    A maioria dos bruxos olhava para mim como se eu fosse louca, de fato eu não sou normal. Gosto de usar calça jeans blusas pretas e tênis, roupas trouxas... Para os bruxos isso não é normal, só se você for tal de “sangue-ruim” enfim como se eu ligasse para o que as pessoas desse mundo pensão.

    Andei pela rua, olhando as vitrines, não podia comprar nada, estava sem um tustão no bolso, já tinha gastado comprando uma bebida que nem lembrava o nome direito. Enfim estava eu andando até que vi um grupinho de crianças conversando...pareciam ser conhecidos...talvez alunos de Hogwarts...mas enfim eu era do quinto ano e geralmente não falava com ninguém ainda mais com pirralhos como aqueles.

    Andei mais um pouco e me deparei com uma sorveteria... Seria ótimo comer algo, mas sem grana era realmente complicado. Mesmo assim sentei na mesinha que ficava do lado de fora da loja, observei os diferentes sabores que ela oferecia dali, mas não pedi nada... Queria mesmo descansar e olhar o movimento, depois eu iria resolver o que fazer da vida...


off: esperando algo '-'
Imagem

RPG ~ Anne Carter
Find more details and items in the profil of the user

Click the icon to see the image in fullscreen mode  
1 pcs.
Avatar do usuário
Anne Carter
Na Rua dos Alfeneiros nº 4
Na Rua dos Alfeneiros nº 4
 
Mensagens: 6
Registrado em: 25/02/10, 21:15
Cash on hand: 32.00
Sexo: Feminino
Estado: RJ
Casa: Sonserina

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Gabione » 14/09/10, 00:57

Depois que falou sobre Daniel, Gabi se arrependeu, talvez tivesse ido direto demais ao ponto. Sarah arregalou os olhos espantada.
Parecia que tinha mil coisas na cabeça dela, passando como um foguete. Os olhos da menina encheram de lágrima e Gabi se sentiu péssima, tinha que ter mais jeito para falar as coisas.
- Sarah, eu...
- Obrigada. De verdade. Pela companhia – dando um sorrisinho e então falou para Audrey, - Claro que lembro de você, Audrey. Acha que eu consigo esquecer aquelas abóboras? Aliás, nem eu e nem a Gabi - tentou esboçar outro sorriso, mas não foi tão feliz.

Houve um silencio meio constrangedor, mas necessário para que todas colocassem as idéias no lugar.
Gabi sentia um carinho especial por Sarah, vê-la desamparada assim não era legal. Era como se sentisse uma ligação com ela.
Então Sarah falou: - Sabem... foi sem querer.

- Querida, essas coisas não acontecem porque a gente quer sabe, elas simplesmente acontecem. E é isso que faz delas tão especiais e confusas também.

- Eu sou uma boba mesmo. Não devia ter saído correndo daquele jeito. Estão me achando uma maluca lá na Dedos de Mel? - perguntou a Gabi, que estava vindo de lá.

- Acho que o Daniel vai ficar um pouco confuso, mas esse é o tipo de reação que temos as vezes.. ele vai entender. - Gaby respondeu sorrindo de lado, Sarah parecia tão assustada.
- É só que... eu não sabia o que fazer - falou, encarando suas próprias mãos - o Daniel é meu amigo e agora... Agora eu não sei o que fazer, sabe? Como é que eu vou falar com ele? Como é que eu vou ficar perto dele agora sabendo que eu... que eu... gosto dele...

- Isso não é motivo de vergonha Sarah, acho que na verdade agora que você viu isso. – fez uma pausa. – err porque estava meio na cara já, mas acho que ver isso vai facilitar as coisas sabe.
Sarah estava em seus pensamentos e Gabi deixou que ela continuasse.

- Eu nunca... quero dizer... - não conseguia pensar direito - Lógico que eu era apaixonada por atores daqueles filmes e tal, mas... o Daniel é um menino de verdade... e isso meio que me deixa apavorada. Eu não... não sei como lidar com isso.

- Talvez deixar acontecer, seja a melhor forma de lidar com isso. Não forçar ou evitar as coisas...
Sarah abraçou novamente as pernas e mordeu os lábios.

- E isso não é o pior de tudo.

Houve um grande silêncio, Gabi estava preocupada, será que havia realmente algo assim pior? E se ela estivesse doente? E se seus pais a tirassem do colégio... Então Sarah prosseguiu:
- E se ele nunca gostar de mim?

Gabi não agüentou, abraçou carinhosamente a amiga rindo.
- Sarah, só cego não vê que ele está tão apaixonado quanto você! – Gabi controlou a risada e voltou a falar. – Sabe, como vocês vão lidar com isso, é um mistério pra mim, mas o Daniel também gosta de você não tenho dúvidas. É tão fofo ver vocês juntos. Não acha Audrey?

Era gostoso ver que realmente tinha feito amizades especiais ali... Audrey e Sarah faziam que Gabi se sentisse em casa, finalmente em casa.

Off: ahhh achei que tava óbvio, faço isso na vida real sabe! UHAHUAHUAHUAA
off2:desculpa a demora
off3:espero que esteja bom
Imagem
Avatar do usuário
Gabione
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2610
Registrado em: 22/12/06, 19:56
Cash on hand: 1,456.00
Localização: Procurando...
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Sarah Burton » 14/09/10, 19:34

Sarah tinha aberto seu coração para as meninas lufas. Ouviu atentamente aos conselhos da Gabi, ela parecia bem experiente na área. Por um momento, era como se ela tivesse uma irmã. Era como se sua melhor amiga estivesse ali. Não estava tão sozinha assim.

- Querida, essas coisas não acontecem porque a gente quer sabe, elas simplesmente acontecem. E é isso que faz delas tão especiais e confusas também.

*Nisso ela tem mesmo razão. Ela parece ser tão experiente no assunto e só tem a minha idade. Se eu pudesse controlar isso não ia... ia?*

Quanto ao incidente na Dedos de Mel, Gabi tentou aliviar a barra.

- Acho que o Daniel vai ficar um pouco confuso, mas esse é o tipo de reação que temos as vezes.. ele vai entender.

- Eu não sei... não sei se eu entenderia. Eu estava chorando, sabe? E saí correndo. E eu tinha abraçado ele... eu nem sei como foi que eu tive coragem pra fazer essas coisas. Ele deve me achar uma boba, idiota, uma sem noção... porque é assim que eu estou me achando.

Quando falou que não sabia o que fazer agora, Sarah não estava tão preparada para receber aquela resposta.

- Isso não é motivo de vergonha Sarah, acho que na verdade agora que você viu isso, err porque estava meio na cara já, mas acho que ver isso vai facilitar as coisas sabe.

Sentiu seu rosto queimar de vergonha e seus olhos quase saltaram das órbitas.

*Como assim já estava na cara???? Ai, Merlim!! Será que só eu não entendia?? Será que ele sabe?? E se ele souber e estiver fingindo que não sabe para não me magoar? E se ele ficar com pena de mim? Por que, fala sério, o que ele ia querer com uma menina boba mais nova do que ele? Ahh... por que eu tinha que me apaixonar logo agora? E por um menino mais velho?*

- Talvez deixar acontecer, seja a melhor forma de lidar com isso. Não forçar ou evitar as coisas...

Foi o que Gabi disse quando Sarah afirmou não saber o que fazer. Talvez fosse melhor ignorar tudo e fingir que não estava apaixonada pelo garoto.

*Eu posso fazer isso. Acho que posso sim. É só deixar as coisas como estão e fingir que não é nada. Não deve ser algo difícil. E assim eu não me magoo se ele não gostar de mim. E se ele nunca gostar de mim?*

Foi quando pôs pra fora essa dúvida cruel. Estava preparada para tudo, menos para o que a Gabi falou. Era meio inacreditável. Ela a abraçou e riu. Sarah não conseguia entender exatamente qual era a graça de tudo aquilo. Ela estava falando muitíssimo sério.

- Sarah, só cego não vê que ele está tão apaixonado quanto você!

- O que??????

Sarah estava em choque e talvez por isso Gabi tenha parado de dar risada.

– Sabe, como vocês vão lidar com isso, é um mistério pra mim, mas o Daniel também gosta de você não tenho dúvidas. É tão fofo ver vocês juntos. Não acha Audrey?

- Mas... mas... espera! Não é possível. Quero dizer... eu não acho... tenho certeza que ele me vê como amiga. Porque... porque eu só vejo ele assim... quero dizer, achava que via...

Fez um silêncio, pensando nisso e concluiu:

- Não, Gabi, você está errada. Eu sou só uma companhia, uma amiga que ele fez no início do ano. Não tem sentido nenhum ele gostar de mim. Sequer de pensar nisso. Eu sou 2 anos mais nova, eu não sou boa com feitiços, eu tenho medo do escuro, o que faz de mim uma boba...

Se levantou de sopetão e encarou as duas meninas, falando e andando de um lado para outro.

- Sabe o que eu tenho que fazer? Eu tenho que fingir que isso não é verdade, porque aí as coisas vão poder voltar ao normal. É... acho que é o melhor a fazer. Eu posso fazer isso. Eu vou voltar e vou agir como se eu nunca tivesse achado que gosto dele. Aí vamos continuar sendo bons amigos.

Fez uma pausa e continuou.

- É a melhor coisa a fazer. Eu não quero ficar sonhando com coisas que não vão acontecer - falou mais para si do que para as meninas.

Havia um tom meio incerto e inseguro em sua voz. Se agachou e segurou as mãos das duas.

- Se... se, por acaso, eu não conseguir... vocês me ajudam? Vocês me levam para o mais longe dele possível? Eu não quero estragar as coisas. Nos filmes trouxas, a melhor coisa a se fazer é fingir que não tá acontecendo nada. Não quero estragar uma amizade com coisas bobas como uma paixonite idiota...

Elas eram suas amigas. Elas iam entender. Sua amiga trouxa entenderia? Certamente não. Ela lhe enfiaria o dedo na cara e falaria poucas e boas, sem que os pais estivessem por perto, claro. Não é que ela não quisesse acreditar no que os outros falavam, mas Sarah não se achava uma garota capaz de atrair a atenção de um garoto. Eles sempre gostavam das suas amigas e ela sempre era aquela que fazia a ponte.

off: ahhhhh, gabi, adoreeeeei!! hahahaha Você tem um ar meio experiente...
off2: só para constar, eu era aquela q pedia para as amigas fazer a ponte =D
off3: a Sarah tem problema de autoestima. Os posts de sentimentalismo me empolgam ^^
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off


ImagemImagemImagemImagem
Imagem
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
Avatar do usuário
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 98
Registrado em: 01/05/10, 17:36
Cash on hand: 455.00
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Gabione » 16/09/10, 09:56

Estava muito frio na rua, Gabi estava preocupada com Sarah, mas seu cérebro parava de processar as informações.
Sentio vento 'cortar' sua pele e a neve que caia estava a deixando congelada, voltou a si e ouviu Sarah falar:

- Não, Gabi, você está errada. Eu sou só uma companhia, uma amiga que ele fez no início do ano. Não tem sentido nenhum ele gostar de mim. Sequer de pensar nisso. Eu sou 2 anos mais nova, eu não sou boa com feitiços, eu tenho medo do escuro, o que faz de mim uma boba...
Então Sarah se levantou de sopetão e concluiu. - Sabe o que eu tenho que fazer? Eu tenho que fingir que isso não é verdade, porque aí as coisas vão poder voltar ao normal. É... acho que é o melhor a fazer. Eu posso fazer isso. Eu vou voltar e vou agir como se eu nunca tivesse achado que gosto dele. Aí vamos continuar sendo bons amigos.

Gabi ponderou. Sabia que não estava errada. - Acho que está cometendo um equivoco...


- É a melhor coisa a fazer. Eu não quero ficar sonhando com coisas que não vão acontecer - falou mais para si do que para as meninas. - Se... se, por acaso, eu não conseguir... vocês me ajudam? Vocês me levam para o mais longe dele possível? Eu não quero estragar as coisas. Nos filmes trouxas, a melhor coisa a se fazer é fingir que não tá acontecendo nada. Não quero estragar uma amizade com coisas bobas como uma paixonite idiota...

Gabi achava que ela estava cometendo um erro e estava com frio. Não sabia bem o que falar a ela naquele momento então sugeriu algo:

- No momento, acho que seria bom nós três irmos aos 3 vassouras, tomar um chocolate quente e esquentar o corpo enquanto você Sarah, esfria a cabeça. - esfregou uma mão na outra. - Topam ir até lá? E falamos melhor sobre o assunto

Off: vamos passear meninas! HUAAHHUAAHUA
Imagem
Avatar do usuário
Gabione
Descobrindo a Profecia
Descobrindo a Profecia
 
Mensagens: 2610
Registrado em: 22/12/06, 19:56
Cash on hand: 1,456.00
Localização: Procurando...
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Audrey Potter » 16/09/10, 21:42

Oi Sarah, lembra de mim? Será que posso te ajudar em algo? Porque está chorando..? - perguntei. Gabi tocou as minhas costas, como um carinho meio que me convidando a sentar ao lado de Sarah com ela.

Gabi Colocou o braço nos ombros da menina, dando palmadinhas, deixando Sarah decidir se queria ou não um ombro para chorar.


-Sabe, se quiser conversar, estamos aqui, somos colegas de sala e bem, gosto de vocês. Seria bom podermos contar uma com as outras... Sabe, não é tão ruim assim se apaixonar... e o Daniel parece ser um carinha legal.

Sim, te ajudaremos no que for preciso, mesmo eu não entendendo desse assunto muito bem.

Sarah levantou o rosto ainda molhado.- Obrigada. De verdade. Pela companhia

- Sarah, eu...

Sarah tentou se animar, deu um meio sorriso -Claro que lembro de você, Audrey. Acha que eu consigo esquecer aquelas abóboras? Aliás, nem eu e nem a Gabi -

Bom..Acho que nem elas a vocês né?

Houve um silêncio que durou longos minutos. Sarah quebrou o silêncio.

- Sabem... foi sem querer.

- Querida, essas coisas não acontecem porque a gente quer sabe, elas simplesmente acontecem. E é isso que faz delas tão especiais e confusas também.


-Eu sou uma boba mesmo. Não devia ter saído correndo daquele jeito. Estão me achando uma maluca lá na Dedos de Mel? -
Sarah perguntou olhando para Gabi que certamente deveria estar com ela na Dedos de Mel.

- Acho que o Daniel vai ficar um pouco confuso, mas esse é o tipo de reação que temos as vezes.. ele vai entender.

- É só que... eu não sabia o que fazer, o Daniel é meu amigo e agora... Agora eu não sei o que fazer, sabe? Como é que eu vou falar com ele? Como é que eu vou ficar perto dele agora sabendo que eu... que eu... gosto dele..

- Isso não é motivo de vergonha Sarah, acho que na verdade agora que você viu isso... err porque estava meio na cara já, mas acho que ver isso vai facilitar as coisas sabe.

- Eu nunca... quero dizer... Lógico que eu era apaixonada por atores daqueles filmes e tal, mas... o Daniel é um menino de verdade... e isso meio que me deixa apavorada. Eu não... não sei como lidar com isso.

- Talvez deixar acontecer, seja a melhor forma de lidar com isso. Não forçar ou evitar as coisas...


-E isso não é o pior de tudo.


mais um grande silêncio.

- E se ele nunca gostar de mim? - Gabi explodiu em um abraço

- Sarah, só cego não vê que ele está tão apaixonado quanto você! – Gabi começou a rir – Sabe, como vocês vão lidar com isso, é um mistério pra mim, mas o Daniel também gosta de você não tenho dúvidas. É tão fofo ver vocês juntos. Não acha Audrey?

Você vai ver Sarah, vai ser complicado no inicio mas tudo irá se ajeitar no final. - abri um sorriso para motivá-la.

No momento, acho que seria bom nós três irmos aos 3 vassouras, tomar um chocolate quente e esquentar o corpo enquanto você Sarah, esfria a cabeça. Topam ir até lá? E falamos melhor sobre o assunto.


Realmente estava muito frio e eu já estava congelando. O uniforme de Hogwarts não segurava mais o vento forte e a ideia de Gabi agradava a todas.

*Espero poder ajudar. Odeio ver alguem triste e magoado, ainda mais uma pessoa tão gentil como a Sarah.*

Vamos,-respondi com um acerta animação e acho que o momento não precisava naquilo. Comecei a corar enquanto esperava as meninas-é uma boa ideia Gabi.



OFF: desculpa a demora meninas..
OFF2: 3 vassouras
RPG
NarraçãoFalaPensamentosOutrosOFF


Audrey Jessy Pilrres
-------------------------------------------------------------------------------------
Caso da Hannah
Filhota da Cacáudia
Filhada da Bloc
Maninha do Rodrigues
Tia da Maay
Amorziin do Tom

Imagem
Antiga - ♥Lilian Potter♥
Avatar do usuário
Audrey Potter
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 271
Registrado em: 22/04/08, 15:31
Cash on hand: 10.00
Localização: ♫..No Mundo Da Imaginação ..
Sexo: Feminino
Estado: RS
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Sarah Burton » 16/09/10, 21:59

Sarah mal tinha escutado as palavras racionais da amiga. Precisava desesperadamente de um alicerce para se reerguer. Era só uma delas dizer tudo bem, que teria a certeza de que ficaria tudo bem. Bom, seria uma mentira mais plausível, quando dito por outra pessoa.

- No momento, acho que seria bom nós três irmos aos 3 vassouras, tomar um chocolate quente e esquentar o corpo enquanto você Sarah, esfria a cabeça.

*É. Talvez seja melhor mesmo*

- Topam ir até lá? E falamos melhor sobre o assunto.

Por um instante, Sarah tinha achado que estava irritando Gabi com suas palavras e por isso a outra garota tinha desistido de falar. Como se não adiantasse ficar insistindo naquilo ou algo assim. Mas a possibilidade de discutir mais o assunto a aliviou. Talvez ela estivesse somente com frio mesmo. Sarah não sentia frio. Na verdade, não achava que sentisse alguma coisa.

Vamos. é uma boa ideia Gabi.

Audrey tinha no rosto uma animação radiante. A mesma que tantas vezes a própria Sarah demonstrava. Sorriu. Dessa vez, sorriu mesmo, deixando de lado a dúvida que lhe arrasava o coração.

*É tão bom ter amigas tão maravilhosas*

- Ah, está bem. Vamos. Esse tronco não está confortável mesmo e eu adoraria um chocolate quente. Meu rosto está muito vermelho? Queria saber um feitiço para não parecer que estava chorando.

Começou a andar, seguindo as meninas, mas parou por um momento.

*E se eu encontrar com ele? Calma Sarah. Você só precisa respirar e tudo vai acabar bem. Não precisa entrar em pânico. Além disso, ele não veio atrás de mim. Então, ele ainda deve estar lá na loja. Mas por que ele não veio atrás de mim? Ele... ele não deve estar nem aí para mim*

Encarou o chão por um instante e depois viu que as garotas estavam um pouco mais adiante.

- Ei! Esperem por mim! - e correu para alcançá-las.

off: Três vassouras
off2: Audrey, horrivel de ler essa fonte cinza :(
RPG: narração - fala - pensamento - outros - off


ImagemImagemImagemImagem
Imagem
█ ▌▐▌█▌▌▐▐▌▌███▐
status para ser diva : Autorizado.
Avatar do usuário
Sarah Burton
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 98
Registrado em: 01/05/10, 17:36
Cash on hand: 455.00
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Lufa-lufa

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Regina McGonagall » 19/09/10, 20:36

Sem esperar resposta da professora de poções, a Ministra saiu da Dedosdemel Acompanhada de Lenna e outros jovens que tinham se mantido na loja, indecisos.

deu uma boa olhada neles, fazendo um registro mental de cada rosto e uma rápida sondagem mental também, só para ter certeza de que nenhumd eles escondia alguma coisa, fingindo-se desatento ou confuso. satisfeita com o resultado, caminhou decidida mas sem se apressar.

Subitamente pensava se não deveria mudar de rumo e não ir ao Café. este deveria estar cheio de casais de namorados e até onde se lembrava era um ambiente excessivamente... fofo.

Talvez, fosse mais seguro ir para onde já estava a maioria dos alunos e provavelmente alguns professores (que logo seriam surpreendidos pelo patrono da Professora Zaphyra). Sim, por tudo que já vira em Hogwarts, o 3 Vassouras era sempre pródigo em "acontecimentos". Ela poderia descobrir alguma coisa...

De qualquer forma, não tiraria os olhos da jovem Lenna - era essa sua intenção desde o começo daquela confusão, e achara um absurdo a professora "lembrá-la" disso.

- Como é mesmo que dizem os trouxas? "Tentando ensinar o padrenosso ao vigário?" Pois, sim... talvez eu deva ensiná-la alguma coisa sobre poções!... Minha mãe, que é isso... ela também estava fazendo seu trabalho. Estranho... alguma coisa nela me é familiar...

- Pessoal, acho melhor irmos para um lugar mais movimentado, mas fiquem tranquilos que não os perderei de vista. - ela sorriu para o pequeno grupo que a acompanhava.

Lançara sobre eles um pequeno feitiço não-verbal que sua mãe lhe ensinara, quando viajavam com a tribo de um país para o outro. Feitiço que toda mãe cigana aprendia antes mesmo dos filhos nascerem... Agora, tinha certeza de que nenhum deles "sumiria". Bem... podiam até sumir, mas sempre voltavam em segurança, era mais um feitiço de atração do que de vigilância, afinal.

Já podia avistar a porta do 3 Vassouras, local que só visitarqa quando estudante uma única vez, em seu 3º ano - suas amigas Alice e Elizabeth haviam insistido que ela deveria provar uma cerveja amanteigada. Mas, no ano seguinte, elas já haviam deixado a escola, e ela nunca mais voltara ao vilarejo... como estudante.

Balançou a cabeça, rindo de sua nostalgia súbita, quando reconheceu o aluno que saíra do pub e parecia vir ao seu encontro. Mas o garoto também a vira e parecia indeciso. Será que tentaria evitá-la? Não poderia culpá-lo, jovens não e dão muito bem com figuras de autoridade e as evitam sempre que possível.
pais e professores são inevitáveis na maior parte das vezes mas a Ministra da Magia? Bom, para ele ela era só isso...

- Daniel, espere! - ela lhe gritou, ao ver que o garoto tinha mesmo intenção de mudar de caminho, e torceu para que ele a atendesse, pelo menos por cortesia.



========

off: pessoaal... cadê vocês?
Regina McGonagall
Ministra da Magia


Imagem
***
Clique aqui para me mandar uma coruja

RPG
Narração
Fala
Pensamento
Outros personagens


Imagem
Avatar do usuário
Regina McGonagall
Ministra da Magia
Ministra da Magia
 
Mensagens: 1025
Registrado em: 05/01/05, 15:56
Cash on hand: 9,786.00
Localização: Ministério da Magia, claro!
Sexo: Feminino
Estado: MG

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor G. R. Martins » 29/09/10, 12:56

Ele voltara. Não sabia porquê. Não sabia como. Mas voltara. Em seus olhos, estava clara a expressão mórbida e ele tinha os olhos de assassino. Suas mãos e roupas estavam encharcadas de água, óleo e sangue e ele não fazia idéia do porquê, mas arrastava debilmente uma sacola, com os poucos pertences que conseguira salvar:

-Estão... mortos... estão todos... mortos... - ele falava para si mesmo, macabramente... e então, tudo ficou escuro e ele caiu no chão.

"Gah.. eu não sei... L... por favor... você estava certo..." foi tudo o que ele pensou antes de ficar inconsciente.

Off: retorno totalmente inconvencional de Lugh!
Fala/Fala outros personagens/Pensamentos/Cartas e outros escritos


Grimm Awards: Mais Sem-Noção / Mais Nerd

Corvi Awards: Mais Fajuto / Mais Nerd


Imagem
Avatar do usuário
G. R. Martins
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
 
Mensagens: 530
Registrado em: 14/07/09, 22:03
Cash on hand: 1,136.00
Localização: Seu questionamento excessivo é deveras deselegante e desnecessário.
Sexo: Masculino
Estado: MG
Casa: Corvinal

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Daniel Feather WP » 29/09/10, 16:24

Daniel não sabia se ele parava onde estava, ou se seguia o caminho como se não tivesse visto ninguém. Na verdade, essa última opção era que ele queria fazer, se pudesse, na verdade, preferia até sair correndo para que ninguém alcançasse ele. Mas ele não ia fazer isso, claro que não, porque não era nem um pouco educado e porque só seria pior, porque encontraria os colegas novamente em Hogwarts e seria muito desagradável ter que ficar diante deles depois de ter feito alguma coisa desse tipo.

Então ele ficou só torcendo para que não o notassem mesmo, ou que deixassem ele ir sem chama-lo. E agora não era só uma lágrima, mas assim algumas várias que rolavam em seu rosto que agora estava avermelhado. Ele não conseguia parar de pensar em todas aquelas coisas, e isso estava o deixando até um pouco tonto. Mas logo que se desviou para outro lado e pensou nisso, ouviu uma voz ao longe, chamando seu nome:

- Daniel, espere!

Ele olhou na direção da voz e viu que era a senhora que acompanhava os colegas, como ele tinha imaginado. Pensou "oh, não", perguntando a si mesmo se não devia mesmo sair correndo simplesmente. Porém ele ficou parado onde estava e olhou para a mulher, só então achando que a conhecia de algum lugar, só não conseguia lembrar bem de onde. Ele sabia que seria mal-educado fugir dela, sem falar que ela fora gentil, ajudando Sarah e Kim na dedodsdemel. Daniel então virou para o lado e limpou as lágrimas rapidamente, mas seu rosto continuou um tanto vermelho.

Ele deu uns passos até alcançar a mulher e os colegas, entre eles Lenna. Daniel tentou não olhar para ela, não estava se sentindo legal e achava que dali em diante teria que ser assim. Ele se dirgiu a senhora, e perguntou tentando disfarçar a voz que estava rouca:

- A senhora queria falar comigo?

Nisso, porém Lugh surgiu quase do nada, e Daniel tomou um susto, pois as roupas do garoto estavam molhadas, e havia algo como sangue também nelas. Ele chegou dizendo que estavam "todos mortos", e de repente caiu desacordado. Daniel olhou para ele no chão e depois para a mulher, e então disse, de um jeito estranhamente um tanto desanimado:

- Acho que ele precisa de ajuda.

Ele sabia que a mulher iria ajudar o amigo assim como ajudara Sarah na loja. Então por isso não se sentiu mal de pensar que ele talvez pudesse escapar despercebido enquanto ela estivesse ajudando o garoto e os outros colegas também tivessem a atenção voltada pra isso. Além disso, ele viu um certo rebuliço na frente da Dedodsdemel, alguma coisa estava acontecendo lá. "Eu vou passar bem longe, não quero e nem posso mais me colocar em confusão", ele pensou. Por enquanto, ficou apenas esperando pela resposta da senhora gentil. Achava que queria mesmo ficar sozinho, mas não tinha tanta certeza disso...



Off ministra, desculpa a demroa, eu não tinha visto mesmo que vc ja tinha falado comigo, desculpe =/
Spoiler
Imagem

Contagem inversa:
1

*Ainda não acabou...*

Imagem
Yes, we're twins u.u


Imagem

Imagem
Avatar do usuário
Daniel Feather WP
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 120
Registrado em: 20/06/08, 15:53
Cash on hand: 260.00
Sexo: Masculino
Estado: PR
Casa: Grifinória

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor L-sama » 29/09/10, 19:46

-Ah, o que é isso? Eu saio por cinco minutos e toda essa confusão me aparece? - ele diz, ao ver Daniel diante de um Lugh sujo e encharcado que também estava desacordado.

-Bem, acho que podem cuidar disso... mas ao mesmo tempo, creio que o garoto Lugh veio até aqui me procurar. Deixem ele comigo, se confiam em mim. Se não, apenas deixem que eu fique com ele até os curandeiros agirem. - L disse, colocando a mão na testa do garoto. -Essas ondas... não é um translúcido, não é possível... então o que poderia ser?

"Está tudo bem... Lugus. Pelo menos do lado de lá."

Off: relax, combinado com Lugh. Ah, e I'm baaack...
Legenda:
Falas
Falas de outros personagens
Pensamentos

Imagem
Avatar do usuário
L-sama
Descobrindo a Câmara Secreta
Descobrindo a Câmara Secreta
 
Mensagens: 423
Registrado em: 18/07/07, 02:04
Cash on hand: 0.00
Localização: Londres...
Sexo: Masculino
Estado: MG
Casa: Corvinal

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor Regina McGonagall » 29/09/10, 22:02

Como ela pensava... Daniel não queria falar com ela, nem com ninguém.

Ele dera alguns passos até ela, por pura educação - ainda existe a velha boa educação inglesa em algum lugar por aqui... - e perguntara em voz rouca que não conseguia disfarçar - ele estava chorando!

- A senhora queria falar comigo?

Nisso, porém outro garoto surgiu quase do nada, e Daniel tomou um susto, pois as roupas do garoto estavam molhadas, e havia algo como sangue também nelas. Ele chegou dizendo que estavam "todos mortos", e de repente caiu desacordado. Daniel olhou para ele no chão e depois para a Ministra, e então disse, de um jeito estranhamente um tanto desanimado:

- Acho que ele precisa de ajuda.

O rapaz que a acompanahra desde a Dedosdemel já se adiantava e dizia que ficaria com o garoto.

A Ministra não deixou de achar tudo muito estranho, mas concordou. Sua prioridade era achar a gêmea desaparecida ou ver o que os professores fariam a respeito. Já percebera que alguns - e também o Diretor - já haviam finalmente atendido ao chamado da Professora de Poções, então era uma questão de tempo até que viessem até ela com alguma notícia...

Observou mais uma vez o menino desfalecido e o jovem L debruçado sobre ele e suspirou.

- Quando será que uma visita a Hogsmead sera apenas isso: uma visita a Hogsmead?

E chegando bem perto de Daniel, disse com voz serena mas de maneira que só ele escutasse, pois já percebera todo o quadro interior do menino:

- Eu só queria saber se você está bem... ou se encontrou seus amigos. Vou até o 3 Vasouras com os outros, acredito que você não vai querer voltar pra lá agora, não é? - ela sorriu, compreensiva - Fique tranquilo, se preferir ficar sozinho. Só peço que tome cuidado, sim? As coisas estão muito confusas hoje e talvez algo mais aconteça...

Ela tirou algo de sua capa e entregou-lhe furtivamente. Daniel olhou para a palma de sua mão e viu uma estranha moeda dourada, pequena demais para ser um galeão.

- Se precisar de ajuda, aperte isso entre os dedos e me chame. "Ouvirei" imediatamente.

Depois de endireitar-se, ajeitando com ar divertido a ponta do cachecol que teimava em cair, ela completou:

- Ah, acho que não se lembra de quem eu sou, não é mesmo? Sou Regina McGonagall.

Ela não achou necessário acrescentar "Ministra da Magia". Não havia motivos - não entre os garotos - para ostentar sua posição.

Depois, disse a L:

- Creio que você conhece esse garoto e saberá cuidar dele, mas se precisar, sabe como me encontrar.
Seu olhar para ele era claro e ela soube logo que foi entendida em sua mensagem.

Ela fitou o 3 Vassouras de longe, sacou sutilmente sua varinha e murmurou um feitiço estranho. então, como se percebesse que tivera sucesso, sorriu para os demais e disse:

- Vamos? Nossa mesa já está disponível, e eu estou com muita sede. Vocês não?
E saiu caminhando tranquilamente rumo ao 3 Vassouras, disposta a aproveitar pelo menos alguns minutos de "folga", até receber algum chamado do Diretor ou dos professores, ou até acontecer mais alguma coisa inusitada...

- Que pelo menos mais ninguém faça algo mais perigoso do que engolir um caramelo "Incha Língua"...


====

off: retomando o caminho... mas gente, estou mesmo com sede, hihi...
L-sama... eu ia escrever algo muito longo... então achei melhor "resumir"... hehe... mas não se preocupe, não usei legilimência...
Regina McGonagall
Ministra da Magia


Imagem
***
Clique aqui para me mandar uma coruja

RPG
Narração
Fala
Pensamento
Outros personagens


Imagem
Avatar do usuário
Regina McGonagall
Ministra da Magia
Ministra da Magia
 
Mensagens: 1025
Registrado em: 05/01/05, 15:56
Cash on hand: 9,786.00
Localização: Ministério da Magia, claro!
Sexo: Feminino
Estado: MG

Re: Ruas de Hogsmeade

Mensagempor L-sama » 29/09/10, 22:42

- Ah, acho que não se lembra de quem eu sou, não é mesmo? Sou Regina McGonagall.

"McGonagall... eu já ouvi esse nome antes... mas onde será que foi... hm..."

Ele pareceu pensar enquanto a mulher se virou para ele e disse:

- Creio que você conhece esse garoto e saberá cuidar dele, mas se precisar, sabe como me encontrar.

-Realmente... acho que serei capaz... - ele murmurrou, mais para si mesmo do que para a mulher. Ele então a viu se virar e logo percebeu que era o que ele pensava.

-Vamos precisar de outra dose, não é, Lugh... quer dizer, a que eu lhe entreguei antes quase acabou! Em que tipo de encrenca você se meteu?

L riu sozinho; olha só, ele falando com um garoto inconsciente! Logo, pensariam que ele era completamente pirado! Bem, ele realmente era, mas isso não vinha ao caso, vinha? Ele olhou para os lados para ter certeza de que ninguém os estava encarando antes de colocar a mão em seu tórax e extrair o necessário. Ele sentiu uma dor funda, mas ela durou poucos instantes e logo, ele viu naquela mão novamente as chamas azuis. Logo em seguida, ele as colocou diretamente em Lugh e sorriu.

-Agora acorde, 'Lugus'. Acorde e me conte o que aconteceu... e por favor, mantenha a essência como um segredo, está bem?

"Se as pessoas soubessem da metade do que fiz, iriam ficar loucas... bem, este mundo precisa de mais alguns gênios loucos, não é?"

Off: você piraria se usasse, senhora ministra. A mente de L não faz o menor sentido...
Legenda:
Falas
Falas de outros personagens
Pensamentos

Imagem
Avatar do usuário
L-sama
Descobrindo a Câmara Secreta
Descobrindo a Câmara Secreta
 
Mensagens: 423
Registrado em: 18/07/07, 02:04
Cash on hand: 0.00
Localização: Londres...
Sexo: Masculino
Estado: MG
Casa: Corvinal

AnteriorPróximo

Voltar para Arquivo de RPs

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron