[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/includes/session.php on line 2199: Array to string conversion
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4731: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4733: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4734: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4735: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
Grimmauld Place • Exibir tópico - [One-Shot] Azul cinzento

[One-Shot] Azul cinzento

Publiquem suas fics aqui para os outros opinarem.
Não se esqueçam de também postarem no Floreioseborroes.net.

Moderadores: O Ministério, Equipe - Godric's Hollow

[One-Shot] Azul cinzento

Mensagempor Minerva » 13/11/08, 14:35

Título: Azul cinzento
Autora: Minerva
Ship: Draco/Harry
Gênero: Romance
Classificação: Livre
Categoria: Oneshot

N/A: Estou começando a escrever Drarry. Começando devagar, sem lemon, por enquanto. Espero que gostem.


XXX


Azul Cinzento


A chuva torrencial poderia ser impedimento para muitos, menos para Harry Potter.

A imagem do rosto de Draco Malfoy quando ele disse não poder ir encontrá-lo naquela noite, atormentava-o a cada passo ágil em meio às poças negras da calçada. Nada o impediria, nem a chuva, nem as sombras da noite, nem mesmo a possibilidade de perder seu emprego no Ministério da Magia por desistir de viajar com o Ministro na última hora.

Nada era mais importante. Foi o que Harry sentiu. A decepção nos olhos azuis cinzentos insistia na mente dele, num tormento eterno. A água incessante. Clarões.

Os clarões dos relâmpagos iluminaram a fachada da casa de Draco. Os portões, imponentes, reluziam à luz pálida dos relâmpagos. Toque de varinha na fechadura. O portão rangeu, pesado, antigo.

Harry subiu as escadas de mármore até à porta de entrada. Toque de varinha na fechadura. As portas da imponente mansão Malfoy se abriram. Harry entrou, tirou a capa encharcada. O lugar estava escuro. Harry pensou na possibilidade de Draco não estar em casa. Ansiedade.

Os clarões invadiram a casa pelos vidros das grandes janelas. Os espelhos da suntuosa sala de estar jaziam na escuridão. Subiu as escadas que levavam ao quarto de Draco. Mais um clarão invadiu a janela, iluminou o corredor. O clarão se foi tão rápido quanto surgiu. Harry imprimiu seus passos surdos sobre o tapete.

A porta do quarto de Draco estava entreaberta. O coração de Harry se acalmou. Vinha fraca luz lá de dentro. Empurrou a porta. Rapidamente a decepção nos olhos cinzentos se transformaria em alegria. Sonhou. Desejou.

Os olhos verdes de Harry não compreenderam os dois corpos seminus que viram sobre a cama de Draco, abrigados nas sombras bruxuleantes provocadas pela luz amarelada da lareira.

Braços fortes de um homem desconhecido envolviam o corpo alvo de Draco. Roupas, sapatos e lençóis perdiam-se pelo chão. Retrato obvio da pressa de se tomarem.

Os olhos verdes não queriam acreditar. Coração disparado. Ódio de morte. Fuga.
Harry correu pela escuridão da casa sem calcular o rumo. Tomou um corredor que o levaria a qualquer lugar. Lugar qualquer que não existisse o corpo de Draco envolvido por nenhum outro braço.

Os portões explodiram sobre o feixe do encantamento cheio de ódio e dor. Da janela partiu um grito cheio de súplica. Era o seu nome na voz rouca dele. Harry não olhou para trás. Prometeu a si mesmo nunca mais ouvir aquela voz, nunca mais sentir aquele cheiro, aquele calor. Gotas de chuva fria se confundiam com as lágrimas quentes no rosto trêmulo de Harry.

Maldito!

O desespero confundia-lhe os sentidos. Já estava longe da mansão, a muitas esquinas de lá, mas a voz suplicante ainda ecoava em seus ouvidos. Passos se intensificaram atrás dele. Virou-se instintivamente sem esperar deparar-se com os olhos azuis cinzentos.

Draco respirava com dificuldade. Trajava calças de pijama. Estava sem camisa. O cabelo muito loiro e molhado grudado na testa. Sua boca implorava por perdão na voz ofegante. Justificou-se. Medo de não ser importante para Harry. Medo de ser substituído pelo trabalho. Medo, apenas medo.

Harry brigava contra o desejo de perdoá-lo imediatamente. As gotas de chuva rolavam pelo peito nu e ofegante de Draco. Harry queria abraçá-lo, protegê-lo, aquecê-lo, mas sua razão o chamava para a cena dilacerante naquele quarto, minutos antes.

Virou-se. Deixou-o perdido nos atropelos de suas palavras de justificativa, a cada frase, mais sem sentido, confusas. Caminhou, mas foi impedido de continuar com agressividade. Draco nunca fora de dar muitas explicações, calou-se. Abraçou-o e apenas, beijou-o. Um beijo justificaria, explicaria tudo. Harry só precisava parar de pensar e começar a senti-lo.

Acalmou-se. O beijo envolvente de Draco contrastava com sua pele molhada e gélida. Harry finalmente cedeu. O beijo retribuído com lábios e mãos era a resposta para Draco. Estava perdoado. Beijaram-se e abraçaram-se por muito tempo até se darem conta do frio, da chuva, da rua. Draco foi vestir-se. Despedir-se do outro alguém que ele afirmava não ter significado algum. No dia seguinte, encontrariam-se. Uma viagem para dois. Romance.

Antes mesmo que a manhã surgisse com céu nublado e chuva fina, Draco já estava na estação. Esperou por Harry até o amanhecer despontar, até a chuva parar, o sol se abrir e a tarde invadir o dia. Ele não veio. Ira. Decepção. Tempo perdido.

XXX


Estava dentro do Ministério da Magia. Ignorou a secretária de Harry, baixinha, cheia de suaves maneiras e explicações que Draco não ouviu. Irrompeu porta adentro. Harry não estava. Sobre a mesa mergulhada em penas, pergaminhos e tinteiros, o Profeta Diário informava a viagem do Ministro da Magia pelos países da Europa com seus assessores e o jovem chefe dos aurores, Harry Potter.

No peito, a dor.

XXX


Sentado no vagão Café do Expresso Europeu, alheio à fumaça dos charutos, aos cafés, conhaques e à conversa ministerial, pela janela, Harry observou a paisagem do Velho Mundo. O verde, as águas, as montanhas e o céu. Um céu especialmente azul. Azul cinzento.

FIM
Editado pela última vez por Minerva em 12/05/09, 10:04, em um total de 2 vezes.
Imagem
Avatar do usuário
Minerva
Conhecendo A Toca
Conhecendo A Toca
 
Mensagens: 221
Registrado em: 23/09/04, 15:37
Cash on hand: 144.00
Localização: Escondida na sala do Snape
Sexo: Feminino
Estado: MG
Casa: Grifinória


Re: Azul cinzento - Oneshot Drarry

Mensagempor heitoor~ » 29/04/09, 08:30

ADOREEI :palmas

principalmente do seu jeito de escrever. Objetivo. Mas dinâmico. Gostei mesmo.

Parabens...
Depois de todas as tempestades e naufrágios o que fica de mim e em mim é cada vez mais essencial e verdadeiro
Avatar do usuário
heitoor~
Recebendo a visita de Hagrid
Recebendo a visita de Hagrid
 
Mensagens: 31
Registrado em: 28/04/09, 19:26
Cash on hand: 0.00
Sexo: Masculino
Estado: SP
Casa: Sonserina

Re: Azul cinzento - Oneshot Drarry

Mensagempor sakura_chibi2 » 25/05/09, 07:58

Olá!

Oh, amei a tua fanfiction. É tão bonita... E como adoro angst e romance fiquei muito contente por ter encontrado uma fic como a tua aqui no fórum

Eu simplesmente amei a tua maneira de escrever! É tão poética, triste e profunda!
*~ *~*sakura_chibi2*~*~*

"E se, no teu sonho, sonhasses?"
Avatar do usuário
sakura_chibi2
Na Rua dos Alfeneiros nº 4
Na Rua dos Alfeneiros nº 4
 
Mensagens: 19
Registrado em: 30/03/07, 10:46
Cash on hand: 0.00
Localização: Em algum lugar
Sexo: Feminino
Estado: Portugal


Voltar para FanFics

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron