[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4731: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4733: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4734: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4735: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
Grimmauld Place • Exibir tópico - [EVENTOS] Festa de Halloween

[EVENTOS] Festa de Halloween

RPs antigas? Histórias que quer rever? Subfórum destinado ao arquivamento dos tópicos de jogo do RPG. Você veio ao lugar certo!

Moderador: RPG

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Raven » 27/10/08, 09:08

    Quanto mais Raven mantinha seus olhos na grama dos Jardins, mais fácil lhe parecia continuar a fazer exatamente aquilo e simplesmente não tornar a falar com os outros três à sua volta. Talvez devesse... Simplesmente sair sem dizer mais nada. Provavelmente o teria feito, se não pensasse que Renan e Meig@ a seguiriam. E, caso o fizessem, estava perfeitamente ciente de que não manteriam suas varinhas nos bolsos por muito tempo. Não que a idéia lhe parecesse de todo ruim...

    Que jeito melhor para deixar Hogwarts do que com uma boa briga? Mesmo no dois contra um... Não era como se Meig@ tivesse sido realmente ofensiva em alguma das vezes em que haviam brigado e, por mais sério e poderoso que Renan fosse duelando, não deixava de pensar que os vinte anos a mais de experiência com magia negra que possuía seriam um obstáculo praticamente intransponível ao novo diretor.

    A bruxa piscou os olhos algumas vezes, procurando afastar os pensamentos quando notou que rumo eles tomavam, antes de finalmente olhar discretamente para cima. Os joelhos de Daniel eram uma falha em sua fantasia de David: Não estavam ralados, nem enfaixados, ou dando qualquer outra indicação de que ele estivera ou estaria na Ala Hospitalar. Tal pensamento a fez querer rir, até que notou a forma como a mão do aluno tapava o próprio rosto, buscando ocultar algo que parecia uma lág... Antes que concluísse o raciocínio seus olhos estavam mais uma vez fincados no chão.

    Deixou que as palavras de Renan passassem direto, concentrada em tentar fazer o mesmo com as de Daniel... Inutilmente. Ela não deveria ter batido no aluno, e sabia disso. Mesmo que tivesse abdicado continuar a lecionar naquela escola... Bem, ex-professores estapeando alunos não era tão mais bonito do que professores o fazendo, e mesmo que eu já tivesse jogado uma aluna de uma janela do terceiro andar. Certo, pelo menos daquela vez não havia sido em público – a menos que Polkis Winfy contasse como público.

    Já estava decidida a ir embora sem mais uma palavra quando sentiu os olhos de Renan fixos em si, seguidos por suas palavras... Cerrou os punhos de imediato, deixando para trás qualquer intenção de se desculpar conforme se aproximava mais do bruxo. Sequer notou se Meig@ ou Daniel se pronunciaram naquele momento, apenas estreitando os olhos em direção ao bruxo e erguendo uma das mãos para indicar Daniel.


    - E você acha que eu preciso disto? Ou vai dizer que não notou que ele também está fantasiado?

    Virou-se ligeiramente, incluindo Meig@ novamente na conversa e, parcialmente, Daniel. Com o tom de voz bastante mais calmo, prosseguiu:

    - Três de meus alunos já morreram nesta escola, Renan, três. Dois deles de forma violenta, e na minha frente. Watson tentando me salvar, para que Laine depois ainda me culpasse por isso, já David... Eu tinha lhe prometido que o protegeria do que fosse, uma vez, mas nada disso não vem ao caso – o que importa é que estão ambos mortos... E nenhum deles tinha mais de doze anos, ou jamais fez algo para merecer isso. Não sei o que exatamente você dois pensam que eu sou, mas acho que tenho todo o direito de estar... De...

    Olhou de esguelha para Meig@, sabendo que ela possivelmente entendera a parte não dita em sua fala daquele jeito estranho que fazia. Sabia também, por experiências anteriores, que mesmo que a outra pudesse ver como estava se sentindo, isso não a impediria de cutucar as feridas. Pelo menos poderia contar com sua Oclumência para barrar Renan caso ele tentasse ver algo... Embora achasse que isso não seria necessário, visto que o que queria dizer deveria estar perfeitamente escrito em sua expressão.

    Uma ameaça muda foi dirigida a Meig@ com um rápido encontro de olhares, e logo a bruxa se abaixou para apanhar o cachimbo caído antes de voltar a se dirigir a Daniel. Aproximou com cautela a fim de deixar claro que não pretendia machucá-lo e tomou a mão que ele mantinha no rosto entre as suas antes de se por de pé. Não era bom observá-lo da forma como se aprontara para a festa, ainda mais tão perto daquela maldita árvore, mas mesmo assim procurou controlar um ligeiro tremor na voz antes de falar:


    - Da- Daniel. Fique, por favor. Eu já estou indo... Não irei mais incomodá-lo. A nenhum de vocês, na verdade.
Imagem

.
Avatar do usuário
Raven
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
 
Mensagens: 1032
Registrado em: 03/07/06, 20:51
Cash on hand: 72.00
Localização: Plutão
Sexo: Feminino
Estado: MG
Casa: Corvinal


Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Meig@ » 27/10/08, 10:15


    Tudo aconteceu em fração de segundo e inexplicavelmente Meig@ não pode fazer nada. A não ser se segurar para não tirar a avarinha e começar uma briga ali mesmo, afinal mesmo que fosse quem fosse não tinha certeza que um dia Raven pudesse ter coração, não enquanto a maldição dominasse ele.

    Daniel sempre fora um garoto simpático e quieto, perto das travessuras que seus filhos aprontavam ele era simplesmente quieto e o sabor da tragédia ainda estava em seus lábios e em seu coração, a conversa tensa entre Renan e ele parecia ter tomando novo rumo com a chegada de Meig@, apesar que o garoto só olhava para o chão como se fosse a coisa mais linda e importante do momento. Ia dizer algo a Daniel mas Renan interveio perguntando como estavam André e Adônis


    Boa noite, professora!Como tem passado? E seus filhos? Acho que não vi... nenhum... deles..

    Ela sorriu olhou ao redor, a festa estava realmente animada, tomou mais um gole de sua bebia antes de responder

    Ah Renan.. já vi o André passando por aqui , mas Merlin sabe o que onde e quando Adônis irá apontar e aparecer...e cá entre nós não da para ser uma mãe cha....

    Mas não completou a frase o que aconteceu em seguida tinha ocorrido em fração de segundos, Raven a suas costas encarando e estapeando o garoto que não lhe fizera nada. Se calou ao ver a cena que seria típica e desnecessária de Raven, na La no seu coração Meig@ não sabia se ela sentia tristeza ou remorso. Renan sempre tranqüilo por um segundo quase perdeu o controle, assim como ela mesma porem que não tinha deixado transparecer isso, ouviu as palavras do diretor que questionava o que ela queria com isso, Meig@ apenas olhava Raven friamente.

    O garoto que chorava discretamente entre o a mãos que cobria o tapa desnecessário alertou que se retiraria, isso por uma lado seria bom assim poderiam conversar com a professora de Defesa Contra as Artes das Trevas, por outro ela era apenas uma criança que deveria estar se divertindo em uma festa e não indo para o dormitório ficar remoendo ainda mais a dor quês estava sentindo.

    Graciosamente segurou a mão do aluno impedindo-o de se retirar, dando lhe um sorriso, era o tipo de sorriiso que geralmente tranqüilizava os seus alunos que passava confiança e ao mesmo tempo alegria, mas isso dependia de como cada um o recebia.

    O silencio foi mortal, a não ser pela musica e pelo barulho dos alunos que se divertiam na festa ao fundo. Raven quebrou o silencio, jogando para fora um sentimento que muitos teriam sonhado em ver mas que para Meig@ ainda era um tanto quanto superficial ouviu tudo o que a mulher tinha para dizer e agora entrando de fato na conversa com uma expressão totalmente diferente do que tinha acabado de mostrar ao aluno.ficou frente a frente a ela. Ignorou o fato de ser simplesmente ameaçada por ela ao terminar seus dizeres afinal ameaça era o que Raven sabia fazer de melhor e não seria a primeira que Meig@ enfrentaria

    Se aproximou e ao pé ouvido da mulher e em tom baixo falou


    Seu Remorso me choca, nunca parou para pensar que plantamos o que colhemos e você sempre plantou terror, maldade e medo durante anos, me surpreende que você tenha plantado apenas a morte, a morte não é o fim é apenas uma passagem em que todos nós passaremos, infelizmente – olhou para o garoto com o canto dos olhos –uns vão de maneira mais trágica do que o necessário e quem fica sofre a perde de que ama.

    Sabia que a ela ficaria chocada, como sempre Meig@ tinha sido extremamente elegante em sua briga, Raven se abaixou para pegar o cachimbo que estava no chão no mínimo refletindo e caminhou próximo ao garoto pedindo para que ele ficasse. Girando em seus calcanhares sorrindo novamente ao garoto a professora de poções, não se intrometeu na conversa entre ele e ela.

    Ficou ao lado de Renan, aguardando pacientemente e como se falasse para si mesmo por um segundo falou em um tom de voz um pouco mais alto do que deveria


    Como você pode ser minha irmã... - revirou os olhos – é quase impossível isso – ao se dar conto do que havia acabado de falar se calou ao notar o olhar espantado de Renan sobre ela.



*************
Ação
Fala
Pensamentos
Imagem
Avatar do usuário
Meig@
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
 
Mensagens: 697
Registrado em: 19/09/05, 14:32
Cash on hand: 6.00
Localização: Em algum lugar .. mas sempre de olho em você...
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Grifinória

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Juliette D. » 27/10/08, 16:11

Julieta notou que por ali acontecia uma conversa que estava para se tornar uma briga. Não sabia o que estava acontecendo, pois nunca fora muito curiosa. Porém, daquela vez, não sabia o motivo, ficou lá, olhando a coisa toda. Pessoas que ela nunca vira na vida se desentendendo não era exatamente o tipo de coisa que gostava de ver. Saia daí! a voz de seu pai continuou em sua cabeça, mas ela não deu importância. Devia ser só sua consiência lhe pregando mais uma peça. Como sempre fazia... Talvez o fato de não ter dormido bem a tivesse afetado.

Ela continuou olhando a conversa, ligeiramente desinteressada, mas não tinha mais o que fazer, mesmo... Claro que você tem o que fazer, garota! a voz do pai continuava. A garota agora se esforçava para ouvir a conversa. Aquilo não era certo... Não devia estar fazendo aquilo. E se a descobrissem? Ela não queria se dar mal...

Então vá embora daí! a voz respondia seus pensamentos, em tom elevado. SAIA DAÍ JÁ, SUA GAROTA BISBILHOTEIRA E DESOBEDIENTE! agora a voz gritava em sua cabeça. Julieta fechou os olhos, de modo que eles ficaram bastante apertados. A cabeça doía muito, era insuportável. Meu Merlin... Eu estou ficando louca! pensou.

VOCÊ NÃO ESTÁ LOUCA! VOCÊ SEMPRE FOI! ME OBEDEÇA! AGORA! aquilo foi como a gota d'água para ela. Há algum tempo já não prestava mais atenção em nada. Não conseguia ver nada, e só ouvia aquela voz, dizendo-lhe desaforos que ela nem sabia que conhecia.

Estava quase entrando em desespero. Calma... É só a minha imaginação... Ele está morto. Não pode falar comigo, porque ele morreu! pensava.Simplesmente estou ficando louca... Mais do que o normal...

SOU SEU PAI! MANDO EM VOCÊ! SAIA DAÍ E VÁ FAZER ALGO ÚTIL AGORA!

A garota não conseguia mais pensar... Era como uma espécie de animal irracional. Apoiada na parede, agora, inúmeras lágrimas rolando por seu rosto, que estava vermelho...

POR FAVOR, FAZ ISSO PARAR! ME AJUDA! gritou, na verdade, para ninguém em particular. Só precisava de ajuda... Só precisava que alguém a ajudasse a tirar aquilo de sua cabeça... Alguém faz isso me deixar em paz... Por favor! disse, ainda em tom elevado, mas dessa vez parecia mais um choramingo do que um simples pedido de ajuda.

Parabéns. Conseguiu fazer com que achassem você louca em menos de cinco minutos... a voz soou em sua cabeça uma última vez.

Off: Mais alguém aí notou que ela parece ser meio... Perturbada? :roll:

================================================================================================
Imagem
================================================================================================
Sem assinatura por enquanto...

tricky

Banana banana banana
Banana banana banana de ba-na-na


Por que as bananas são amarelas?
Pelo mesmo motivo das luzes de tráfego serem amarelas.

Me coma logo ou ficarei marrom.
Me coma logo
É o que as bananas dizem
É por isso que as bananas são amarelas

Banana banana banana
Banana banana banana de ba-na-na
Avatar do usuário
Juliette D.
Recebendo a visita de Hagrid
Recebendo a visita de Hagrid
 
Mensagens: 38
Registrado em: 14/07/08, 23:08
Cash on hand: 0.00
Localização: Rua dos bobos nº 0
Sexo: Feminino
Estado: EUA
Casa: Sonserina

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Yuna Urahara » 27/10/08, 17:27

Serena era uma pessoa muito divertida para se conversar, era uma pena não ter se conhecido antes.

- É mesmo! Não é possível ser somente suco de abóbora, só se somos realmente fracas para bebidas, mesmo que sejam sem ácool. – Disse em tom de brincadeira.

Yuna começou a rir, realmente, um mero suco de abóbora não deveria fazer aquilo, a não ser que abóbora mexesse com alguma parte de seu cérebro.


- Bom, estou em uma em Hogsmeade, é simples mas aconchegante. Posso te levar até lá depois se quiser. Sabe, depois que sai do castelo fui viajar para Itália e Grécia para estudar astronomia, que muito me fascina, por isso estou um pouco falida e não posso ficar em lugares muito caros.

"Ahhh! Um lugar barato me parece maravilhoso! Ser pobre me deixa péssima, preciso arrumar um emprego logo"


- Grifinória era minha casa, sinto muita falta de tudo! - Serena reparou que nunca havia conversado com Yuna, apenas havia visto de longe algumas vezes. – Acho que só te conheço de vista, não me recordo de termos conversado na época que estudávamos.

-Eu pertencia a Corvinal, também sinto falta desta época! Mas realmente é uma pena não termos nos conhecidos antes! Aposto que seríamos boas amigas!!!

Yuna pegou mais um copo de suco de abobora, realmente estava maravilhoso, sentiu sua almas encher-se de bolhinhas saltitantes, ela se sentia muito feliz, como se o suco abolisse a nostalgia que havia se instalado em sua alma.

-Então você gosta de Astronomia! Também adorava esta matéria, eu me dava muito bem com ela, havia até pensado em concorrer para vaga de professora, mas acabei desistindo, apesar de ainda precisar arrumar um emprego!

"Kyaaaaaaaaaaaaaaaaaa, estou completamente falida... a vida adulta tem realmente seus contras"

Yuna falava alegremente com Serena, ficando difícil de saber se acontecia uma boa química entre elas ou se o suco de abobora mexia com o animo das moças, deixando-as animadas alem da conta.



_______________________________________________

I tricky you Juliette D.

Banana banana banana
Banana banana banana de ba-na-na


Por que as bananas são amarelas?
Pelo mesmo motivo das luzes de tráfego serem amarelas.
Me coma logo ou ficarei
marrom.
Me coma logo
É o que as
bananas dizem
É por isso que as
bananas são amarelas

Banana banana banana
Banana banana banana de ba-na-na
Professora de Transfiguração

Imagem
Em caso de dúvidas ou reclamações me mande uma MP

Imagem
Clica em mim^^


__________________________________
Spoiler
*ação/narração*
fala Yuna
(pronuncia - tradução)
"pensamento Yuna"
outro personagem
Avatar do usuário
Yuna Urahara
[Professor-RPG]
[Professor-RPG]
 
Mensagens: 94
Registrado em: 06/11/07, 08:40
Cash on hand: 0.00
Localização: Far Far Away^^
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Katlyn Kunogi » 27/10/08, 17:34

Katlyn estava retornando a mesa de bebidas, observando as pessoas que estavam presentes, aquela festa estava realmente muito chata e isso lhe agradava de certo modo, fazia aquele lugar tornar-se suportável.

“Um clima extremamente pesado para uma festa, se é que podemos chamar isso de festa”


Katlyn sorriu para si mesma, na verdade alegria excessiva a irritava, ela achava isso muito forçado. Ao se aproxima mais da mesa de bebidas reviu as duas adultas que haviam lhe irritado anteriormente, agora pareciam ser grandes amigas.

“O que há de errado com essa duas estúpidas? Desacredito nisso! Elas são estúpidas suficientes para serem as únicas que realmente se divertem, não dá pra saber que eh pior, se é a loira ou a de cabelos vermelhos”

Katlyn pegou um pouco de suco, percebeu que Sr Miag estava um pouco agitado. “Quem sabe não aconteça algo divertido”. A garota soltou o gato que pulou em cima da mesa de bebidas fazendo um grande estardalhaço, Katlyn apenas o observava e bebia seu suco calmamente, Sr Miag derrubou todas as jarras de suco de abobora que estavam na mesa e depois pulou em cima das duas moças que estavam se divertindo ali perto, fazendo um grande alvoroço naquele local.

“Hihihi, parece que esta festa começou a ficar divertida, Sr Miag tambem não estava suportando, não dê risada Katlyn, se segure, senão vão acabar achando que foi idéia sua... mas se fosse acho que na daria tão certo hihihihi”

Katlyn engoliu seu riso, continuou a bebendo o suco que havia pego antes daquela bagunça, não moveu um único músculo para tentar ajudar as pobres moças, seu gato estava pulando de uma para outra, deixando seus vestidos em farrapos.
Imagem
Avatar do usuário
Katlyn Kunogi
Recebendo a visita de Hagrid
Recebendo a visita de Hagrid
 
Mensagens: 40
Registrado em: 13/05/08, 11:30
Cash on hand: 0.00
Localização: Fire Nation
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Gaby Lovegood » 27/10/08, 18:08

Gaby mal se deu conta quando Kim se afastou em um meio a um sorriso tremulo e uma desculpa de enchaqueca, Estava concentrada no que acontecia na mesa em que seu irmão falava com Daniel, onde agora também se encontrava Meiga, mas foi no momento em que Raven se juntou ao grupo que Gaby se encostou em um pilar enfeitado com morcegos para observar. O fato de Raven estar na festa já era algo a se estranhar, porém a forma como se aproximou de grupo estava além do esperado. Aquela mulher realmente dava calafrius a curandeira.

"Mas desde que ela e o Nan não comecem uma luta como naquela inicio de ano letivo..."


Por um instante Gaby teve certeza de que a um duelo de varinhas seria inevitavel, pois indiferente ao diretor ou a professora Meiga, Raven simplismente lançou de um tapa no rosto do jovem Daniel. Instintivamente Gaby se despregou do pilar a qual estava apoiada "NAN!" e apos um passo a frente, parou. Não seria prudente se meter naquele momento, além disso o aumento de pessoas no local só iria chamar mais ainda atenção dos outros na festa, e isso não era interesante para um baile de Halloween, Gaby saiba que o irmão estava se controlando para não sacar a varinha, mas o homem que sempre teve a seu favor um historico de calmaria, agora era mais prudente ainda em suas açoes "QUE DIABOS DEU NA CABEÇA DESSA MULHER MALUCA RENAN!? ELA FICOU GAGÁ DE VEZ?!" Embora não pudesse se aproximar simplismente não podia ser indiferente, então nada como manter o contato com Renan.

A curandeira observava a tensão entre o grupo, enquanto o jovem Daniel parecia querer apenas sumir daquele lugar, Renan questionava Raven que parecia querer sumir tanto quanto Daniel, mas foi Meiga de interveio de maneira mais 'feroz' (claro que sem descer do salto) "Infelizmente são poucas que conseguem ser taum diretas e taum sutis..." Apesar da distancia não era dificil saber o que se passava ali, Além de seu pequeno dialogo com Nan, os pensamentos desse fluiam com uma velocidade que Renan não se preocupava em bloquea-los... "Nan! para de se preocupar com a Raven a Meiga cuida dela! Olha para o Daniel O garoto em entrar em colapso daqui a po..." Algumas frases simplismente são abafadas por simples palavras, por algum motivo, Renan não para de pensar "irmãs! irmãs! irmãs!" Gaby não teve tempo de perguntar qualquer coisa para Renan, mas estamos em Hogwarts, nenhuma celebraçao pode passar tranquilamente. Em um canto do salão uma garota grita, parecia desesperada, parecia perdida. e Gaby era a unica "disponivel" no momento, ainda mantendo o Link com Renan Gaby atravessou o salão ao encontro da garota.

- Hey Hey.. se acalme o que está acontecendo? O que não te deixa em paz?


Parecia que as coisas iam esquentar ainda mais em todos os pontos da festa.


off: KIM SEU PULHA! DA PROXIMA QUE ME DEIXAR PLANTADA EU TE MATO ¬¬
off2: IRMÃS! IRMÃS! IRMÃS! WTF!?
OFF3: Juliette, MEIO?! ¬¬
OFF4: Alguem mata a Yuna e a Serena?! ¬¬


================================================================================================
Imagem
================================================================================================
Avatar do usuário
Gaby Lovegood
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 799
Registrado em: 20/06/05, 14:55
Cash on hand: 49.00
Localização: voando O.o
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Renan » 28/10/08, 13:16

- E você acha que eu preciso disto? Ou vai dizer que não notou que ele também está fantasiado? - começou Raven a responder o professor de História da Magia - Três de meus alunos já morreram nesta escola, Renan, três. Dois deles de forma violenta, e na minha frente. Watson tentando me salvar, para que Laine depois ainda me culpasse por isso, já David... Eu tinha lhe prometido que o protegeria do que fosse, uma vez, mas nada disso não vem ao caso – o que importa é que estão ambos mortos... E nenhum deles tinha mais de doze anos, ou jamais fez algo para merecer isso. Não sei o que exatamente você dois pensam que eu sou, mas acho que tenho todo o direito de estar... De...

As palavras da bruxa atingiram Renan como lâminas em brasa. Não porque eram chocantes (tirando a parte em que Raven praticamente confessou um sentimento bastante pessoal), mas por refletirem em boa medida o que ele próprio sentia. Sentia? Sente. Claro que ainda sente. Afinal...

- Sei muito bem que ele está fantasiado, Raven. Mas daí a desferir-lhe um tapa? Essa é sua manifestação de tristeza? - proferiu Renan enquanto lançava uma olhadela para Daniel... David? A fantasia do jovem afetou verdadeiramente o bruxo pela primeira vez naquela noite. Era mesmo... mórbido.

Já com outro tom de voz, o mago continuou.

- E-eu também prometi a Feather que o protegeria; tomei pra mim um dos pesadelos daquele menino. O estimava bastante, se quer saber.

Seus olhos já não se dirigiam diretamente a Raven. A grama sombriamente iluminada do gramado, agora, lhe parecia bastante interessante também. Tinha até esquecido de continuar discutindo com a bruxa ao lembrar-se da ocasião em que Renan, ainda curandeiro, livrara a mente de David Feather daquela estranha 'assombração'. Há muito não pensava naquele ser, mas, naquele momento, pôde até sentir a presença intrusa da entidade dentro de seu próprio corpo.

Podia, também, sentir a Tétrada pulsar no seu cérebro, do mesmo jeito que uma forte dor de cabeça faz. O pentagrama marcado na mão direita ardia, como se pedindo para que o homem alcançasse a varinha e liberasse a magia e a tensão que a tétrada a ele havia conferido. Renan sabia que realizar aquele ritual poderia ser perigoso, mas o fez mesmo assim, sem pensar nas conseqüências do que poderia decorrer daquilo; sem pensar que - talvez - sua mente poderia simplesmente perder o controle sobre o corpo. E o sangue de seu corpo já corria rápido... e queria correr ainda mais rápido!

Sem que notasse, o mestre já dava curtos e incertos passos na direção de Raven e Meig@, que sussurrava ao pé do ouvido da outra. A mão direita, trêmula, se estendia lentamente para sua antiga mestra de Oclumência. Nem ele sabia qual era a intenção de seu corpo, e nem se preocupou em fazê-lo: a mestra de poções acabara de deixar escapar, enquanto virava os olhos em sinal de certa desconsideração quanto à sua colega,... que elas eram irmãs. *Irmãs? Raven e Meig@... irmãs??*, pensou o professor enquanto acompanhava Raven com o olhar.
Enquanto Daniel murmurava que iria deixar aquela festa, a professora de DCAT se dirigiu a ele lentamente. O menino, com uma das mãos, tentava esconder uma lágrima que descia pelo seu rosto.

- Da- Daniel. Fique, por favor. Eu já estou indo... Não irei mais incomodá-lo. A nenhum de vocês, na verdade. - disse Raven, irmã de Meig@...

Nunca, nem em seu mais insano devaneio, Renan imaginou que aquelas duas fossem irmãs. Nunca mesmo. Aquelas bruxas eram tão diferentes! Meig@ fazia jus ao nome, enquanto Raven era muito mais fechada e mascarava seus sentimentos com sua aparente dure... Mas, o que ele estava pensando? Ao passo que a elegante bruxa escondia suas fraquezas por detrás de uma parede fria e opaca, o atual diretor disfarçava suas aflições com sua perene calmaria, como água que refrata a luz. Pensando nisso, talvez a colega de trabalho estivesse bem menos distante do que pensava. Bem menos inatingível. Bem mais humana.

Novamente, seus pés se moveram sozinhos – ou ao menos parecia ser assim. Com dois ou três passos, o mago já ao lado de Raven. Pousou a mão direita no ombro da mulher com força, tendo a impressão de finalmente estar entendendo como ela se sentia.

- Por que diabos você tem que ser assim, tão estúpida? – proferiu com leve irritação na voz. – Você simplesmente, você... Por que motivo maldito não confia em ninguém?

Dito isso, Renan foi pego de surpresa pensando Raven como o extremo oposto mais intrigante que havia conhecido. Antítese de Meig@, a professora estava ali, quieta e de vermelho, sendo encarada... pelos olhos de abóbora.

_______________
OFF.:
I TRICK YOU, GABY LOVEGOOD

Hoje é festa lá no meu apê
Pode aparecê, vai rolá bunda lelê
\o/
You want a piece of me?
RPG // Renan Shellden Skuli

Mande MP clicando aqui!
Avatar do usuário
Renan
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 881
Registrado em: 20/07/05, 21:36
Cash on hand: 193.00
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Serena Moon » 28/10/08, 13:35

Era realmente uma pena aquelas duas garotas não terem se conhecido anteriormente, com certeza teriam vivido várias aventuras juntas! Porém, o fato de serem adultas não atrapalharia que isso acontecesse. Muita coisa estava para rolar naquela festa, o clima já estava esquentando entre os convidados.
Yuna e Serena continuavam entretidas em uma conversa divertida regada a muito suco de abóbora viciante.


-Eu pertencia a Corvinal, também sinto falta desta época! Mas realmente é uma pena não termos nos conhecidos antes! Aposto que seríamos boas amigas!!!

Com certeza Yuna! Mas nunca é tarde para se ccomeçar uma nova amizade, né? - Disse esboçando um gentil sorriso.

-Então você gosta de Astronomia! Também adorava esta matéria, eu me dava muito bem com ela, havia até pensado em concorrer para vaga de professora, mas acabei desistindo, apesar de ainda precisar arrumar um emprego!

-Bom, eu estou tentando a vaga! Espero que meus estudos mais aprofundados consigam expressar a minha experiência! Ai astronomia é minha paixão!!

Antes que as mais novas amigas pudessem continuar a conversa, o gato com ares estranhos, que estava no colo de uma garota mais estranha ainda, pulou em direção da mesa de bebidas causando o maior estardalhaço e
atacando - as. Em um movimento rápido, Serena apontou a varinha para gato berrando:


- Petrificus Totalis!

Imediatamente o gato ficou que nem pedra e caiu no chão. Antes do ataque, a expressão da estranha garota transmitia o fato de estar se divertido com a situação, por mais que tentasse disfarçar seu desejo.Após o feitiço, a habilidosa bruxa notou que a expressão mudara para um profundo e arrepiante ódio. Tentando se recuperar do susto, Serena perguntou a Yuna:

-Você está bem? Se feriu?

Enquanto perguntava a amiga como estava, lançava olhares de fúria a estranha garota, que também parecia não estar contente com o ocorrido.

(Como ela pode deixar um gato tão bonitinho, ser tão malvado? Com certeza ela não é uma garota normal! Muito menos esse gato!)

OFF: Não é para mata a Serena e a Yuna NAO! tá By! =P
Olha que eu jogo o gato petrificado na sua cabeça!!!!
uhasuahsuahsuahsuahsuhasa
Editado pela última vez por Serena Moon em 30/10/08, 11:18, em um total de 1 vez.
Grimm Awards 2010

Mais Animada/Membro da Equipe mais Presente
Mais Simpática/Melhor Chefe/Melhor Equipe de Aurores


Griffa Awards 2010

Mais Animada e Mais Exibida 8)

Lucas [/center]
Avatar do usuário
Serena Moon
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 819
Registrado em: 10/02/08, 18:37
Cash on hand: 401.00
Localização: No QG to Off fazendo festenha =X
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Grifinória

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Juliette D. » 28/10/08, 21:19

Julieta ficou apoiada na parede por um tempo. Os olhos estavam fechados em uma tentativa inútil de fazer a dor de cabeça passar. A voz em sua cabeça havia finalmente se calado. Quando abriu os olhos viu que uma mulher vinha em sua direção, provavelmente ouvira seu grito (aliás, a garota duvidava que alguém não houvesse ouvido).

- Hey Hey.. se acalme o que está acontecendo? O que não te deixa em paz? disse a mulher.

Julieta respirou fundo. Não podia dizer "Meu pai está falando na minha cabeça e acho que enlouqueci de vez". Provavelmente a moça a acharia mais doida do que ela própria já estava achando.

Pensou cuidadosamente em uma resposta, mas quando abriu a boca para falar, tudo sumiu de sua mente e ela teve que falar a primeira coisa que veio à sua mente.

Meu pai morreu há dois anos e de repente eu começei a ouvir a voz dele dentro da minha cabeça. O estranho é que não sou eu quem está pensando isso. Mas eu sei que é impossível ele falar comigo, já que está morto, e... Argh! Resumindo tudo... Eu fiquei maluca. É isso... não conseguiu falar mais pausadamente. Tropeçava nas palavras e falava rápido demais... Esperou que a tal mulher houvesse entendido.

Que legal... Estou falando da minha vida pessoal e da minha possível loucura com uma completa estranha... Merlin, eu preciso urgentemente de terapia! pensou.


=========================================================

I Trick You, Serena Moon

On the twlelfh day of Christmas
My true love sent to me:

12 Drummers Drumming
11 Pipers Piping
10 Lords a Leaping
9 Ladies Dancing
8 Maids a Milking
7 Swans a Swimming
6 Geese a Laying
5 Golden Rings
4 Calling Birds
3 French Hens2 Turtle Doves
and a Partridge in a Pear Tree
Editado pela última vez por Juliette D. em 28/10/08, 22:14, em um total de 2 vezes.
Sem assinatura por enquanto...

tricky

Banana banana banana
Banana banana banana de ba-na-na


Por que as bananas são amarelas?
Pelo mesmo motivo das luzes de tráfego serem amarelas.

Me coma logo ou ficarei marrom.
Me coma logo
É o que as bananas dizem
É por isso que as bananas são amarelas

Banana banana banana
Banana banana banana de ba-na-na
Avatar do usuário
Juliette D.
Recebendo a visita de Hagrid
Recebendo a visita de Hagrid
 
Mensagens: 38
Registrado em: 14/07/08, 23:08
Cash on hand: 0.00
Localização: Rua dos bobos nº 0
Sexo: Feminino
Estado: EUA
Casa: Sonserina

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Daniel Feather WP » 28/10/08, 21:49

Daniel continuou parado. Ele não sabia por que, mas ficou ali parado, embora o que mais queria naquele momento era sair logo dali. Depois de um curto silêncio, o diretor se pronunciou, como ele imaginava, perguntando para a sra. Eiluned o que ela pretendia com aquilo. A partir dali, Daniel se limitou a observar a conversar dele e de Raven, ainda cobrindo o rosto com a mão.

- Esse garoto... eles não precisam disso! - disse o diretor.

Daniel permaneceu olhando enquanto a sra. Eiluned agora apontava na direção dele. O que ela disse, e o jeito com que disse, porém, fez o garoto se sentir um tanto mais nervoso, e ele sentiu que sua mão começou a tremer um pouco.

- E você acha que eu preciso disto? Ou vai dizer que não notou que ele também está fantasiado?... Três de meus alunos já morreram nesta escola, Renan, três. Dois deles de forma violenta, e na minha frente. Watson tentando me salvar, para que Laine depois ainda me culpasse por isso, já David... Eu tinha lhe prometido que o protegeria do que fosse, uma vez, mas nada disso não vem ao caso – o que importa é que estão ambos mortos... E nenhum deles tinha mais de doze anos, ou jamais fez algo para merecer isso. Não sei o que exatamente você dois pensam que eu sou, mas acho que tenho todo o direito de estar... De...

Ele continuou olhando para ela, e também para o diretor e para a professora de Poções, percebendo a troca de olhares entre as duas mulheres. O sr. Black voltou a falar, e Daniel pôde notar que ao final de sua fala, o homem o olhou de maneira um tanto... espantada. Era como se só então ele tivesse visto algo diferente (ou talvez "familiar") em Daniel. O garoto apenas o encarou, os olhos quase arregalados, ainda mais nervoso, mas ainda com a mão em frente ao rosto. Ouviu o diretor dizer ainda algo sobre também ter prometido a David que iria protegê-lo, mas já não conseguia pensar claramente...

Após alguns instantes de silêncio, a sra. Woodcroft se aproximou de Raven e disse algo baixinho ao ouvido de Raven, mas que pela expressão dela Daniel notou que não havia sido muito agradável. Ele deu mais um passo para frente, sua mente estava ficando cada vez mais confusa, e só o que ele queria era deixar aquele lugar. Não queria ouvir mais nada... Mas antes que ele desse outro passo, a sra. Eiluned, que havia se abaixado para pegar o cachimbo que tinha derrubado, se aproximou lentamente de Daniel, o que fez com que ele, por instinto, desse dois passos para trás. Porém, ela ficou de frente para ele, e tomando a mão que ele tinha colocado no rosto, disse:

- Da- Daniel. Fique, por favor. Eu já estou indo... Não irei mais incomodá-lo. A nenhum de vocês, na verdade.

Com o seu rosto, que estava um tanto avermelhado, agora exposto, Daniel sentiu-se ainda mais nervoso. Agora o seu corpo todo tremia, ao menos ele podia sentir e perceber isso. Sentiu uma gota gelada de suor escorrer em sua testa; estava pálido. Em condições normais ele agradeceria, ou diria alguma coisa para Raven, mas só o que conseguiu foi balançar a cabeça dizendo que "não". Não podia ficar...

Ele soltou sua mão que estava entre as mãos da sra. Eiluned, ainda olhando para ela com uma expressão um pouco assustada. Deu dois passos para o lado, sentindo as pernas tremerem, e olhando às vezes para a mulher que continuou ali, às vezes para o chão, às vezes na direção do lago. Olhou mais assustado quando uma menina, a alguns metros dali, começou a gritar pedindo por ajuda. O que estaria acontecendo? Por que ela pedia por ajuda, e justamente ali? Por que justamente naquele momento? Estava querendo deixá-lo ainda pior? Querendo fazê-lo lembrar mais? Querendo que a dor que ele sentia continuasse cada vez mais forte?

Viu quando Gaby foi até ela e lhe perguntou algo, provavelmente sobre o que estava acontecendo com ela. Para Daniel já não importava. Agora ele já havia lembrado... de novo... A voz desesperada da amiga dele e de David gritando por ajuda... ali, bem ali perto... Mas naquele momento, já era tarde demais para qualquer ajuda. Daniel sabia disso quando estava lá, mas enquanto o gêmeo respirava, enquanto o irmão mantinha os olhos abertos, ele jamais perdeu a esperança. Esperança que no fim das contas não serviu para nada...

- Como você pode ser minha irmã... - Daniel ouviu a voz da sra. Woodcroft dizendo, e virou rapidamente na direção dela.

Ele não tinha certeza, mas a professora de Poções havia falado aquilo sobre... Raven? Irmãs? Ela e...? Por alguns segundos, chegou a "esquecer" o que até então atormentava sua mente. Na verdade, apenas havia desviado sua atenção para aquele fato tão... estranho que Meiga acabara de pronunciar. Até mesmo o sr. Black pareceu surpreso com aquilo; mas Daniel já nem viu quando o diretor se aproximou da sra. Eiluned e lhe perguntou algo sobre por que ela não confiava em ninguém. Ele estava pensando no que David pensaria ao ouvir o que ele acabara de ouvir, na reação que o irmão teria... E de repente, já havia lembrado de tudo outra vez. Levou as mãos à cabeça, passando pelo rosto agora gelado. Estava confuso. Olhou na direção da curandeira e da menina e lembrou dos gritos. Não os da menina, mas os daquela noite....

- Não!!!!! Eu não quero mais ficar aqui, eu não quero mais isso!!! - ele gritou.

Daniel correu. Sem rumo algum... Nem ele sabia para onde ia. Acabou indo na direção do lago, mas não chegou a se aproximar dele. Trêmulo, tropeçou nas próprias pernas, caindo com tudo no gramado úmido. Com até mesmo o rosto afundado na grama, ficou ali, imóvel por alguns segundos. Aos poucos levantou lentamente a cabeça, mas sem mexer o corpo. Viu o lago. Piscou lentamente, tentando organizar sua mente, mas arregalou os olhos quando viu então uma figura gigantesca saindo do lago. A figura sombria - parecia um dragão - foi se abaixando, até ficar bem perto dele, e Daniel pôde ver seus olhos vermelhos. De repente, "aquilo" escancarou sua boca enorme e se lançou sobre ele. Daniel apenas se encolheu e cobriu os olhos, enquanto dizia repetidamente:

- Não, não, não...


off- o "dragão" não está ali mesmo, claro, mas o Daniel que está "vendo" ele... =D
Spoiler
Imagem

Contagem inversa:
1

*Ainda não acabou...*

Imagem
Yes, we're twins u.u


Imagem

Imagem
Avatar do usuário
Daniel Feather WP
Com a Pedra Filosofal
Com a Pedra Filosofal
 
Mensagens: 120
Registrado em: 20/06/08, 15:53
Cash on hand: 260.00
Sexo: Masculino
Estado: PR
Casa: Grifinória

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor laine fernandes » 28/10/08, 22:51

Alguns pesadelos fizeram com que a jovem professora pulasse da cama. Seus pensamentos não tinham muito nexo. Mortes. Era apenas nisso que tentava não pensar, no entanto, era a única coisa que aparecia em sua mente.

Um sobretudo negro e botas da mesma cor, escondiam seu pijama azul. O vento frio balançava os seus cabelos curtos, deixando sua franja toda bagunçada. Os corredores estavam sóbrios e vazios. Todo o castelo, mesmo mágico, era nada mais que pedras sem os alunos. Suspirou e deixou seu corpo caminhar sozinho, enquanto pensava na visita definitiva que faria. Sua irmã. Ela seria seu foco.

Sua distração era tamanha que não percebeu o seu ponto final. Os jardins. As vozes e risos estavam logo a sua frente. A professora não queria festa, ela não queria nada, alem de afundar a cabeça no travesseiro, mas aquilo não era possível.

Um garoto passou correndo por ela. Laine observou o rosto, era familiar, estava prestes a segui-lo, então, olhou para os três professores que estavam juntos. Sorriu. Fazia tempo que não conversava com a Meiga. Decidiu dar pelo menos boa noite. Ainda era duro pensar que deixaria sua amiga. Que iria morar tão longe.

Pegou sua varinha e levitou uma pedra, fazendo com que ela parecesse um distintivo policial e colocou no pescoço, com a cordinha fina que tinha no bolso.


- pronto, uma fantasia.comentou.

Aproximou dos professores, então percebeu quem também estava perto de Renan e Meiga. Raven. Lembrou do incidente com o aluno morto. Não sustentou o olhar, laine sentia alguma coisa relacionada a um grande ódio pela professora, mas não pretendia estragar ainda mais sua vida, com a presença dela. Logo estaria muito longe dela. Nada mais importava. Apenas viver mais um pouco ao lado da sua irmã.
Editado pela última vez por laine fernandes em 31/10/08, 11:17, em um total de 1 vez.
Avatar do usuário
laine fernandes
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 286
Registrado em: 26/03/06, 01:34
Cash on hand: 0.00
Localização: pensando no que poderia ter feito

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Raven » 29/10/08, 02:06

    As palavras de Meig@ Woodcroft não saiam completamente de sua cabeça, claro, mas pelo menos Raven foi capaz de afastá-las o bastante para que pudesse pensar direito. O importante, naquele momento, era o garoto logo em frente... Lidaria com a ex-colega depois. Já bastava de sempre parar o que quer que estivesse fazendo à fim de comprar uma boa briga com Meig@... E fazê-lo em frente a Renan certamente seria uma má idéia.

    Renan... O que o mago lhe dissera, em todo caso, já se afastara um pouco mais de seus pensamentos. Certo. Ele também se preocupava com David... Não era como se ela tivesse pensado que era a única que o fazia. Ainda mais com a freqüência em que o aluno era visto sob os cuidados de Renan ou Gaby. Provavelmente ele já tinha um leito reservado na Ala Hospitalar, ou...

    Seu olhar ameaçou se pregar novamente no chão quando o aluno acenou um não com a cabeça, aparentemente tão incapaz de encontrar as palavras quanto ela pensara estar minutos antes... Seu olhar, no entanto, procurou por Renan, talvez em busca de apoio ali ou apenas mais uma bronca. A mão do bruxo estava pendendo ligeiramente em sua direção, mas foi seu olhar que a intrigou.

    Ele a olhava como se... Como algo diferente de sua mal humorada antiga professora. Não estava certa de onde exatamente já vira aquele olhar antes. Parecia algo como uma expressão que indicava que ele encontrara o que geralmente pessoas que buscam por piedade procuram na verdade. Ou o olhar que, quando Laine descobrira que ela não estava morta, veio logo antes da fúria... O que David lhe lançara antes de deixar o Salão Principal, talvez.

    Obviamente, era uma expressão que não fazia sentido algum.

    Balançou a cabeça ligeiramente, só então notando que as mãos de Daniel não estavam mais entre as suas. Ele parecia mais concentrado em uma aluna distante, que parecia estar atraindo alguma atenção, do que ela estivera em Renan um momento atrás. A ausência das mãos do aluno, no entanto, logo foi preenchida por uma mão diferente sobre seu ombro, maior e mais forte. Mesmo que parecesse a de Meig@, saberia que não se tratava dela... Era segura demais para isso.

    Por bondosa que, pelos relatos alheios, acreditasse que Meig@ era, a verdade era que a qualquer oportunidade aquela legilemente apanhava seus sentimentos no ar e os usava para massacrá-la. Renan já tivera a chance de usar sua legilemência com ela sem que Raven resistisse, a fim de prática, e simplesmente respeitara os limites que ela discretamente lhe impunha. Isto deveria lhe contar alguns pontos, não?

    Mesmo que as palavras do bruxo tivessem lhe dado a vontade de, mais uma vez, tentar memorizar a grama dos Jardins, ergueu os olhos para encontrar os seus. Podia quase sentir algo da atenção de Meig@ e Daniel sobre a questão, e apenas uma certeza lhe ocorreu naquele momento: Não responderia.

    Certamente Renan parecia esperar por algo, ou alguma atitude, como resposta mas uma deixa logo se apresentou. Daniel estava gritando... E correndo. A bruxa se virou, recusando-se a olhar mais uma vez para Renan conforme observava o garoto se dirigir à beira do lago onde simplesmente parou. Se antes parecia nervoso ou confuso, naquele momento era simplesmente... Pavor. Mas do quê, exatamente, se não havia nada ali?

    Mesmo que não se importasse realmente com aquele aluno, a semelhança com David de certa forma despertou algo de um impulso protetor, que logo deixou que se dissipasse: O substituiu pela consciência da oportunidade. Em ambas as situações sua atitude seria a mesma, claro, mas as verdadeiras razões para algo importam quando entre pessoas como Meig@ e Renan. E a presença da mão ainda em seu ombro, bem como a certeza que logo teve de que o aluno não poderia estar em problemas tão sérios assim, logo lhe afirmou que não fugiria da resposta.

    Seu olhar cruzou brevemente com o de Meig@ e da recém chegada Laine, e a certeza lhe voltou, com uma diferença... Não diria nada ali. Sem tomar nota da marca nas costas da mão do ex-curandeiro, ergueu sua própria mão e a usou para cobrir a dele, a afastando de seu ombro em seguida e mantendo entre a sua como uma garantia de que não sairia correndo. Com um gesto rápido para que ele aguardasse, voltou-se para Laine.


    - Fernandes, eu preciso falar com você. Sobre, hm... Aquilo que contei à sua amiga que eu sabia como fazer. Me espere depois da festa, para que possamos ir juntas, sim? Lhe explicarei no caminho.

    Assentiu brevemente após a resposta, decidida a não levar o assunto adiante ali, e logo deixou o pequeno grupo levando Renan consigo. Seguiu em direção ao aluno, não muito em linha reta ou rápido, e sua voz não superava o volume da própria respiração por mais de um tom quando começou a falar:

    - Verdade não passa de uma combinação de aparência e conveniência, criada pela necessidade de uma certeza. Realidade: Verdade guarda a semente da traição. Fique de olhos abertos para seus aliados, não tenha amigos. Dos inimigos você já sabe o que esperar, portanto, é neles que deve confiar.

    A bruxa olhou de esguelha para o outro, deixando um sorriso discreto surgir entre seus lábios antes de continuar, embora ele já tivesse desaparecido ao início da segunda frase:

    - Uma amiga me deu esse conselho, mais de vinte anos atrás. Minha varinha clamou sua vida três meses depois.

    Aparentemente esquecida que seguia com o bruxo rumo a prestar alguma ajuda ao aluno que os deixara, parou de chofre, se postando completamente de frente para ele. Ergueu sua mão alguns centímetros, observando a luva negra que ele calçava como se esperasse ver algo mais ali, e logo simplesmente a soltou, cruzando os braços e distraindo os dedos com o gesto de girar o cachimbo que antes levava na outra mão.

    - Confiança nos cega, e se a estupidez de David serviu para algo, foi ao me forçar a relembrar essa lição. Eu não acreditei que ele pudesse estar mentindo para mim. Só se deve confiar no que é tido por certeza, e tudo o que se encaixa nessa definição é a escuridão das pessoas.

    Sem qualquer vestígio de algum sorriso anterior ou do que fosse, estendeu sua mão livre para o rosto de Renan, freando os dedos a centímetros de sua pele. Não chegou a tocá-lo, a princípio, mas estava tão próxima que sabia que mesmo que não os visse ele poderia sentir seus dedos ali.

    - Mas não foi isso que me perguntou, e não lhe negarei a resposta que realmente quer. Eu não confio em você, Renan, porque não preciso. Simplesmente acredito que, mesmo que erre, você age segundo o que considera certo. Fazendo isso já quase descarrilhou um trem cheio de alunos junto comigo, já me amarrou na Floresta Proibida... E fez inúmeras coisas que eu julgo tolas. Nem por isso te julgo estúpido, e agradeceria se não tornasse a falar comigo dessa forma... Não que eu espere tornar a vê-lo, como deve ter entendido quando expliquei minha partida. Mas se me permitir um último desejo... Eu pediria que prometa continuar desse seu jeito... Mas quão contraditório isso seria? Só continue.


:~
Imagem

.
Avatar do usuário
Raven
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
 
Mensagens: 1032
Registrado em: 03/07/06, 20:51
Cash on hand: 72.00
Localização: Plutão
Sexo: Feminino
Estado: MG
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Yuna Urahara » 29/10/08, 14:22

Yuna e Serena estavam iniciando um bela amizade em meio de uma divertida conversa.

Com certeza Yuna! Mas nunca é tarde para se ccomeçar uma nova amizade, né? - Disse esboçando um gentil sorriso.

Yuna sorriu de volta, ela realmente esperava que aquilo era possivel.

-Bom, eu estou tentando a vaga! Espero que meus estudos mais aprofundados consigam expressar a minha experiência! Ai astronomia é minha paixão!!


"Yare are, ainda bem que desisti então! Não queria ter uma amiga como concorrente..."


Antes que pudesse continuar a agradável conversa, um gato petro pulou sobre a mesa fazendo uma grande bagunça, logo depois o gato atacou as duas com grande velocidade.

-Kyaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Yuna se assustou bastante, mas Serena foi rapida em paralizar o gato.


"Nossa! Será um deja vu? Isso já aconteceu comigo antes... Gatos me odeiam¬¬"

-Você está bem? Se feriu?


Yuna que estava perdida em seus pensamentos voltou rápido para o mundo real.


-Sim, estou bem... nada aconteceu. Obrigada.


Yuna viu o gato no chão e o rosto enfurecido de sua dona, a garota respirou fundo, viu o estrago no vestido da amiga e do dela. Pegou a varinha e apontou para o vestido da amiga.

-Vestidos Reparus


O vestido da amiga foi se consertando até ficar intático, logo depois fez o mesmo com o dela. Yuna olhou diretamente nos olhos da dona do gato, pensou em dar uma bronca, mas era pessima disso, então ela docemente sorriu e perguntou a garota.

-Você esta bem? Tem algo incomodando-a? Talvez possa ajudá-la...


================================================================================================
Imagem
================================================================================================
Professora de Transfiguração

Imagem
Em caso de dúvidas ou reclamações me mande uma MP

Imagem
Clica em mim^^


__________________________________
Spoiler
*ação/narração*
fala Yuna
(pronuncia - tradução)
"pensamento Yuna"
outro personagem
Avatar do usuário
Yuna Urahara
[Professor-RPG]
[Professor-RPG]
 
Mensagens: 94
Registrado em: 06/11/07, 08:40
Cash on hand: 0.00
Localização: Far Far Away^^
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Katlyn Kunogi » 29/10/08, 21:23

Katlyn ficou surpresa com a atidude das bruxas a sua frente, não eram tão estupidas assim , no final das contas. A bruxa loira foi bem rápida e acabou estuporando o pobre Sr Miag e Katlyn não ficou nada feliz com isso.

"Pobre Sr Miag, não pode colocar pra fora nem mesmo seus sentimentos... por isso que detesto pessoas"

Katlyn sentiu o olhar de reprovação da bruxa loira e ela odiava que a olhassem assim, desde muito pequena tinha que suportar aquele tipo de olhar, sentia um imenso odio por a olharem daquele jeito. Porem a bruxa loira resolveu acudir a outra bruxa, que parecia estar em transe e Katlyn caminhou em direção ao seu gato.

"Realmente não deveria ter vindo, acho que levarei alguns bolinhos para o salão comunal, depois de levar bronca"

A bruxa de cabelos vermelhos olhou diretamente em seus olhos, deixando-a deconsertada, ela docemente sorriu e perguntou a garota.

"-Você esta bem? Tem algo incomodando-a? Talvez possa ajudá-la..."


A atitude da bruxa deixou Katlyn totalmente sem ação, não conseguia lidar com aquela situação, nunca havia sido tratada assim.

"Qual o problema dela? E minha bronca? Ela não fica brava? Ela realmente é tão estupida assim?"

Katlyn olhou para Sr Miag estatelado no chão, agachou-se e pegou o bichano pelo rabo, tentou ser o mais inexpressiva que pudesse, não queria demonstrar sua inquietação perante as bruxas.

-Agradeceria se a senhora pudesse retorná-lo ao normal, não creio que um pobre gato possa ter sido atacado de maneira tão vil.

Katlyn apontou o gato em direção a bruxa de cabelos vermelhos esperando alguma atitude.
___________________________________________________
I TRICK YOU, YUNA URAHARA

EU SOU NOOB LEVEI TRICK DUAS VEZES!!!!

Definição de NOOB:(Versão desiclopédia)

Noob, também conhecido como ostracista, ou para os mais conservadores apenas como tentativa de aborto mal-sucedida, é muito usado em jogos do tipo RPG e também em jogos como Counter Strike, Mu Online, Habbo Hotel, Neopets e Day of Defeat, além de jogos mais saudáveis como Damas, Pebolim, Jogo da Velha, Amarelinha e Apedrejamento de Noobs.

Noobs costumam jogar um joguinho da idade da pedra, com gráficos de atari, também conhecidos como Tibia. Lá eles encontram pessoas iguais a eles, podendo assim refletir, conversar e serem compreendidos por quem entende oque eles passam.
Imagem
Avatar do usuário
Katlyn Kunogi
Recebendo a visita de Hagrid
Recebendo a visita de Hagrid
 
Mensagens: 40
Registrado em: 13/05/08, 11:30
Cash on hand: 0.00
Localização: Fire Nation
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Renan » 30/10/08, 00:17

Logo depois de ter feito aquela pergunta a Raven, se arrependeu. Fora atipicamente incisivo, só não entendia bem o porquê de ter falado de tal modo. Ele estava tão esquisito: por mais que tentasse convencer a si mesmo de que seria mais prudente soltar o ombro da mestra de DCAT (afinal, as chances de ser amaldiçoado aumentam muito quando se trata de uma poderosa bruxa de olhos vermelhos), não conseguia fazê-lo... mesmo presenciando um ataque de Daniel.

Depois de falar com Raven e ver uma menina louca ter um acesso em plena Festa de Halloween, o jovem Feather subitamente saiu correndo a grande velocidade na direção do Lago. Disse alguma coisa antes de disparar para longe a que Renan não deu necessária relevância já que o menino parecia atormentado o suficiente para ter alucinações... E, de fato, isso pareceu ter ocorrido. O tormento havia sido trocado por pânico quando Daniel mirara na superfície calma do lago de águas escuras. Certamente, não havia ali ameaça alguma.

Logo em seguida, Laine Fernandes se uniu ao pequeno grupo que conversava ali sem dizer palavra. A professora de Herbologia, assim como Eiluned, decidiu abandonar seu cargo e viajar para... Ele não sabia para onde, de fato, mas pouco se importava na realidade. Sabia que Laine era responsável o bastante para saber se cuidar.

Acenou com a cabeça para a mulher em saudação antes de, no segundo seguinte, Raven lhe apertar a mão gentilmente a sinalizar um discreto "espere". A mestra de DCAT falou qualquer coisa com Laine (que provavelmente tinha a ver com Manuela) e, depois, puxou o atual diretor pela mão até estarem razoavelmente distantes das pessoas todas.

Raven estava estranhamente calma, gentil e cuidadosa, deve ser dito. O antigo curandeiro nunca a vira agir daquela maneira antes, com bastante leveza mesmo enquanto acontecimentos esdrúxulos apareciam a sua volta. Ele permaneceu bem quieto, apenas observando o cabelo da mulher a sua frente esvoaçar com o vento leve.

- "Verdade não passa de uma combinação de aparência e conveniência, criada pela necessidade de uma certeza. Realidade: Verdade guarda a semente da traição. Fique de olhos abertos para seus aliados, não tenha amigos. Dos inimigos você já sabe o que esperar, portanto, é neles que deve confiar." - disse a bruxa enquanto caminhavam, logo em seguida acrescentando que matou a pessoa que a ela dissera tais palavras. E Renan continuou sem dizer nada. De certo modo, não havia nada a ser dito naquele momento.

De súbito, Raven parou de caminhar e, girando nos calcanhares, passou a encarar o mago enquanto segurava a mão direita dele, como se estivesse a examinar alguma coisa.


- Também não podia crer que ele estava mentindo pra mim. Foi algo tão... frustrante. - pronunciou, tímido, olhando para uma das abóboras que pairava por perto. - Mas...

- Mas não foi isso que me perguntou - cortou a bruxa, erguendo sua mão até a face de Renan, por pouco não o tocando de fato - e não lhe negarei a resposta que realmente quer. Eu não confio em você, Renan, porque não preciso. Simplesmente acredito que, mesmo que erre, você age segundo o que considera certo. Fazendo isso já quase descarrilhou um trem cheio de alunos junto comigo, já me amarrou na Floresta Proibida... E fez inúmeras coisas que eu julgo tolas. Nem por isso te julgo estúpido, e agradeceria se não tornasse a falar comigo dessa forma... Não que eu espere tornar a vê-lo, como deve ter entendido quando expliquei minha partida. Mas se me permitir um último desejo... Eu pediria que prometa continuar desse seu jeito... Mas quão contraditório isso seria? Só continue.

Por alguns instantes, o bruxo não fora capaz de dizer nada. Nunca imaginara que a mestra poderia falar-lhe de modo tão sério e tão... belo. Apenas conseguiu dirigir o olhar diretamente aos olhos da colega. A mão da mulher chegava a esquentar a face de Renan, induzindo-o. Ele, então, descalçou as luvas de ambas as mãos com gestos leves e calmos.

- E sobre o que, Raven, eu vou prometer? - enunciou, tomando com sua mão direita a esquerda da bruxa. - Não me atreveria a confiar em você, não, e até entendo o porquê de você não confiar em ninguém. Mas preciso ao menos de uma razão para te prometer alguma coisa. Preciso de uma corrente, nem que seja uma palavra, mas necessito de alguma coisa. Poderia, bem agora, inventar a verdade que eu gostaria que existisse, ou a verdade que melhor serviria para me convencer a agir de acordo com a iminência...

E Renan se aproximou daquela mulher em vermelho com alguns poucos passos e a ajuda de sua mão esquerda a puxá-la pela cintura. Já não sabia se a mão dela tocava ou não sua face, mas sabia que sussurrava bem próximo ao ouvido dela, a mão direita entrelaçada com a esquerda de Raven.

- ... Mas o que desejo, mesmo, é uma simples ressonância.
RPG // Renan Shellden Skuli

Mande MP clicando aqui!
Avatar do usuário
Renan
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 881
Registrado em: 20/07/05, 21:36
Cash on hand: 193.00
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Serena Moon » 30/10/08, 13:00

A ação repentina de enfeitiçar o gato fez com que a bruxa sentisse uma estranha sensação, que já estava a algum tempo adormecida, uma mistura de entusiasmo e alegria. Seria pelo fato de a muito tempo não agir como uma verdadeira bruxa? Ou o clima tenso entre os convidados? Ou até a noite de halloween despertando sentimentos tão obscuros da alma?

(Que isso?! Você feriu um gatinho! Como pode se sentir feliz?)

Esse sentimento prazeroso por ferir um animal não combinava com a personalidade gentil e bondosa de Serena. Será mesmo que todo esse cenário era capaz de influenciá- la a ponto de cometer atitudes tão contraditórias?
Sentiu sua amiga tão assustada com o ocorrido que parecia nem estar ali, após voltar a realidade Yuna respondeu:


-Sim, estou bem... nada aconteceu. Obrigada.

Serena estava com tanto ódio da estranha menina que nem notou sua amiga reparando seu vestido rasgado pelo gato. Quando finalmente abriu a boca para dar um boa bronca, sua amiga falou:

-Você esta bem? Tem algo incomodando-a? Talvez possa ajudá-la....

(QUE???)

Se alguém contasse a ela, com certeza não acreditaria. Assim como Yuna, ela também tinha uma alma gentil, mas tudo tem um limite. Era evidente o desejo da garota de instaurar o caos na festa, mesmo com sua inexpressividade.

Agradeceria se a senhora pudesse retorná-lo ao normal, não creio que um pobre gato possa ter sido atacado de maneira tão vil.

- Que tal um jogo? Você responde uma pergunta e eu faço seu gato voltar ao normal. - Disse docemente, com um jeito sarcástico.

Esperou a garota e continuou a falar não se importando com a resposta.

Os animais são como o espelho de nossa personalidade. Você sempre é agressiva com as pessoas assim como seu gato? Tem medo de alguma coisa?

Um brilho irreconhecivel tomou os olhos azuis de Serena. Talvez, uma última suposição,essas atitudes seriam efeito do suco de abóbora?

Off: Agora tudo é culpa do suco de abóbora! hahahaha :lol:
Grimm Awards 2010

Mais Animada/Membro da Equipe mais Presente
Mais Simpática/Melhor Chefe/Melhor Equipe de Aurores


Griffa Awards 2010

Mais Animada e Mais Exibida 8)

Lucas [/center]
Avatar do usuário
Serena Moon
Conjurando o Patrono
Conjurando o Patrono
 
Mensagens: 819
Registrado em: 10/02/08, 18:37
Cash on hand: 401.00
Localização: No QG to Off fazendo festenha =X
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Grifinória

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Meig@ » 30/10/08, 13:10

    Não foi nenhuma novidade para Meig@ que Renan ou qualquer um que tenha ouvido o seu comentário sobre Raven, o fato é que tinha escapado e gerado supresas para quem estava participando da conversa e para quem estava participando da conversa de longe, olhou de longe Gaby encostada em um pilar de morcego, e por sinal estava bem mais interagida do assunto do que muitos poderiam imaginar. Não se importou com isso afinal não havia tido nenhuma mentira nada que afetasse a vida pessoal de ninguém a não ser apropria.

    Essa festa estava particularmente ficando amarga a cada minuto em varias partes, mas principalmente onde a professora de poções se encontrava.

    Meig@ tinha ficado em silencio apenas observando a conversa entre Renan e Raven, de repente uma confusão e muitos gritos vindos do lado totalmente oposto começara. Ficou atenta com olhares, mas percebeu que a tal confusão fizera mais efeito onde ela estava Daniel estava atordoado saiu correndo e berrando para o lago que estava tranqüilo e refletindo somente alguns pontos luz.

    Laine apareceu como de costume silenciosa e sorrateiramente, porem Meig@ tinha sentido sua presença de longe, infelizmente para a mestra de poções era um sentimento triste infeliz, há tempo não estavam se falando direito e isso realmente incomodava Meig@, porem tinha decidido respeitar a decisão tomada pela amiga, sentiu-se por um momento uma pessoa infeliz também, afinal sabia que estava pra perder uma pessoa que amava muito e no entanto a outra pessoa que mais ela amava estava distante, sentiu uma enorme saudade do marido, que só Merlin saberia quando voltaria da sua jornada.

    Para amenizar tais pensamentos infelizes pensou nos filhos, e nos vários alunos que esperavam para continuar aprendendo a arte de poções. Apesar de tantos pensamentos em sua menta, sorriu levemente ao encontrar o olhar de Laine que ficou parada ao seu lado .

    Em Seguida Raven falou algumas palavras a ela e simplesmente puxou Renan para uma conversa um pouco mas privada.

    Os olhares , os gestos, os movimentos que ambos faziam e o sentimento que expressavam eram totalmente .... Meig@ não consegui definir isso vindo de Renan que era jovem e de bom coração era uma coisa, agora tais gestos vindo de Raven era no minimo uma EVOLUÇÂO, mais que por mais que se esforçasse não convencia Meig@. A Maldição ainda estava nela e enquanto ela existisse Raven sempre seria uma pessoa instável e perigosa. Poucos ou melhor quase ninguém sabia tão bem todo o sofrimento mentira e mortes aquela mulher carregava.

    Ficou um pouco irritada, pensou que apesar de todo aquele lengalenga estavam discutindo como ajudar o garoto que ainda berrava, estava enganada o assunto estava pessoal e Renan tinha puxando Raven pela cintura em uma cena que se fosse em outra ocasião seria a típica cena romântica,

    Andou em passos largos com o cenho fechado tanto para os dois e com um tom de indignação falou alto ao passar por eles:



    Ora francamente, o garoto sai atormentado e vocês resolvem fazer uma cena romântica bem agora? Estão loucos?


    Saiu em direção ao aluno que se encontrava no lago aparentemente tendo algum tipo de alucinação, pois olhava para o lago que estava “morto” e gritava “Não” sem parar.

    Ajoelho - se ao lado do garoto já estava com o semblante que sempre transparecia segurança e tranqüilidade e pousou suavemente a sua delicada mão sobre sua cabeça. Aproximou os lábios próximo ao ouvido do garoto e sussurrou em tom doce e suave:


    Daniel...acalme-se .. respire fundo, ele não pode te fazer nada... – ela não fazia a menos idéia do que o menino tinha criado em sua mente, mas era algo que estava lhe causando um grande terror.

    Venha... – tentou ajudar o garoto a se levantar, pegou seu pequeno estojo de poções que sempre carregava para emergências e retirou dele um frasco que continha um liquido aparantemente saboroso de cor rosa e laranja e colocou delicadamente umas gotas nos labiosdo menino. – pronto isso vai ajudar a te acalmar.... vamos vou te acompanhar até seu dormitório, acho que para você essa festa já acabou não?



*************
Ação
Fala
Pensamentos



Off: O.O que agarramento é esse ¬¬

Daniel não sei o que tinha em mente, mas foi o que eu achei pra te ajudar já que os pombinhos n´~ao fizeram isso

~ foge de Renan e Raven ( a irmã Dumal hoho*)


================================================================================================
Imagem
================================================================================================
Imagem
Avatar do usuário
Meig@
Conhecendo os Marotos
Conhecendo os Marotos
 
Mensagens: 697
Registrado em: 19/09/05, 14:32
Cash on hand: 6.00
Localização: Em algum lugar .. mas sempre de olho em você...
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Grifinória

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Raven » 30/10/08, 14:14

    A expressão em seu rosto se manteve firme enquanto sustentava o olhar do bruxo, por mais que suspeitasse que ele deveria estar surpreso com a forma que lhe falara... E de certa forma, Raven não poderia negar que a parte que dizia respeito especificamente a Renan também a surpreendera, de certo modo, pela naturalidade com que saiu. Mais tarde, quando repassasse a parte final de suas palavras mentalmente, acharia sua fala um pouco tola – mas naquele momento fazia todo sentido, e era o que importava.

    Mal desviou seu olhar dele para acompanhar o gesto que usou para remover as luvas, atenta apenas ao silêncio que se instaurara ali. Se algum dos dois sequer lembrava que havia um aluno em crise precisando de assistência, não demonstrava. De uma forma diferente, aquele silêncio parecia precisar de mais concentração do que o duelo em que haviam se metido no ano anterior.

    As palavras de Renan quebraram o silêncio ao mesmo tempo em que faziam o mesmo com a ausência de contato que se instaurara quando ele se pusera a descalçar as luvas. Sem o tecido negro como obstáculo, as mão dele era mais fria e, de certa forma, mais presente na sua, mas não chegou a dar muita atenção ao fato. Se ela estava agindo estranho... Nem saberia dizer o que ele fazia. Se no momento estivesse disposta a seguir essa linha de raciocínio, teria se perguntado se o enfeitiçara sem querer, ou se aquele era mesmo O Renan Black. Se limitou a escutá-lo, no entanto.

    Arriscou um esboço de sorriso por apenas um segundo enquanto o escutava, de certa forma entendendo seu ponto de vista como ele parecia ter entendido a contradição que escapara em suas próprias palavras. Uma promessa que não fosse promessa, e algo que a vinculasse. Qualquer análise externa daquele assunto só levaria a uma conclusão lógica: Nada mais fazia sentido.

    Não que não tivesse potencial para fazer ainda menos sentido, claro.

    Deixou que sua mão se alojasse entre os fios de cabelo do bruxo com tanta leveza que duvidava que ele sequer a sentira lá quando se viu bastante mais próxima dele do que em qualquer momento anterior. Mal notou a mão em sua cintura ou a que segurava sua própria, tal a naturalidade que ambas pareciam ter naquela situação. Os gestos de ambos eram conseqüências de palavras, sensações e expressões, e foi neles que prestou atenção...

    Até que, com as últimas palavras do bruxo, só lhe restou tomar a atitude que fosse, qualquer que lhe parecesse mais urgente, ou simplesmente a primeira – a óbvia – que lhe veio à cabeça. Atrasou tal gesto, no entanto, se concentrando nas palavras que deixou que se formassem logo que se aproximou um pouco mais do ouvido do mago.


    - Eu preciso te lembrar que estamos no meio dos seus alunos, Prof. Black?

    Deixou que um de seus tão comuns sorrisos sarcásticos surgisse, embora aquele decididamente não carregasse o peso que geralmente acompanhava tais sorrisos. Só parecia dizer que tal fato decididamente não importava. Já ia prosseguir, no entanto, quando escutou uma voz próxima. As palavras de Meig@ fizeram apenas que o sorriso perdesse qualquer vestígio do sarcasmo – embora, partindo dela, fosse claro que ele jamais chegaria a ser completamente gentil – e logo desaparecesse novamente. Seu tom de voz, no entanto, era leve quando retomou a fala:

    - Eu diria que somos loucos, não? Não que isso tenha importância, claro. O que conta, agora... É que não posso te dar uma palavra, ou corrente, ou o que for. Não existe verdade, e nada que finja que alguma existe poderia ser dito.

    Acompanhou o contorno do maxilar do bruxo levemente com a mão livre, a fazendo seguir de seus cabelos até estar sobre parte da lateral de seu pescoço e do rosto. Com a boca ainda próxima demais ao ouvido dele para que fosse visível, deixou as palavras escaparem:

    - E não precisa ser dito, mas devo acrescentar... Que não existe muito tempo para que seja demonstrado, também, já que provavelmente te resgatarão das minhas garras nos próximos vinte segundos. Melhor eu garantir que tenha feito algum estrago antes, então, certo?

    E sem dar-lhe a chance de responder, seus lábios tocaram os de Renan.


~se esconde³³³

Hey. A irmã má é vc ù_u’
Nós somos puuuuuros ;D
~reserva o trick or treat da meiga e já já edita com ele


I treat trick Meig@!

Imagem




Código: Selecionar todos
 [center][b]I [s]treat[/s] trick Meig@![/b]

[IMG]http://i213.photobucket.com/albums/cc30/boriswood/trickmeigacopy.png[/IMG][/center]
Imagem

.
Avatar do usuário
Raven
Na Copa Mundial de Quadribol
Na Copa Mundial de Quadribol
 
Mensagens: 1032
Registrado em: 03/07/06, 20:51
Cash on hand: 72.00
Localização: Plutão
Sexo: Feminino
Estado: MG
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Katlyn Kunogi » 30/10/08, 14:40

Katlyn percebeu ondas sinistras vindo da bruxa loira, que parecia estar com muita raiva da garota.

- Que tal um jogo? Você responde uma pergunta e eu faço seu gato voltar ao normal. - Disse docemente, com um jeito sarcástico.

Ao ouvir as palavra da bruxa, Katlyn apenas sorriu, com o mesmo sarcasmo dirigido a ela, mas a bruxa continuou a falar.

-Os animais são como o espelho de nossa personalidade. Você sempre é agressiva com as pessoas assim como seu gato? Tem medo de alguma coisa?


"O rly"


Os olhos da bruxa tinha um brilho intenso que definiam bem as ondas que ela emitiam, Katlyn sabia analisar essas ondas, percebera que a bruxa de olhos azuis não concordava com a atitude surpreendentemente meiga da bruxa de cabelos rubros.


-Agressiva eu? Creio que jamais ataquei ninguém antes e Sr Miag costuma ser bem reservado, se ele atacou, deve ter se sentido acuado, mas não creio que ele seja meu espelho, estamos juntos a tão pouco tempo. Mas não me importaria de ser como ele, pelo menos ele age de acordo com seus sentimentos e instintos
.

De fato Sr Miag era um gato de rua, que apenas simpatizou com Katlyn, por isso ela resolveu adotá-lo.

-Mas se de fato o animal for o espelho de seu dono, creio que não gostaria de cruzar com o seu, deve ser uma criatura horrenda.


Katlyn percebeu que a bruxa estava ficando cada vez mais nervosa. A garota resolveu pegar o gato de forma mais gentil, do que pelo rabo, como estava segurando-o até aquele momento, passou serenamente ao lado da irritada maga e sussurrou de modo que apenas ela ouvisse.


-Então você fica feliz ao machucar criaturas indefesas. Todos nós temos nosso lado obscuro...

Continuou a caminhar, depois de alguns passos, voltou-se bruscamente para as bruxas.

-Antes que me esqueça... Sou Katlyn Kunogi, foi um prazer conhecê-las.

Katlyn foi extremamente sarcástica em sua apresentação, deixando uma das bruxas pasma e a outra irritadíssima. Depois foi até a mesa de doces com o gato petrificado nos braços.


"Acho que falei muito, isso me cansa... que tédio"
Imagem
Avatar do usuário
Katlyn Kunogi
Recebendo a visita de Hagrid
Recebendo a visita de Hagrid
 
Mensagens: 40
Registrado em: 13/05/08, 11:30
Cash on hand: 0.00
Localização: Fire Nation
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

Re: FESTA DE HALLOWEEN

Mensagempor Yuna Urahara » 30/10/08, 15:09

Yuna jamais imaginara que que sua atitude pudesse tomar proporções tão desastrosas entra a sua nova amiga serena e a bela gorotinha de cabelos brancos. Mas como ela imaginaria que a menina provocaria tal situação.


"Agradeceria se a senhora pudesse retorná-lo ao normal, não creio que um pobre gato possa ter sido atacado de maneira tão vil."

Ao ouvir essas palavra, Yuna percebeu o pulsar do pescoço de Serena que revidou de maneira um tanto sarcastica.


- Que tal um jogo? Você responde uma pergunta e eu faço seu gato voltar ao normal. - Disse docemente, com um jeito sarcástico.

"Que pior... um efeito borboleta"

-Os animais são como o espelho de nossa personalidade. Você sempre é agressiva com as pessoas assim como seu gato? Tem medo de alguma coisa?

Yuna percebeu que a menina não iria deixar aquilo passar batido, então foi ao lado da amiga e a segurou discretamente lhe sussurando.

-Serena não caia nas provocações desta criança, você pode ser superior, se controle.


A menina parecia realmente se divertir com aquilo, e começou a dilacerar palavras cruéis de forma admiravelmente sutil.

-Agressiva eu? Creio que jamais ataquei ninguém antes e Sr Miag costuma ser bem reservado, se ele atacou, deve ter se sentido acuado, mas não creio que ele seja meu espelho, estamos juntos a tão pouco tempo. Mas não me importaria de ser como ele, pelo menos ele age de acordo com seus sentimentos e instintos.

-Mas se de fato o animal for o espelho de seu dono, creio que não gostaria de cruzar com o seu, deve ser uma criatura horrenda.


Serena estava cada vez mais nervosa, e Yuna tentava acalmá-la de todas as formas, a menina se aproximou da amiga, e sussurou algo imperceptível. Yuna achou que Serena não conseguiria suportar neste momento.


-Acalme-se ela é só uma criança, não deixe ela sair vitoriosa assim....

Antes que Yuna pudesse concluir a frase sussurada para Serena a garota vira-se do nada para elas.


"Só falta ela querer nos atacar¬¬"

-Antes que me esqueça... Sou Katlyn Kunogi, foi um prazer conhecê-las.


Yuna fica chocada com a atitude da garota, a jovem bruxa não conseguia entender o que havia acontecido, a garota simplesmente saiu como se nada tivesse acontecido.


-Serena-chan... você esta bem??? Não leve alguem como ela tão a sério, ela não é normal... pessoas normais não agem assim


"Pior que isso, ela é ilegivel, não sei dizer que tipo de pessoa ela é, mas se não tomarmos cuidado, ela pode se tornar perigosa.

A metamorfa percebeu que a amiga estava muito tensa, tentou contornar a situação dando um sugestão mais agradável.

-Na outra mesa ainda tem suco de abóbora, vamos pra lá! Pelo menos ajuda a acalmar!!! E não podemos disperdiçar mais suco de abóbora não é mesmo???

Yuna segurou Serena pela mão e a arrastou até a outra mesa de bebidas.
Professora de Transfiguração

Imagem
Em caso de dúvidas ou reclamações me mande uma MP

Imagem
Clica em mim^^


__________________________________
Spoiler
*ação/narração*
fala Yuna
(pronuncia - tradução)
"pensamento Yuna"
outro personagem
Avatar do usuário
Yuna Urahara
[Professor-RPG]
[Professor-RPG]
 
Mensagens: 94
Registrado em: 06/11/07, 08:40
Cash on hand: 0.00
Localização: Far Far Away^^
Sexo: Feminino
Estado: SP
Casa: Corvinal

AnteriorPróximo

Voltar para Arquivo de RPs

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron